POR UM PORTUGAL DIFERENTE

POR UM PORTUGAL DIFERENTE
ABRIL VIRÁ...!!!

EXPERIMENTE... VÁ ATÉ LÁ!

MUDAR...

Estrela - DestaquesNinguém pode ser escravo de sua identidade; quando surge uma possibilidade de mudança é preciso mudar. (Elliot Gould)

Frases e Mensagens -

NÃO HÁ ACORDO...!!!...

NÃO HÁ ACORDO...!!!...
... Português há só UM...!!!

TRADUÇÃO/TRANSLATE/TRADUCION

SEM IMITAÇÕES...

ACREDITE...

"Nunca faça graça de graça. Você é humorista, não político."

A Hora em Poá (BRASIL)

"Nada descreve melhor o caráter dos homens do que aquilo que eles acham ridículo."

VELHO PROVÉRBIO PORTUGUÊS

"Dois olhos vêem mais do que um só."
Veja Frases para Orkut - Kifrases.com

LOVE, love, LoVe

OvEr ThE RaInBoW

1lindoMENINO ...

Verdade, Verdadinha...!!!

zwani.com myspace graphic comments

1lindomenino

Menininhas e inhos venham a mim...

Posting

Photo Flipbook Slideshow Maker
PORTUGAL é "isto"... e MUITO MAIS...!!!

António GEDEÃO


Eu, quando choro, não choro eu. Chora aquilo que nos homens em todo o tempo sofreu. As lágrimas são as minhas mas o choro não é meu.A.GEDEÃO

SEJA ASSIM... COMO EU!

recadosparablogseorkut.com


Mais Um(a)...!!! OBRIGADO...!!!

sábado, 20 de junho de 2009

Parque Natural da Arrábida - Um património a preservar (SETÚBAL/PORTUGAL)

Documentário que retrata os aspectos biológicos, geológicos e ambientais do PNA, um dos parque naturais mais ricos de Portugal.O documentário foi criado por Hugo Domingos, João Dias e Nélson Silva, alunos da Lic. Ensino das Ciências da Natureza, em âmbito extra-curricular no ano lectivo de 2005-2006.

(Vidé Vídeo)

Fernando PESSOA, "convidado ilustre"


Acordo de noite subitamente
Fernando Pessoa


Acordo de noite subitamente.
E o meu relógio ocupa a noite toda.
Não sinto a Natureza lá fora,
O meu quarto é uma coisa escura com paredes vagamente brancas.
Lá fora há um sossego como se nada existisse.
Só o relógio prossegue o seu ruído.
E esta pequena coisa de engrenagens que está em cima da minha mesa
Abafa toda a existência da terra e do céu...
Quase que me perco a pensar o que isto significa,
Mas estaco, e sinto-me sorrir na noite com os cantos da boca,
Porque a única coisa que o meu relógio simboliza ou significa
É a curiosa sensação de encher a noite enorme
Com a sua pequenez...


Agradecimento ao Site: http://www.astormentas.com/

Ne me quitte pas (Jacques Brel )

Nota de 1lindomenino: a voz e a música de BREL...inconfundíveis... !!!

O tal "imaginário" a funcionar... !!

Avisando da morte do marido (PIADA... mesmo com uma MORTE...rsrs)

Três amigos, João, Antônio e Severino, estão trabalhando em uma obra quando o Severino, sofre um acidente e morre.

Os dois precisam contar para a viúva e um deles diz:

Rapaz, eu não tenho coragem de fazer isso, vai lá você e fala com a mulher.

E o outro:
— Eu não vou, vai você!

Depois de muita discussão o João vai.

Uma hora depois, ele volta com uma caixa de cerveja na mão e o Antônio pergunta:
— Você não contou pra viúva sobre a morte do Severino?

— Contei.

E como é que você volta com uma caixa de cerveja?

Eu cheguei pra ela e disse: "A senhora é a viúva do Severino"?

— E aí?

— Ela disse que não.

— E você?

— Eu disse: "Quer apostar uma caixa de cerveja"?



O "SEX APPEAL"... "Melhor Sexo Dura entre 7 e 13 minutos"




Estudo: Se 1 a 2 minutos é pouco, mais de 13 minutos é visto como tempo de mais para a penetração sexual...




