POR UM PORTUGAL DIFERENTE

POR UM PORTUGAL DIFERENTE
ABRIL VIRÁ...!!!

EXPERIMENTE... VÁ ATÉ LÁ!

MUDAR...

Estrela - DestaquesNinguém pode ser escravo de sua identidade; quando surge uma possibilidade de mudança é preciso mudar. (Elliot Gould)

Frases e Mensagens -

NÃO HÁ ACORDO...!!!...

NÃO HÁ ACORDO...!!!...
... Português há só UM...!!!

TRADUÇÃO/TRANSLATE/TRADUCION

SEM IMITAÇÕES...

ACREDITE...

"Nunca faça graça de graça. Você é humorista, não político."

A Hora em Poá (BRASIL)

"Nada descreve melhor o caráter dos homens do que aquilo que eles acham ridículo."

VELHO PROVÉRBIO PORTUGUÊS

"Dois olhos vêem mais do que um só."
Veja Frases para Orkut - Kifrases.com

LOVE, love, LoVe

OvEr ThE RaInBoW

1lindoMENINO ...

Verdade, Verdadinha...!!!

zwani.com myspace graphic comments

1lindomenino

Menininhas e inhos venham a mim...

Posting

Photo Flipbook Slideshow Maker
PORTUGAL é "isto"... e MUITO MAIS...!!!

António GEDEÃO


Eu, quando choro, não choro eu. Chora aquilo que nos homens em todo o tempo sofreu. As lágrimas são as minhas mas o choro não é meu.A.GEDEÃO

SEJA ASSIM... COMO EU!

recadosparablogseorkut.com


Mais Um(a)...!!! OBRIGADO...!!!

sábado, 5 de junho de 2010

Maracujá (o bloqueador natural de gordura)


A casca da fruta, transformada em farinha, diminui a taxa de açúcar no sangue e impede que o organismo absorva a gordura dos alimentos, fazendo você perder peso. E não tem contra-indicação!



Ela chegou no mercado com a fama de ter o poder de baixar as taxas de açúcar no sangue, o que é ótimo para quem tem diabetes. Mas, aos poucos, a farinha feita com a casca do maracujá também se revelou um excelente bloqueador de gordura. Ou seja, impede que o organismo absorva parte desse nutriente presente nos alimentos. Daí faz você perder peso. A substância responsável pelo poder emagrecedor é a pectina, encontrada em grande quantidade na parte branca da casca da fruta. A farinha não fica atrás: tem 20% dessa fibra, segundo estudo feito pelo químico e pesquisador Armando Sabaa Srur, da Faculdade de Nutrição da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). “No estômago, a pectina se transforma numa espécie de gel não digerível, provocando sensação de saciedade”, explica a médica e nutróloga Daniela Hueb. Com isso, você se sente bem alimentada com uma porção menor de comida. A pectina também reduz a velocidade com que o açúcar entra no sangue – quanto mais lento esse processo, mais a fome demora para voltar a dar sinal.

Gordura na mira

Quando chega ao intestino, a pectina bloqueia a absorção da gordura dos alimentos. A ação é bem mais suave que a do Xenical, medicamento da Roche que tem o boqueador de gordura orlistat como princípio ativo. Mas o efeito emagrecedor da farinha, assim como sua capacidade de proteger o coração, foi comprovado num estudo feito na Universidade Federal da Paraíba com 17 mulheres com colesterol alto. “Depois de 70 dias consumindo a farinha, elas não só tiveram as taxas de LDL, o colesterol ruim, reduzidas como perderam peso (algumas eliminaram 8 quilos!)”, comemora a farmacêutica Alessandra Ramos, que acompanhou o grupo por um período de um ano sem registrar reações adversas. De qualquer modo, observe como seu organismo responde ao produto.

Menos toxinas

Outra boa notícia: a fibra presente na farinha de maracujá promove uma faxina no organismo. Ela ajuda a eliminar as toxinas, que, acumuladas, prejudicam o funcionamento dos órgãos e, com isso, desequilibram o metabolismo – o que faz sua dieta emperrar. Só que para facilitar a ação desintoxicante da pectina, é importante beber mais água, no mínimo 2 litros por dia.



