POR UM PORTUGAL DIFERENTE

POR UM PORTUGAL DIFERENTE
ABRIL VIRÁ...!!!

EXPERIMENTE... VÁ ATÉ LÁ!

MUDAR...

Estrela - DestaquesNinguém pode ser escravo de sua identidade; quando surge uma possibilidade de mudança é preciso mudar. (Elliot Gould)

Frases e Mensagens -

NÃO HÁ ACORDO...!!!...

NÃO HÁ ACORDO...!!!...
... Português há só UM...!!!

TRADUÇÃO/TRANSLATE/TRADUCION

SEM IMITAÇÕES...

ACREDITE...

"Nunca faça graça de graça. Você é humorista, não político."

A Hora em Poá (BRASIL)

"Nada descreve melhor o caráter dos homens do que aquilo que eles acham ridículo."

VELHO PROVÉRBIO PORTUGUÊS

"Dois olhos vêem mais do que um só."
Veja Frases para Orkut - Kifrases.com

LOVE, love, LoVe

OvEr ThE RaInBoW

1lindoMENINO ...

Verdade, Verdadinha...!!!

zwani.com myspace graphic comments

1lindomenino

Menininhas e inhos venham a mim...

Posting

Photo Flipbook Slideshow Maker
PORTUGAL é "isto"... e MUITO MAIS...!!!

António GEDEÃO


Eu, quando choro, não choro eu. Chora aquilo que nos homens em todo o tempo sofreu. As lágrimas são as minhas mas o choro não é meu.A.GEDEÃO

SEJA ASSIM... COMO EU!

recadosparablogseorkut.com


Mais Um(a)...!!! OBRIGADO...!!!

sábado, 30 de abril de 2011

Já que estamos a falar em "MULAS e BÊBADAS", aí vai: A Mula da Cooperativa




Musica Mula da Cooperativa - Max




Posted by 1lindomenino


Dated30apr2011


BRINCADEIRA: Proibida de beber em público no reino Unido trata-se no Algarve

Inglesas no ALGARVE: bêbadas até não (f)poder MAIS...!!!


Tem apenas 21 anos e é considerada por muitos como a "maior alcoólica do Reino Unido"





A inglesa Laura Hall, de 21 anos, é a única pessoa proibida de beber em público e de entrar em todos os bares do seu país. Encontra-se em reabilitação na clínica Nova Vida, no Algarve, noticia o jornal «SOL».

A directora da clínica, Alex Flood, afirma que Laura Hall já tinha lá estado internada, entre Julho e Dezembro de 2010.
No entanto, após ter regressado ao Reino Unido, teve uma recaída e encontra-se agora novamente na clínica algarvia.

A jovem inglesa, oriunda de «boas famílias», não é considerada o estereótipo de jovem com problemas autodestrutivos, o que choca ainda mais todo o Reino Unido pela escolha da sua conduta. Começou a beber aos 13 anos e, desde aí, nunca mais parou, tendo tido a sua primeira detenção aos 15 anos.
Hoje, tem um registo de 40 detenções.

Alex Flood diz tratar-se de um tratamento de «abstinência total» e lamenta que Laura Hall seja «ignorada» e não encontre o apoio devido no seu país.
Afirma ainda que, «no Reino Unido, não há centros especializados em tratar jovens dependentes».

A Justiça Britânica considera «desprezível o facto de uma jovem mulher ter um recorde» de
40 detenções com o álcool.

Fonte: Iol.pt





Nota de 1lindomenino: só "importamos mesmo é TRAMPA"!...

Confidencial: diz-me a morada que eu te envio "cachaça da BOA" por um preço de "amigos", tá... BORRACHONA!





Posted by 1lindomenino

Dated30apr2011


sexta-feira, 29 de abril de 2011

Passei o Dia Ouvindo o que o Mar Dizia



Eu hontem passei o dia
Ouvindo o que o mar dizia.

