POR UM PORTUGAL DIFERENTE

POR UM PORTUGAL DIFERENTE
ABRIL VIRÁ...!!!

EXPERIMENTE... VÁ ATÉ LÁ!

MUDAR...

Estrela - DestaquesNinguém pode ser escravo de sua identidade; quando surge uma possibilidade de mudança é preciso mudar. (Elliot Gould)

Frases e Mensagens -

NÃO HÁ ACORDO...!!!...

NÃO HÁ ACORDO...!!!...
... Português há só UM...!!!

TRADUÇÃO/TRANSLATE/TRADUCION

SEM IMITAÇÕES...

ACREDITE...

"Nunca faça graça de graça. Você é humorista, não político."

A Hora em Poá (BRASIL)

"Nada descreve melhor o caráter dos homens do que aquilo que eles acham ridículo."

VELHO PROVÉRBIO PORTUGUÊS

"Dois olhos vêem mais do que um só."
Veja Frases para Orkut - Kifrases.com

LOVE, love, LoVe

OvEr ThE RaInBoW

1lindoMENINO ...

Verdade, Verdadinha...!!!

zwani.com myspace graphic comments

1lindomenino

Menininhas e inhos venham a mim...

Posting

Photo Flipbook Slideshow Maker
PORTUGAL é "isto"... e MUITO MAIS...!!!

António GEDEÃO


Eu, quando choro, não choro eu. Chora aquilo que nos homens em todo o tempo sofreu. As lágrimas são as minhas mas o choro não é meu.A.GEDEÃO

SEJA ASSIM... COMO EU!

recadosparablogseorkut.com


Mais Um(a)...!!! OBRIGADO...!!!

sábado, 11 de abril de 2009

Luís Vaz de Camões e Portugal ou Portugal e Luís Vaz de Camões

"OS LUSÍADAS" - Canto I (Parte I)



1
As armas e os barões assinalados
Que da Ocidental praia Lusitana,
Por mares nunca dantes navegados
Passaram ainda além da Taprobana,
Em perigos e guerras esforçados
Mais do que prometia a força humana,
E entre gente remota edificaram
Novo Reino, que tanto sublimaram(...);


Do site: http://www.jornaldepoesia.jor.br/

Soneto


Quem diz que Amor é falso ou enganoso,
ligeiro, ingrato, vão, desconhecido,
Sem falta lhe terá bem merecido
Que lhe seja cruel ou rigoroso.

Amor é brando, é doce e é piedoso;
Quem o contrário diz não seja crido:
Seja por cego e apaixonado tido,
E aos homens e inda aos deuses odioso.

Se males faz Amor, em mi se vêem;
Em mim mostrando todo o seu rigor,
Ao mundo quis mostrar quanto podia.

Mas todas suas iras são de amor;
Todos estes seus males são um bem,
Que eu por todo outro bem não trocaria.


Luís Vaz de Camões presume-se tenha nascido em Lisboa por volta de 1524, de uma família do Norte (Chaves). Viveu algum tempo em Coimbra onde, segundo consta, freqüentou aulas de Humanidades no Mosteiro de Santa Cruz onde tinha um tio padre. Regressou a Lisboa, levando aí uma vida de boemia. Em 1553, depois de ter sido preso devido a uma briga, parte para a Índia. Fixou-se na cidade de Goa onde escreveu, de acordo com seus estudiosos, grande parte da sua obra. Regressa a Portugal em 1569, pobre e doente, conseguindo publicar Os Lusíadas em 1572 graças à influência de alguns amigos junto do rei D. Sebastião. Faleceu em Lisboa no dia 10 de junho de 1580. É considerado o maior poeta português, situando-se a sua obra entre o Classicismo e o Maneirismo. Obras: "Os Lusíadas" (1572), "Rimas" (1595), "El-Rei Seleuco" (1587), "Auto de Filodemo" (1587) e "Anfitriões" (1587).


O soneto ora publicado foi extraído do livro "Inês de Castro e O velho do restelo", de autoria de Sylmara Beletti e Frederico Barbosa, Landy Editora - São Paulo, 2001, pág. 39.