As melhores relações sexuais humanas, não incluindo preliminares, são as que duram entre 7 e 13 minutos. Esta é a conclusão de um estudo feito por sexólogos americanos, com base nos dados que recolheram de milhares dos seus pacientes, que foi publicado no Journal of Sexual Medicine. Segundo os resultados, o ato sexual (só no tocante á penetração) de 1 a 2 minutos é “demasiado curto”, entre 3 e 7 minutos é “adequado”, de 7 a 13 minutos é “desejável” e mais que isso é “demasiado longo”.

__________________________________________________

A pesquisa é valida! Inclusive no que diz respeito a quebrar mitos, pois a maioria dos homens acha que têm que ser como os atores de filmes pornôs que transam por horas, mas isso é coisa de filme, na vida real isso não acontece nem com os próprios atores... Porém cada um é cada um e até hoje eu nunca vi uma mulher reclamando por ter 30 minutos de penetração (o que é difícil acontecer)...





Nota de 1lindondomenino: comecem a "cronometar" a "coisa" e, já agora, vejam se estão no "padrão"... certo...?! Se NÃO estiverem... RECLAMEM... !!!


SOGRA, salvo RARAS exceções, é SEMPRE uma PIADA...!!! - "Tipos de sogra"

Modelo de uma "BOA SOGRA"...rsrs

SOGRA TRANQUILA
Nome Científico: "Sogronis pacificus"
Uma espécie bem dócil. Deixa a filha livre para namorar sem fazer perguntas. E ainda te serve cafezinho com biscoitos quando
mal te conhece. Emigra várias vezes por ano, deixando a casa livre.

SOGRA SERPENTE
Nome Científico: "Sogronis viboras"
Esta sogra é um perigo. Sua língua venenosa acaba com as tentativas de namoro da filha. Infelizmente, é o tipo mais comum.

SOGRA QUERIDA
Nome Científico: "Sogronis simpaticcus"
Se trata de uma espécie amorosa, difícil de encontrar, que adota os namorados, escuta seus problemas e os apoia para continuar a relação. Rara espécie, hoje em extinção. Quem captura não solta.

SOGRA INTROMETIDA
Nome Científico: "Sogronis metidus"
Se mete quando menos espera e adora elogiar ao ex-namorado de sua namorada. Vence sua presa pelo cansaço. Tem o mal costume de viver com a cria quando esta se casa.

SOGRA DUAS CARAS
Nome Científico: "Sogronis falsitis"
Sempre te trata bem, mas na realidade tá te puxando o tapete. Nunca faz nada contra você perto da filha, para que ela não acredite em suas reclamações.

SOGRA TRABALHADORA

Nome Científico: "Sogronis workaholic"
Tem 3 empregos, faz hidroginástica, adora levar trabalho para casa e quando você aparece põe você para trabalhar.
Para ela, o namorado ideal de sua filha tem que fazer tudo o que ela faz e ainda ter dinheiro para levá-la ao shopping. Para a filha dela é o mínimo necessário.

SOGRA IDEAL
Nome Científico: "Sogronis difuntus"
Está enterrada pelo menos a 7 palmos debaixo da terra!!!



Erecção prolongada dá processo em tribunal

One penis "erectus" (so, so...)

Homem diz que o problema afectou o seu casamento


Uma erecção prolongada de 55 horas foi motivo para o ex-presidiário Dawud Yaduallah, de 43 anos, colocar um processo sobre a enfermeira Judith Lovelace, noticia o jornal brasileiro «Globo». O caso ocorreu nos Estados Unidos.

Yaduallah alega que teve uma dolorosa erecção depois de ter sido medicado pela enfermeira. De acordo com o homem, a enfermeira provocou «graves danos ao pénis, incluindo a disfunção eréctil, incapacidade de ejacular e dor durante as relações sexuais».

O homem afirmou que precisa de uma prótese para «restaurar a sua função sexual». Yaduallah destacou também que o problema médico afectou o seu casamento.

Dawud Yaduallah confessou que, durante o tempo em que esteve na prisão, recebeu doses diárias de antipsicóticos que provocaram erecções persistentes e dolorosas.