Chorámos, rimos, cantámos.

Fallou-me do seu destino,
Do seu fado...

Depois, para se alegrar,
Ergueu-se, e bailando, e rindo,
Poz-se a cantar
Um canto molhádo e lindo.

O seu halito perfuma,
E o seu perfume faz mal!

Deserto de aguas sem fim.

Ó sepultura da minha raça
Quando me guardas a mim?...

Elle afastou-se calado;
Eu afastei-me mais triste,
Mais doente, mais cansado...


Ao longe o Sol na agonia
De rôxo as aguas tingia.

«Voz do mar, mysteriosa;
Voz do amôr e da verdade!
- Ó voz moribunda e dôce
Da minha grande Saudade!
Voz amarga de quem fica,
Trémula voz de quem parte...»
. . . . . . . . . . . . . . . .

E os poetas a cantar
São echos da voz do mar!


António Botto, in 'Canções'





Posted by 1lindomenino


Dated29apr2011


ANEDOTA - Questão de Educação



O criado de mesa traz as duas doses de peixe frito na mesma travessa. Uma das pescadas é quase o dobro da outra.
— Serve-te, não faças cerimónia.
— Pronto.
— Deixa-me dizer-te que não foste muito delicado!
— Porquê? Se fosses tu a servir-te primeiro tiravas a mais pequena e deixavas-me a maior?
— Pois claro. A boa educação fica bem a toda a gente.
— Pois o que eu fiz vem a dar na mesma: deixei-te a mais pequena. Não tens nada que dizer.



Origem: citador.pt




Posted by 1lindomenino

Dated29apr2011

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Extresse da sexóloga (PIADA "made in Brazil"...!)



01- Tenho 20 anos e não transei ainda porque gostaria que a primeira vez fosse com um namorado fixo. O que você acha?
R: Minha primeira vez também foi com um namorado fixo. Eu o amarrei na cama.

02- O que fazer para surpreender um namorado tímido na primeira noite?
R: Apareça com um amante.

03- Tenho um amigo que quer fazer sexo comigo, mas ele tem um p... de 24cm, acho que vai ser doloroso, o que fazer?
R: Manda pra mim que eu testo pra você.

04- Como faço para seduzir o rapaz que eu amo?
R: Tire a roupa.

05- Terminei com meu ex porque ele é muito galinha e agora estou com outro, mas ainda gosto do ex e às vezes ainda fico com ele! O que devo fazer?
R: Quem era mesmo galinha nesta história?

06- Quero saber como enlouquecer um homem só nas preliminares.
R: Diga no ouvidinho dele: "minha menstruação está atrasada..."

07 - Como enlouqueço meu parceiro em uma transa no banheiro?
R: Já usou desentupidor de pia?

08 - Saí com um gatinho e foi ótimo. Só que agora fico com o maior medo de ligar pra ele. Será que devo?
R: Depende. O gatinho sabe cagar na caixa de areia?



Fonte: mundodaspiadas.com




Posted by 1lindomenino


Dated28apr2011




Os bons vi sempre passar/ No mundo graves tormentos;/ E para mais me espantar/ Os maus vi sempre nadar/ Em mar de contentamentos.




Luís de Camões



Posted by 1lindomenino

Dated28apr2011

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Curta e... GROSSA!... Advinhem...?!....



Homem: Ai, gata, já te disseram que você esta linda?
Mulher: já... porquê?
Homem: Porra, neguinho mente!



Fonte: NET




Posted by 1lindomenino


Dated27apr2011


Vamos dizer asneiras para aliviar a dor?



Estudo britânico revela que dizer «palavrões» alivia a dor, sobretudo nas pessoas que normalmente não os dizem







Os pesquisadores Richard Stephens e Claudia Umland, da Keele University, em Inglaterra, realizaram um estudo com 71 envolvidos, entre os 18 e 46 anos, que prova que dizer asneiras pode aliviar a dor, principalmente nas pessoas que não têm por hábito dizê-las, noticia a «BBC».