Extraído do site: http://www.releituras.com/


COELHINHO DA PÁSCOA QUE TRAZES PRA MIM? FELIZ PÁSCOA!

Para TODOS VOCÊS, meus Amigos, e para a minha Família, uma Páscoa FELIZ.






Três amigos, um cômico, um médico e um botânico, resolveram fazer uma pescaria no pantanal. Prepararam tudo e lá se foram. Eis que, dois dias depois, remando pelos rios e igarapés, dão de cara com um índio e ficaram maravilhados. Foram conversar com o índio e acharam que deviam fazer sotaque de índio:
- Nóis pescando peixe muito bom, e índio como tá?
- Índio também, pescando peixe muito bom!
- Água muito boa de pescar! O que índio acha?
- Índio acha também! Trez homi branco tudo pescador? Aí eles respondem:
- Não, mim medicu, ele comi c# e ele botanicu! E índio é só pescador?
- Não, mim salvacu!... e mergulhou desesperado no rio.

Agradecimentos ao site: http://piadashowdebola.blogspot.com/

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Patriota? Não: só Português



Patriota? Não: só Português

Patriota? Não: só português.
Nasci português como nasci louro e de olhos azuis.
Se nasci para falar, tenho que falar-me.

Alberto Caeiro, in "Fragmentos"
Heterónimo de Fernando Pessoa

Do site: http://www.citador.pt/






O Amor A Portugal
Dulce Pontes

O dia há de nascer
Rasgar a escuridao
Fazer o sonho amanhecer
Ao som da canção
E então:
O amor há de vencer
A alma libertar
Mil fogos ardem sem se ver
Na luz do nosso olhar
Na luz do nosso olhar
Um dia há de se ouvir
O cântico final
Porque afinal falta cumprir
O amor a Portugal
O amor a Portugal!

Agradecimento ao site: http://letras.terra.com.br/


Na PÁSCOA... Culinária - Lombo Bacalhau c/ Puré de Azeite - Praça Alegria (Portugal)

Os pratos confecionados com o "famoso" Bacalhau recebem em Portugal "honrarias" TODOS OS DIAS mas, o especial realce, vai mesmo para a Semana Santa.
Aqui está um Vídeo de um Programa passado no Canal 1 da RTP. Confiram:-


Uma Nota MUITO ESPECIAL: na Páscoa, muitos Portugueses e suas Famílias, que trabalham e vivem um pouco por TODO o Mundo, estão de regresso ao "nosso" cantinho QUERIDO. Desejo, daqui do Brasil, enviar-vos um "abraço especial" e desejar-vos uma ótima estadia em FAMÍLIA.

Da minha própria mente

saem palavras soltas

Sentimentos desatados

memórias sentidas.

Onde me encontro

o relógio não pára.

Será tempo perdido?




Entrego ao ritual da escrita

A poesia errante

As minhas palavras constantes

gravadas nas folhas de um caderno.




Deixai-me ser eu

Deixai-me ser e escrever

Gravar, descobrir e encontrar

a verdadeira essência Humana.




Deixai-me soltar da mente as minhas palavras

Libertai-me como pétalas ao sabor do vento

Deixaí-las flutuar

Sem querer ter a noção do tempo

Pois desejo, que tornem minhas palavras

Reais, lidas, mas nunca esquecidas!!

Written by my dearest friend SOFIA from Póvoa de Varzim - Portugal in her blog
http://witchsofy.spaceblog.com.br/

domingo, 5 de abril de 2009

PORTUGAL: 25 de ABRIL SEMPRE...!!!




Senha 2 da Revolução de 25 de Abril

Grândola Vila Morena
Zeca Afonso



Grândola, vila morena
Terra da fraternidade
O povo é quem mais ordena
Dentro de ti, ó cidade

Dentro de ti, ó cidade
O povo é quem mais ordena
Terra da fraternidade
Grândola, vila morena

Em cada esquina um amigo
Em cada rosto igualdade
Grândola, vila morena
Terra da fraternidade

Terra da fraternidade
Grândola, vila morena
Em cada rosto igualdade
O povo é quem mais ordena

À sombra d'uma azinheira
Que já não sabia a idade
Jurei ter por companheira
Grândola a tua vontade

Grândola a tua vontade
Jurei ter por companheira
À sombra duma azinheira
Que já não sabia a idade.