Agradecimento ao Site: http://www.tvi24.iol.pt/

Nota de 1lindomenino: no tempo do BUSH, ainda vá que não vá aparecerem estes "maduros" com "idéias esquisitas"... !!! Mas agora tb "aparecem" com o democrata OBAMA... ???!!! AH, estes "amaricanos"... !!!


sexta-feira, 19 de junho de 2009

Traz Outro Amigo Também - José Afonso




ZECA AFONSO



Traz outro amigo também


Traz outro amigo também abre as portas de outra fase de Zeca. Os poemas são mais complexos e o suporte musical torna-se menos expurgado. Carlos Correia (Bóris) empresta-lhe um acompanhamento mais rico e abre perspectivas sonoras que José Mário Branco vai esplorar de forma inigualável.

Traz outro amigo também
Canto moço
Os eunucos
Avenida de Angola
Canção do desterro
Carta a Miguel Djéjé
Cantiga do monte



Agradecimento ao Site: http://www.azeitao.net/

Competição de Morcegos


O morcego estava fazendo uma competição com seus três filhos pra ver quem arrumava sangue mais rápido. O filho mais velho sai voando e volta em 60 segundos com a boca suja de sangue. O pai pergunta:
- Onde você arrumou esse sangue?
- Tá vendo aquele boi ali?
- Tô.
- Foi dele.
O segundo filho sai voando e volta em 30 segundos com a boca suja de sangue. O pai pergunta:
- Onde você arrumou esse sangue?
- Tá vendo aquela mulher ali?
- Tô.
- Foi dela.
O filho mais novo sai voando e volta em 15 segundos com a boca suja de sangue. Novamente, o pai:
- Onde você arrumou esse sangue?
- Tá vendo aquele muro ali?
- Tô.
- Então, eu não vi.




Agradecimento ao Site: http://piadashowdebola.blogspot.com/


Dar sem esperar receber


Havia uma pequena aldeia onde o dinheiro não entrava.
Tudo o que as pessoas compravam, tudo o que era cultivado e produzido por cada um, era trocado.
A coisa mais importante, a coisa mais valiosa, era a amizade.
Quem nada produzia, quem não possuía coisas que pudessem ser trocadas por alimentos, ou utensílios, dava seu CARINHO.
O CARINHO era simbolizado por um floquinho de algodão.
Muitas vezes, era normal que as pessoas trocassem floquinhos sem querer nada em troca.
As pessoas davam seu CARINHO pois sabiam que receberiam outros num outro momento ou outro dia.
Um dia, uma mulher muito má, que vivia fora da aldeia, convenceu um pequeno garoto a não mais dar seus floquinhos.
Desta forma, ele seria a pessoa mais rica da cidade e teria o que quisesse.
Iludido pelas palavras da malvada, o menino, que era uma das pessoas mais populares e queridas da aldeia, passou a juntar CARINHOS e em pouquíssimo tempo sua casa estava repleta de floquinhos, ficando até difícil de circular dentro dela.
Daí então, quando a cidade já estava praticamente sem floquinhos, as pessoas começaram a guardar o pouco CARINHO que tinham e toda a HARMONIA da cidade desapareceu.
Surgiram a GANÂNCIA, a DESCONFIANÇA, o primeiro ROUBO, o ÓDIO, a DISCÓRDIA, as pessoas se XINGARAM pela primeira vez e passaram a IGNORAR-SE pelas ruas.
Como era o mais querido da cidade, o garoto foi a primeiro a sentir-se TRISTE e SOZINHO, o que o fez o menino procurou a velha para perguntar-lhe e dizer-lhe se aquilo fazia parte da riqueza que ele acumularia.
Não a encontrando mais, ele tomou uma decisão.
Pegou uma grande carriola, colocou todos os seus floquinhos em cima e caminhou por toda a cidade distribuindo aleatoriamente seu CARINHO.
A todos que dava CARINHO, apenas dizia: "Obrigado por receber meu carinho".
Assim, sem medo de acabar com seus floquinhos, ele distribuiu até o último CARINHO sem receber um só de volta. Sem que tivesse tempo de sentir-se sozinho e triste novamente, alguém caminhou até ele e lhe deu CARINHO.
Um outro fez o mesmo...
Mais outro...e outro...até que definitivamente a aldeia voltou ao normal.