O estudo, que será apresentado em Maio, usou um balde de água gelada onde os concorrentes colocam as mãos de modo a medir a tolerância à dor.

E o que a dupla constatou foi que «se por um lado dizer asneiras, como resposta à dor, pode ser benéfico, também há evidências de que se uma pessoa disser palavrões com muita frequência em situações do dia-a-dia o poder não vai estar presente quando precisarmos», diz Stephens.

Os especialistas acreditam que o alívio da dor ocorre porque desencadeia no organismo uma reacção de luta ou fuga, comprovado através das batidas no coração, as quais aumentavam de cada vez que os participantes soltavam uma asneira.

O estudo prova então que dizer asneiras é tanto uma resposta emocional como física.

Será que a partir de agora devemos ser mais tolerantes com as pessoas que dizem asneiras? Sthephens diz que sim.



Fonte: Iol.pt




Nota de 1lindomenino: vão-se f....!!! (Espero a tolerância...)




Posted by 1lindomenino

Dated27apr2011


terça-feira, 26 de abril de 2011

PIADA... "curta, curtinha..."



Como é que se faz um monte de velhinhas gritar "Merda"?
* É só gritar "Bingo"




Origem: Net





Posted by 1lindomenino


Dated26apr2011

A Desilusão





Artigo ORIGINAL em www.aloneasyou.blogspot.com









Posted by 1lindomenino

Dated26apr2011

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Oh Abril!










Abril deu-me asas
e convidou-me a ouvir
baladas diferentes
Segui-o,
segui-o a pensar
que hei-de sempre
aprender
se for para a frente
Segui-o com a convicção
do poder
me contentar
com o que ele me quiser
prendear
porque o ouro já possuo
no meu coração.
Oh Abril Esperança,
que me leva a aventurar
Em céus
com as cores do arco-iris
Oh Abril, que abres as portas
dos lares solitários
e invades os jardins
com risos infantis
Oh Abril
o sol também brilha
na cabeça do velhinho
que aspira a um cantinho
numa janela adornada
de mangericos
para seguir a memória longínqua

Oh Abril, a brisa também
suave suspira
no doente
que adormece
sob o olhar quente
duma alma carinhosa
que ainda e crente
Oh Abril
se possível fosse
dar-te a mão
e levar-te aos carentes
aos famintos
aos sedentos
e fazer nascer jardins
e fazer jorrar a água
das fontes ressequidas
pelo mau tempo
erigia-te um templo.



Diana de Moura, Halifax, Canadá



Origem: portugal-linha.pt




Posted by 1lindomenino


Dated25apr2011

Ficou na HISTÓRIA de PORTUGAL e do MUNDO...







Na madrugada do dia 25 de Abril de 1974 Lisboa assistiu a um movimento militar inusual. Homens e veículos avançam, através da noite, pela capital do império e vão ocupando, sem resistência visível, vários alvos estratégicos, com o objectivo de derrubar o regime vigente.

Os militares golpistas, auto denominados Movimento das Forças Armadas – MFA – são comandados, secretamente, a partir do Quartel da Pontinha, em Lisboa, por Otelo Saraiva de Carvalho, um dos principais impulsionadores da acção.

A par das movimentações em Lisboa, também no Porto os militares tomam posições. São ocupados o Quartel-General da Região Militar do Porto, o Aeroporto de Pedras Rubras e as instalações da RTP na cidade invicta.
Aos homens da Escola Prática de Cavalaria de Santarém, comandados por Salgueiro Maia, coube o papel mais importante: a ocupação do Terreiro do Paço e dos ministérios ali instalados. A coluna de blindados vindos da cidade ribatejana chega a Lisboa ainda o dia não tinha despontado, ocupa posições frente ao Tejo e controla, sem problemas aquela importante zona da capital.