Modo de usar

O consumo da farinha tem de ser diário: uma vez ou outra não é suficiente para surtir efeito. Por isso, varie o modo de acrescentá-la no cardápio. Pode ser no suco, no iogurte, na salada, na sopa. O ideal, porém, é consumir uma colher de sopa (10 gramas, 47 calorias) antes das três principais refeições. Mas a nutricionista Anita Sacks, da Universidade Federal de São Paulo, avisa: “Não adianta usar a farinha de maracujá e abusar da gordura e do açúcar”. Portanto, aproveite para cortar alguns excessos à mesa e faça algum tipo de atividade física (vale até uma caminhada de 30 minutos pelo bairro dia sim, dia não). Vai experimentar? Conte para a gente o resultado!


Faça em casa

Existem várias opções de farinha da casca do maracujá feitas por laboratórios farmacêuticos, à venda em farmácias e lojas de produtos naturais. Não compre o produto em saquinhos sem identificação, barracas de rua ou feiras livres. Se preferir, pode preparar a farinha em casa. Use, de preferência, maracujá orgânico – sem agrotóxico. Veja como fazer.

• Lave e mergulhe seis maracujás por 20 minutos numa mistura de água com bicarbonato de sódio (1 colher de sopa por litro) ou vinagre. Volte a passá-los em água corrente.

• Corte-os ao meio, retire a polpa e guarde para fazer suco.

• Corte a casca em tirinhas, ponha numa assadeira e asse em forno médio por cerca de 30 minutos ou até que fiquem sequinhas. Espere esfriar.

• Bata no liquidificador (ou passe no processador) até obter uma farinha.

• Passe pela peneira e guarde num recipiente limpo e tampado.

Nutrientes extras

A farinha de maracujá é fonte de várias vitaminas e minerais.

• Niacina (vitamina B3): atua na produção de hormônios, melhora a ansiedade, ajuda no crescimento das crianças e protege as paredes do estômago.

• Ferro: previne anemia e aumenta o pique.

• Cálcio: favorece a contração muscular, fortalece ossos e dentes.

• Fósforo: também deixa os ossos fortes, além de melhorar a memória, a oxigenação das células e a circulação.



Agradecimento ao site: http://boaforma.abril.uol.com.br/

SETUBAL - A Maior sardinhada do Mundo - WORLD GUINESS RECORD

A Maior sardinhada do Mundo é de SETUBAL

Em ano de centenário do Vitória, Setubal quiz entrar para o Guiness assim um grupo de Vitorianos juntaram-se, fez-se um fogareiro com 100 metros de comprimento, tantos como o nosso Vitória de idade, e chamou-se toda a gente para participar na festa do record do Mundo.

O anterior tinha sido batido em Los Angeles, com 5600 kg de marisco e peixe.

Em Setubal quiz-se ser mais ambicioso e somente com sardinhas, peixe típico da região foi-se bater o record do Mundo que AGORA É DE 6340 Kg

PARABÉNS SETUBAL - PARABÉNS VITÓRIA !!!

A MAIOR SARDINHADA DO MUNDO É NOSSA !!!

(Vídeo do dia 29.05.2010 - dia da MAIOR SARDINHADA DO MUNDO e da entrada no GUINESS)

PORTO COVO (Rui Veloso)

natureza...sentimento...vida....

Ilha de São Miguel (AÇORES - R.A.) - PortUgal

Nota de 1lindomenino: a beleza NATURAL de uma das ilhas dos AÇORES.

Umas Férias recheadas de TUDO O QUE É BOM NA VIDA...!!!

Estatua bem dotada (PIADA de "confessionário"...)


Tarde na Noite no convento e o Padre foi tomar banho, quando entrou no chuveiro notou que estava sem os sabonetes, como era de costume do padre tomar banho com dois sabonetes ele pensou, Ja que são 02:00 horas da manhã as freiras estão dormindo, vou na cozinha pegar, e depois saiu todo peladão, derrepente tres freiras iam caminhando em volta do convento, dai o padre se finge de estatua para as freiras não reconhecer, uma freira ve o bilau dele e puxa, ai o sabonete cai ai ela grita ganhei um sabonete, a segunda freira toda feliz fala também quero o meu e dá outro puxão dai outro sabonete cai, ai a terceira freira puxa e diz não sai nada, ai puxa, puxa, puxa, puxa... depois de 2 minutos a freira grita de felicidade: ebaaaaaa sabonete liquido.


Enviado por marcoaurelio.