MORAL DA HISTÓRIA:
Nunca devemos fazer as coisas pensando em receber em troca.
Mas devemos fazer sempre. Lembrar que um amigo existe é muito importante.
Muito mais importante do que cobrar dos outros que se lembrem de você, pois assim, você estará querendo acumular amizades sem fazer o seu papel de amigo.
Receber CARINHO é muito bom. E o simples gesto de lembrar que um amigo existe é a forma mais simples de fazê-lo.



Recebido via e-mail do Site: http://www.portaldiabetes.com.br/

quarta-feira, 17 de junho de 2009

A Música de PORTUGAL com... Jorge Palma - "Encosta-te a Mim"

Alguns "testemunhos" de RAÚL BRANDÃO


Nenhum de nós sabe o que existe e o que não existe.

Vivemos de palavras.

Vamos até à cova com palavras.

Submetem-nos, subjugam-nos.

Pesam toneladas, têm a espessura de montanhas.

São as palavras que nos contêm, são as palavras que nos conduzem. Mas há momentos em que cada um redobra de proporções, há momentos em que a vida se me afigura iluminada por outra claridade.

Há momentos em que cada um grita:

- Eu não vivi! eu não vivi! eu não vivi!

- Há momentos em que deparamos com outra figura maior, que nos mete medo.

A vida é só isto?



Raúl Brandão


Agradecimento ao Site: http://www.pensador.info/

Vai doer só um pouquinho (PIADA...tá...?!)


- Vamos começar?
- Não sei, estou com medo!
- Medo de que?
- Medo de doer.
- Um dia você vai ter que deixar.
- Acho que não.
- Confie em mim. Eu vou devagar.
- Como fico?
- Nessa posição.
- Assim?
- Abra mais um pouco.
- Ai, está doendo.
- Agüenta firme, não posso parar
- Não posso agüentar mais.
- Abra mais.
- Está doendo.
- Vou tirar.
- Que alívio!
- Até que não fomos mal.
- Ai, está sangrando.
- Sempre sangra um pouco.
- E se não parar?
- Claro que pára.
- Como você sabe?
- Tenho experiência.
- Está parando.
- Não disse?!
- Quando volto para arrancar o outro dente?


Agradecimento ao Site: http://boaspiadas.blogspot.com/

A confiança que a sinceridade traz


O desejo sincero de ser útil, de contribuir, nos dá confiança nas situações difíceis - telefonemas de vendas, entrevistas de emprego, discursos em público, confrontos, pedidos de ajuda, solução de diferenças.

Quando você é realmente sincero no seu desejo de ajudar, isso será percebido. Você terá uma confiança natural e uma eficiência que só aparecem quando o que você está fazendo tem valor.

Considere com cuidado o que você tem a oferecer e o que você pode fazer pelo outro. Como seu relacionamento irá beneficiá-lo? Agora pense em como você se sentiria se alguém ligasse para você e mostrasse real interesse em ajudar. Não seria maravilhoso?

O desejo sincero de ajudar é mais do que uma intenção. Inclui a determinação de estar adequadamente preparado e fazer aquilo que lhe colocará na posição de poder ajudar.


Recbido via e-mail pelo Site: www.diabetenet.com.br

terça-feira, 16 de junho de 2009

Traído pelo próprio pênis (...uma PIADA "triste"...)


Depois de muito tempo insistindo, o sujeito consegue levar a secretária gostosíssima para um motel. Mal chegaram, ele tira a roupa, pula em cima dela e...
Nada. Tenta de tudo quanto é jeito e... Nada.
Até que por fim desiste e leva a garota até a casa dela.
Mais tarde, já em casa, enfia-se debaixo do chuveiro. Dez segundos depois está com o negócio rijo como uma pedra.
— Filho da puta — diz, olhando para o meio das pernas. — Agora que você se manifesta... Depois da vergonha que me fez passar, ainda tem coragem de ficar aí, olhando pra cima, rindo da minha cara? Demorei mais de seis meses para convencer aquela mulher a se deitar comigo e você me dá uma dessas... Que decepção!
Nisso, deixa escapar um peido barulhento. Vira-se para trás e bronqueia:
— E você aí vê se fica quieto que o seu passado não é dos melhores...