Mais tarde Salgueiro Maia desloca parte das suas tropas para o Quartel do Carmo onde está o chefe do governo, Marcelo Caetano, que acaba por se render no final do dia com apenas uma exigência: entregar as responsabilidades de governação ao General António Spínola, oficial que não pertencia ao MFA, para que “o poder não caía nas ruas”. O Presidente do Conselho, que anos antes tinha sucedido a Salazar no poder, é transportado para a Madeira e daí enviado para o exílio no Brasil.

Ao longo do dia os revoltosos foram tomando outros objectivos militares e civis e, pese embora tenham existido algumas situações tensas entre as forças fiéis ao regime e as tropas que desencadearam o golpe, a verdade é que não houve notícia de qualquer confronto armado nas ruas de Lisboa.

O único derramamento de sangue teve lugar à porta das instalações da PIDE (Polícia de Investigação e Defesa do Estado) onde um grupo de cidadãos se manifestava contra os abusos daquela organização e alguns dos agentes que se encontravam no interior abriram fogo, atingindo mortalmente 4 populares.
Por detrás dos acontecimentos daquele dia 25 de Abril estão mais de 40 anos de um regime autoritário, que governava em ditadura e fazia uso de todos os meios ao seu alcance para reprimir as tentativas de transição para um estado de direito democrático.

A censura, a PIDE e a Legião e a Mocidade Portuguesas são alguns exemplos do que os cidadãos tinham de enfrentar no seu dia-a-dia. Por outro lado, a pobreza, a fome e a falta de oportunidades para um futuro melhor, frutos do isolamento a que o país estava votado há décadas, provocaram um fluxo de emigração que agravava, cada vez mais, as fracas condições da economia nacional.

Mas a gota de água que terá despoletado a acção revolucionária dos militares que, durante tantos anos tinham apoiado e ajudado a manter o regime, foi a guerra colonial em África. Com 3 frentes abertas em outros tantos países, Angola, Moçambique e Guiné-Bissau, os militares portugueses, passada mais de uma década, começavam a olhar para o conflito como uma causa perdida.

Internacionalmente o país era pressionado para acabar com a guerra e permitir a auto-determinação das populações das colónias. A falta de armas nas forças portuguesas era proporcional ao aumento de meios dos movimentos independentistas. Os soldados portugueses morriam às centenas a milhares de quilómetros de casa.

Todos estes factores contribuíram para um descontentamento crescente entre as forças armadas, sobretudo entre os oficiais de patentes inferiores, o que levou à organização e concretização de um golpe militar contra o regime do Estado Novo.

25 de Abril de 1974 ficará, para sempre, na história como o dia em que Portugal deu os seus primeiros passos em direcção à democracia.




Fonte: historiadeportugal.info





Posted by 1lindomenino


Dated25apr2011


domingo, 24 de abril de 2011

PESSOAS DE 101 PAÍSES JÁ VISITARAM O 1lindomenino



Agradeço a TODOS quantos já "entraram" neste blog e que, com a sua presença, me têm incitado a continuar.

O último destes Países foi a "nossa" querida BOLÍVIA.



Muchas Gracias, BOLÍVIA... SALUDOS



1lindomenino






Posted by 1lindomenino


Dated24apr2011


1993 - Luís Cília "Dia não"




No Palau de Sant Jordi, Barcelona, 1993, Luís Cília canta em homenagem a Raimon, a sua canção de 1964, "Dia Não" com poema de José Saramago. Para saber mais sobre Luís Cília, e sua obra consultar www.luiscilia.com.


(vidé vídeo)



Posted by 1lindomenino


Dated24apr2011


VISTO DE ENTRADA (Piada, claro...!!!)







No Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF):
- Sexo?
- 3 vezes por semana.
- Não... Masculino ou feminino?
- Não interessa.



Fonte: NET




Posted by 1lindomenino


Dated24apr2011