Agradecimento ao site
http://www.piadas.com.br/

Disparou acidentalmente sobre os próprios testículos

Esta é uma forma de ele "os" aproveitar, isto se não estiverem "muito estraçalhados"... rsrs

O homem tinha a arma à cintura, quando esta disparou, raspando-lhe também na perna e furando-lhe um pé



Um norte-americano disparou acidentalmente sobre si próprio, ferindo os testículos, avança o jornal «Seattle Times». O acidente aconteceu numa loja de decoração, na cidade de Lynnwood, no domingo à tarde.

De acordo com a polícia, o homem tinha a arma colocada no cinto das calças, quando, ao movimentar-se, a disparou acidentalmente. A bala terá furado os testículos, raspou-lhe na perna e atingiu-lhe também um pé.

O barulho provocado pelo disparo assustou os restantes clientes da loja, apesar de mais ninguém ficar ferido. O azarado, esse, ficou em estado de choque.

A polícia e os bombeiros foram chamados e o homem foi conduzido ao hospital, antes de ser interrogado pela polícia. A identidade do homem não foi revelada, nem outros pormenores sobre o acidente. A polícia continua a investigar.




Agradecimento "habituée" ao site: http://www.tvi24.iol.pt/



Nota de 1lindomenino: esta história podia vir do Paquistão, da Índia, do Nepal, da Rússia mas... NÃO...!!! Tinha de vir dos States, onde um gajo já chateado com a inoperacionalidade dos testículos "os condenou à morte". Que fazer...?! Olha: coloca uns "tomatoes" de chumbo e pode ser que fiques mais... FORTE, mais STRONG... rsrs

Vão mas é chatear outro com "histórias da treta"...!!!



sexta-feira, 4 de junho de 2010

Ausência



Ontem à noite, melancólico e saudoso, enquanto escrevia uma longa carta de amor à minha mulher viajante, olhei sem querer para a mão esquerda e comecei a achá-la enfadonha e irrelevante.

Ali parada sobre a tábua da mesa, sem função nenhuma, era um apêndice besta, carecido de utilidade, boba mesmo, comparada com a outra direita, esperta e próspera. Antes que este fato tomasse por demais minha atenção e, considerando que sou homem prático e decidido, resolvi então eliminá-la.

Sobre o cepo de rachar cavacos, depositei-a inerte, branca, unhas por fazer e, sacando da bainha o facão, tchooooomp.

Fora um golpe de mestre, digno mesmo da minha proverbial habilidade. Ao vê-la ali prostrada e sozinha, quase senti pena, mas nem um pingo de arrependimento. Afinal, exigia trabalho extra e a maior parte do tempo vivia encolhida e suada dentro do bolso, sempre a imaginar coisas.

Porém, previdente e parcimonioso que sou, a exemplo de meu avô marceneiro, diligente catador e colecionador de objetos inúteis, resolvi mantê-la guardada. Quem sabe um dia, um penduricalho de colo, um enfeite de mesa, peso de papéis, sei lá, farei uma bobagem qualquer. Bem feito! Não tangia serrote, não mexia panela, não tirava sapato, nem coçava, nem nada. Bem feito mesmo!
Hoje estou feliz, mais leve, menos preocupado com coisas inúteis.

Além disso, e mais por isso talvez, acabo de receber telegrama da minha mulher que inesperadamente retorna de sua longa viagem!

Apresso-me, calço-me de sapato novo e dirijo rápido como o vento, rumo à rodoviária.

Olhem só, lá está ela, linda como sempre com seu indefectível lenço de seda , dentes alvos à mostra, sorrindo aquele mesmo e delicioso sorriso, um pouco mais gorda talvez. Lá vem ela! Mala abandonada no chão, beija em minha boca, gruda em meu pescoço. Afastando-se um pouco, mãos sobre meus ombros, olha-me de alto a baixo e de repente empalidece. Uma sombra gigantesca ataca seu rosto e murcha sua boca. Sua ampla testa se enruga, os braços penduram-se no corpo voluptuoso.

A volta para casa é longa e silenciosa. Responde monossilabicamente à minha ansiedade de conhecer suas andanças, olha-me apenas de soslaio. A chegada em casa é pior ainda. Aos cães, há tempos sentindo sua falta, dirige apenas um afago breve e desprovido de entusiasmo, para em seguida trancar-se no quarto.

Que diabos é isso agora? Não posso compreender. É certo que estou um pouco mais velho, a barba longa demais, mas não considero motivos suficientes para tanto e tão prolongado constrangimento. Será que é o que eu estou pensando? Será que ela teria notado, em sua perspicácia, a falta daquele... Não é possível! Não é possível! Será?