Agradecimento ao Site: http://piadashowdebola.blogspot.com/

O Fim do Amor Trágico e Romântico?

Vivemos, de facto, numa época em que a noção de amor trágico e romântico, que herdámos do século dezanove, se tornou inactual, embora continue ainda a ser vivida por muitos - e até com o carácter de construção moral e estética - essa relação extremamente apaixonada, exigente e exclusiva. A reclamação da liberdade erótica não me parece que de algum modo tenda a degradar a vida, conquanto possa dessublimizá-la e do mesmo passo desmistificá-la, precisamente no propósito de a tornar mais lúcida e mais generosa. Afigura-se-me que na contestação de todas as prepotências firmadas em preconceitos, em princípios estabelecidos apriorísticamente, há sempre um nexo muito íntimo entre a reinvindicação da liberdade erótica, da liberdade no trabalho e da liberdade política. E, naturalmente, quando se dá uma explosão desta espécie, é como uma pedra que rola e que vai agregando uma série de materiais e descobrindo a sua própria composição até às zonas mais profundas da sua estrutura.


Urbano Tavares Rodrigues, in "Ensaios de Escreviver"


Agradecimento ao Site:
http://www.citador.pt/

Ofereça a outra face




Quando falou que se alguém nos batesse numa face, deveríamos oferecer a outra, Jesus expressou um grandioso ensinamento que, se levado em conta, teríamos a solução para todas as situações desagradáveis que surgissem em nossa vida.

Oferecer a outra face não quer dizer dar o rosto para bater. É uma metáfora que sugere que se a situação nos chega de forma desagradável, devemos mostrar a face oposta.

Dar a outra face é mudar a paisagem, é uma ação positiva diante de uma negativa.

Assim, quando todos atiram pedras, ofereça uma flor.

Quando todos caminham para o lado errado, mostre o passo certo.

Se tudo estiver escuro, se nada puder ser visto, acenda você uma luz, ilumine as trevas com uma pequena lâmpada.

Quando todos estiverem chorando, dê o primeiro sorriso; não com lábios sorridentes, mas com um coração que compreenda, com braços que confortem.

Quando ninguém souber coisa alguma, e você souber um pouquinho, ensine, começando por aprender, corrigindo-se a si mesmo.

Quando alguém estiver angustiado, mostre-lhe a face do conforto.


Se encontrar alguém em desespero, acene com a esperança, mesmo que isso seja um desafio para você mesmo.

Quando a terra dos corações estiver seca, que sua mão possa regá-las.

Quando a flor do afeto estiver sufocada pelos espinhos da incompreensão, que sua mão saiba arrancar a praga, afagar a pétala, acariciar a flor.

Onde haja portas fechadas para o entendimento, leve a chave da concórdia e da compreensão.

Onde o vento sopra, frio, enregelando corações, que o calor de sua alma seja proteção e abrigo.

Se alguém caminha sem rumo, mostre-lhe as pegadas que conduzem a um porto seguro.

Onde a crítica azeda for o assunto principal, ofereça uma palavra de otimismo, um raio de esperança, uma luz que rompe as trevas e clareia o ambiente mental.

Quando todos parecerem perdidos, mostre o caminho de volta.

Quando a face da solidão se mostrar como única alternativa na vida de alguém, seja uma presença que conforta, ainda que uma presença silenciosa.

Onde o manto escuro da morte se apresenta como um beco sem saída, fale da vida exuberante que aguarda os seres que fazem a passagem pela porta estreita do túmulo.

Seja você a oferecer a face sorridente e otimista da vida, onde a tristeza e o pessimismo marcam presença.




Recebido por e-mail do Site: www.portaldiabetes.com.br

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Madredeus - O Pastor

Do album Existir (1990)


Ai que ninguém volta
ao que já deixou
ninguém larga a grande roda
ninguém sabe onde é que andou

Ai que ninguém lembra
nem o que sonhou
(e) aquele menino canta
a cantiga do pastor

Ao largo
ainda arde
a barca
da fantasia
e o meu sonho acaba tarde
deixa a alma de vigia
Ao largo
ainda arde
a barca
da fantasia
e o meu sonho acaba tarde
acordar é que eu não queria.