(Vidé Vídeo)


Meninos de rua


O Artigo 227º da Constituição da República Federativa do Brasil confere à criança e ao adolescente os direitos e a dignidade devidos ao seu estatuto especial na sociedade.
Serão esses direitos e essa dignidade devidamente respeitados pela Família, pelo Estado e pela Sociedade?!...
Sabemos que o problema candente dos “meninos de rua”, da violência contra as crianças e a prostituição infantil não é um “exclusivo” do Brasil.
Um pouco por todo o Mundo, os dirigentes partidários e governamentais seguem políticas neoliberais o que, conseqüentemente, implica “cortes” nos investimentos sociais.
Sabemos, também, que não é só no Brasil que os apelos feitos, por Organizações voltadas para a proteção da criança e do adolescente e o próprio Estado, se fazem ouvir e que tentam através de vários meios, tirarem os meninos de rua de empregos precários bem como “desviá-los” dos caminhos da prostituição infantil mostrando-lhes, a seu modo, os caminhos conducentes a um futuro digno e melhor.
Na verdade, o problema persistirá enquanto as Famílias continuarem a debater-se com graves problemas econômicos e sociais, a começar até por um péssimo planejamento familiar que, quantas vezes, são “estimuladores” desse abandono das escolas em troca desses empregos “fáceis” ou mesmo da mendicidade nas ruas, no sentido de melhorarem o seu rendimento familiar disponível.
Assim, residirá mais na prevenção e no planejamento familiar muito do sucesso que se deseja para a resolução desses problemas e NUNCA através de medidas “avulsas” pretensamente moralistas e moralizadoras tomadas pelo Estado e por algumas dessas Organizações infanto-juvenis.
O próprio desinvestimento na Educação e na Cultura terá de ser repensado, pois sem escolas, sem programas minimamente mobilizadores e sem professores devidamente capacitados e motivados, não será jamais possível que os alunos deixem de trocar os bancos de escola por empresas “pouca ou nada escrupulosas” e pelas ruas “sedutoras”.


António Rui Silva
Estudante Universitário em Gestão de Recursos Humanos
11DEZ08
Publicado anteriormente no Spaceblog por ruilindomenino



"Sado doce e salgado"

Sonho delicadamente
como entardecer
que vejo sossegadamente
por um fio desaparecer.
Sinto a brisa do rio na face
como se sentisse um repasse
de um estremecer.
O rio Sado calmo e cintilante,
esconde o sol dentro dele
reflectindo pelo sal brilante
tons de rosa a florescer.
Inspiro a deslumbrância
e toda a serenidade
que surge com abundância
solicitando a Liberdade.
Sado Sadino,
doce e salgado,
tens olhar de menino
que me deixa encantado.
Autoria: Inês Bárbara Trindade
Setúbal, Guia de Eventos nº 51, Março 2009




Navegar (nem sempre...) é Preciso


Navegadores antigos tinham uma frase gloriosa:
"Navegar é preciso; viver não é preciso".

Quero para mim o espírito [d]esta frase,
transformada a forma para a casar como eu sou:

Viver não é necessário; o que é necessário é criar.
Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso.
Só quero torná-la grande,
ainda que para isso tenha de ser o meu corpo
e a (minha alma) a lenha desse fogo.

Só quero torná-la de toda a humanidade;
ainda que para isso tenha de a perder como minha.
Cada vez mais assim penso.

Cada vez mais ponho da essência anímica do meu sangue
o propósito impessoal de engrandecer a pátria e contribuir
para a evolução da humanidade.

É a forma que em mim tomou o misticismo da nossa Raça.

Fernando Pessoa

Meus agradecimentos ao Site: http://www.casadobruxo.com.br/