(Vidé VÍDEO)


Nota de 1lindomenino: estas músicas que passo aquí no meu Blog têm a função “especial” de mostrar aos meus Amigos do Brasil a QUALIDADE da música que os “Portugas” fazem... !!!

A Vida

A vida, as suas perdas e os seus ganhos, a sua
mais que perfeita imprecisão, os dias que contam
quando não se espera, o atraso na preocupação
dos teus olhos, e as nuvens que caíram
mais depressa, nessa tarde, o círculo das relações
a abrir-se para dentro e para fora
dos sentidos que nada têm a ver com círculos,
quadrados, rectângulos, nas linhas
rectas e paralelas que se cruzam com as
linhas da mão;

a vida que traz consigo as emoções e os acasos,
a luz inexorável das profecias que nunca se realizaram
e dos encontros que sempre se soube que
se iriam dar, mesmo que nunca se soubesse com
quem e onde, nem quando; essa vida que leva consigo
o rosto sonhado numa hesitação de madrugada,
sob a luz indecisa que apenas mostra
as paredes nuas, de manchas húmidas
no gesso da memória;

a vida feita dos seus
corpos obscuros e das suas palavras
próximas.



Nuno Júdice, in "Teoria Geral do Sentimento"

Agradecimento ao Site: http://www.citador.pt/

Alguns dos "SOUVENIRS DU PORTUGAL"... olá, lá, lá... !!!


Bacalhau à moda da Beira-Baixa... hummmmmmmmm
Aquele AZEITE... o "tal"... uiuiuiuiuiiuiui....!!!

Pastéis de Bacalhau... os "legítimos"... psspspspspsps

Pastéis de Belém... os "ÚNICOS" e comidos em "su sítio", ou seja, na Casa dos Pastéis de Belém, em Lisboa.... aiiiiiiiiii
Vou terminar com um café DELTA (que me desculpem as outras marcas de café...!!!). Que AROMA, que PALADAR, que... MERDA não ter AGORA um aquí para BEBER...!!! Parabéns ao senhor Rui Nabeiro, um verdadeiro "expert" de cafés lá para os lados de Campo-Maior (Alentejo).

Nota de 1 lindomenino:

como é que um País tão "small" consegue ter "coisas de tão ENORME QUALIDADE... ?!...

Pensamentos de OURO...


"Nada é veneno e tudo é veneno; a diferença está na dose."
Paracelsus



"O orgulho devora a si mesmo."
William Shakespeare





"O homem esquece mais facilmente a morte do pai do que a perda do patrimônio."
Nicolau Maquiavel





"Sabemos muito pouco o que nós somos e menos ainda o que podemos ser."
Lord Byron







Agradecimentos ao Site: http://www.velhosabio.com.br/


Um Médico e Uma Médica se Encontram


Muitos anos depois de formados, um médico reencontra uma ex-colegas de faculdade em uma convenção. Assistem as palestras juntos e depois saem para jantar, assim começa a pintar um "clima". Na hora de irem embora descobrem que estão hospedados no mesmo hotel. Como o vinho do jantar já havia produzido um certo relax, acabam no mesmo apartamento e a coisa esquenta. Começam as intimidades, carícias, beijos e acontece o inevitável. Depois da relação, a médica vai se banhar. Meticulosamente, faz uma assepsia impecável, esfregando vigorosamente as mãos e o antebraço umas vinte vezes ou mais.
Lá da cama, o médico observa atentamente e fala:
-Já sei em que especialidade você está trabalhando!
A médica pergunta:
-Qual é?
Ele diz:
-Você é cirurgiã.
Ela responde:
-Certo! Como você descobriu isso?
-Pela forma detalhista como você se lava.
Aí a doutora retruca:
-Eu também descobri sua especialidade!
O médico assustado diz:
-Não é possível, não levantei da cama, nem me lavei!
E a médica:
-Você é anestesista.
Desconcertado com o acerto, o doutor pergunta:
-Mas como você conseguiu descobrir?
-Foi fácil. Na relação eu não senti nadinha!



Agradecimento ao Site: http://boaspiadas.blogspot.com/


Qual é a sua escolha para hoje?


As escolhas norteiam nosso dia-a-dia. A partir delas, poderemos atuar para ser melhor, nos mantermos no mesmo patamar ou até mesmo dar uma escorregada e caminhar para trás... É verdade! São nossas as escolhas.


São elas as responsáveis pelo que somos, fomos ou vamos ser. São elas que nos fazem evoluir ou manter o padrão, a crescer com as descobertas ou nos enterrarmos nos comportamentos repetitivos, a nos autoconhecer e/ou nos manter em relacionamentos para que não tenhamos de nos olhar...


A cada momento há uma escolha! Complexo isso, não? Mas repare, até a não escolha, é uma escolha! Ou seja: não temos saída. O fato de existirmos já nos faz todo o tempo exercitar o que queremos ou não queremos a cada momento. Quem queremos ou não queremos na nossa vida. A quem vamos nos dedicar ,ou não, com o que temos de mais precioso - nosso tempo!


E, nesse contexto, se não escolhemos seremos escolhidos. E isso, infelizmente, nem sempre atenderá nossas expectativas mais intensas. Se tempo é vida e, portanto, não volta atrás, não podemos sair por aí recolhendo o tempo que demos ao outro, a uma causa, a uma escolha. Ele simplesmente passa e não volta! O que temos a fazer, então, é ficar atentos, presentes, vivos. Não devemos continuar a eleger de qualquer maneira o que fará ou não parte das nossas vidas.


É preciso foco, tempo, análise e reflexão para tudo o que praticamos. Tudo bem que nem sempre vamos conseguir essa qualidade. Algumas vezes vamos mesmo ligar o "piloto automático" e, nesse caso, seja o "que Deus quiser". O que não vale é ficar todo o tempo no automático enquanto a vida, os amores, os relacionamentos passam... Se agirmos dessa forma não vamos aprender com o que está acontecendo, vamos nos condenar a repetir e repetir a não escolha, ou a escolha mais complicada, por muitos e muitos anos...


E porque fazemos isso? Por que não paramos para compreender a escolha, a opção que estamos aceitando no momento em que estamos vivenciando a experiência? Difícil responder. Pode ser por que não aprendemos, não sabemos que são nossas as escolhas. Pode ser por preguiça, por medo, etc, etc. E isso não tem absolutamente nada a ver com a disposição. Não quer dizer que não tenhamos disposição para o trabalho, para os amigos, para o lazer, para a família, para o parceiro. Nem tempo!


Arranjamos esse tempo. Nos dividimos em 1.000 para atender a tudo e a todos e, na contrapartida, não ter de pensar em nós, ou melhor, não escolher para nós. Esse tipo de atitude tem impacto direto em nossos relacionamentos. Toda vez que for mais fácil, ou menos doloroso, nos ocupar do outro do que de nós vamos ter um problema. Os sonhos, projetos, vontades, desejos, tudo do outro é do outro. Não importa se parece ter mais cor, mais importância, mais diversão - não é nosso. Podemos incluir tudo isso na nossa vida, mas, para tanto, é preciso ter uma vida.


O outro sempre irá se apaixonar pelo que fazemos de nós e não pelo que fazemos dele. Normalmente, o outro pode se cuidar muito bem. Ele sabe fazer escolhas, manter-se firme nos seus sonhos, nas suas conquistas - e evoluir. E nós?!? Quando será que vamos ter tempo para olhar, e escolher o que realmente nos importa? Dar-nos tempo, vida, atenção?


Talvez seja este um bom momento para questionar tudo. A casa, os amigos, o estilo de vida, o parceiro, o trabalho, os estudos, o cotidiano! Como estamos? Chegamos aonde queremos?! Aliás, aonde queremos chegar?!? Pare, responda sinceramente a você mesmo e... faça as suas escolhas. As SUAS escolhas!



(artigo de Sandra Maia, autora dos livros "Eu Faço Tudo por Você - Histórias e relacionamentos co-dependentes" e "Você Está Disponível? Um caminho para o amor pleno")



Recebido por e-mail do Site: www.portaldiabetes.com.br

domingo, 14 de junho de 2009

FRED MERCURY AND THE QUEEN

SEM PALAVRAS... "ouvidos e olhinhos"... !!!

Pensão familiar


Jardim da pensãozinha burguesa.
Gatos espapaçados ao sol.
A tiririca sitia os canteiros chatos.
O sol acaba de crestar as boninas que murcharam.
Os girassóis
amarelo!
resistem.
E as dálias, rechonchudas, plebéias, dominicais.


Um gatinho faz pipi.
Com gestos de garçom de restaurant-Palace
Encobre cuidadosamente a mijadinha.
Sai vibrando com elegância a patinha direita:
— É a única criatura fina na pensãozinha burguesa.



MANUEL BANDEIRA



Estes poemas belíssimos, de Manuel Bandeira — Estrela da Vida Inteira, Ed. Nova Fronteira, fone (021)286.78.22, Brasil — foram inspiração (e homenagem a ele) para Soares Feitosa, "in" Do Belo-Belo.

Agradecimento ao Site: http://www.revista.agulha.nom.br


Ashes and Snow- Feather to Fire (VÍDEO)

Gregory Colbert has used both still and movie cameras to explore extraordinary interactions between humans and animals. His exhibition, Ashes and Snow, consists of over 50 large-scale photographic artworks, a 60-minute film, and two 9-minute film haikus. The show will next open in Mexico City on December 15.

This excerpt is entitled Feather to Fire, and is narrated in three languages by Laurence Fishburne (English), Ken Watanabe (Japanese), and Enrique Rocha (Spanish).

More information about Gregory Colbert and Ashes and Snow is available at www.ashesandsnow.com.

Ashes and Snow® and Nomadic Museum® are registered trademarks of Gregory Colbert.

(Vidé VÍDEO)

Nota de 1lindomenino: espero que gostem. Eu acho este VÍDEO “com TUDO”...!!!
Grande QUALIDADE...!!!

INÓPIA


.
Nesse tempo,
em que a barbárie bomba,
qualquer sobra de virtude
é sombra…
da gigantesca indiferença
a espalhar-se sob o sol..


Nesses dias,
em que ninguém se encontra,
toda amostra de amor
assombra
a nós,…
cada vez mais acostumados
a passar a vida sós .
.
.

(André L. Soares)


Agradecimento ao Site: http://prosaepoesia.wordpress.com/

PIADA... Hummmm... "A doida e o doido - Teste do bafômetro"


No corredor do manicômio, uma mulher doida se diverte com sua cadeira de rodas. Anda de um lado pro outro, imitando o barulho de um carro de corrida.

De repente, sai um louco de um quarto, olha para ela e diz:
- Desculpe-me, mas a senhora estava circulando acima do limite de
velocidade. Posso ver sua carteira de habilitação?

A doida procura nos bolsos da sua bata e tira um vale transporte usado.
O louco examina o documento, devolve, e, depois de adverti-la sobre os
perigos do excesso de velocidade, a libera.

A doida segue em frente nas suas 500 milhas de Indianápolis e, ao
passar pelo quarto do mesmo louco, ele a detém novamente e diz:

- Desculpe-me, mas a senhora estava transitando na contra-mão. Posso
ver os documentos do seu carro?

A doida remexe novamente nos bolsos e tira um tíquete de supermercado
todo amarrotado.
O louco vê que a documentação está em ordem, faz nova advertência e
deixa-a ir embora.

A doida dispara novamente pelo corredor e, quando passa novamente pela porta do doido, ele sai pela terceira vez do seu quarto, agora
totalmente pelado e com uma ereção daquelas de pôr inveja em ator de
filme pornô.

A doida olha pra ele, arregala os olhos e diz:

- Ah, nãooooo.. .!!! Teste do bafômetro de novo?



Agradecimento "habitual" ao Site: http://piadashowdebola.blogspot.com/


O verdadeiro fracasso


Fracassamos quando enxergamos a derrota antes da batalha.
Quando abandonamos a luta, com medo da discórdia.
Quando ouvimos o Não antes da pergunta.
Quando silenciamos, com medo da resposta.

Fracassamos quando o dia amanhece na hora em que deitamos.
Quando o sono vem e não nos entregamos.
Quando o medo de sonhar se transforma em pesadelo.
Quando a vida se dilui na busca que fazemos.

Fracassamos quando a chave da verdade abre as portas da mentira.
Quando lamentamos, na chegada, a hora da partida.
Quando o amor vai a leilão, no martelo da cobiça.

Fracassamos quando choramos a morte, diante da vida.


Recebido via e-mail do Site:
www.diabetenet.com.br