Bem, pelo sim e pelo não, não me custará nada. Posso aproveitar seu banho e arrumação das roupas, para recolocar aquele traste de mão em sua posição original. Sim é isso mesmo! Uns pontos aqui, outro remendo ali, depressa! Pronto! Mais um serviço bem realizado. Na verdade uma obra de arte.

Entro sem ruídos. Na obscuridade vespertina do quarto ela vira-se para mim e, buscando ansiosamente com o olhar a mão reimplantada, fixa demoradamente seu olhar na aliança de ouro. Seu rosto resplandece como nunca visto antes. Então, esticando os braços abertos em minha direção e sorrindo novamente, cobre-me generosamente com sua magnífica e desejada nudez.


José Roberto Hofling

José Roberto Hofling
(08/11/1942) mora em Paulinia, no interior do Estado de São Paulo. Além de escrever é artista plástico e fotógrafo. Não tem livro publicado.



Agradecimento ao José Roberto e ao site http://www.releituras.com/

Video GRITA COMIGO FORÇA PORTUGAL Candy Shop Project

Musica de apoio à selecção Portuguesa de Futebol, rumo ao Mundial da Africa do Sul 2010.

Video por VJ Hugo Barreto

Musica: Grita comigo FORÇA PORTUGAL

Autor: The Candy Shop Project

Uxia - Verdes São Os Campos

Homenagem ao Zeca Afonso

Um comentário MUITO PERTINENTE neste Vídeo:

Milhafre1986
Uma das coisas que me envergonha de ser português é verificar que na galiza os nossos géneos são mais reconhecidos. Sabiam que o Zeca é estudado nas universidades da Galiza, como poeta?

Piada de Advogados (NEM TODOS...RSRS)


O instituto Pasteur decidiu que ao invés de usar ratos em pesquisas eles usariam advogados, eles tiveram três razões para decidi-lo:

1. Existem no momento mais advogados que ratos.

2. Os pesquisadores não ficam tão ligados emocionalmente aos advogados do que eles ficavam com os ratos.

3. Não importa o que você tem, tem coisas que nem os ratos fazem.



Agradecimento ao site: http://www.piadasnet.com/

Papagaios bêbados caem do céu


Veterinários desconhecem a causa da aparente embriaguez

Os veterinários australianos estão perplexos perante um fenómeno nunca antes visto. Dezenas de papagaios aparentemente bêbados têm caído de árvores e do céu na cidade de Palmerston, nos últimos dias.

De acordo com a veterinária Lisa Hansen citada pela Associated Press, cerca de 30 papagaios da espécie Rainbow Lorikeet deram entrada no hospital veterinário de Palmerston com sintoma de embriaguez. Em média chegam oito aves à clínica por dia, que estão a ser tratadas com uma espécie de papa e frutas frescas

Para já os especialistas desconhecem a causa da aparente bebedeira, mas suspeitam que possa ser uma planta ou um vírus misterioso que esteja a deturpar os sentidos das aves.



Agradecimento ao site: http://www.tvi24.iol.pt/

Nota de 1lindomenino: se calhar descobriram um filão de whisky ou similar...!!! De qualquer maneira eles ESTÃO NA MAIOR...rsrs
Não chateiem os "bichinhos"...!!!

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Risoto de beringela


INGREDIENTES:

2 beringelas médias
300 g de arroz arbóreo
100 g de bacon em cubinhos
3 dentes de alho socados
1 cubinho de caldo de carne
300 ml de vinho branco seco
50 g de manteiga sem sal
200 g de parmesão ralado
Pimenta do reino e sal
1,5 l de água mineral
4 pimentas dedo de moça
Salsa fresca


Veja a tabela de conversão de medidas.
(gramas para xícaras, colheres, etc.)
40min 4 porções

MODO DE PREPARO:

Corte as beringelas em cubos pequenos, regue com um copo (200 ml) de vinho branco, tempere com pimenta-do-reino, sal, misture bem e reserve.

Coloque um copo (200 ml) da água no fogo para dissolver o cubinho de caldo de carne.

Acrescente o restante da água quando já estiver dissolvido e deixe no fogo baixo.

Esquente a manteiga no fogo alto e refogue o bacon, o alho e a berinjela, mexendo bem.

Quando a beringela começar a murchar acrescente aos poucos o arroz, sempre mexendo.

Assim que começar a secar jogue o restante do vinho branco e mexa até o álcool evaporar.

Comece a colocar o caldo com uma concha, inicialmente até cobrir o conteúdo da panela abaixando o fogo assim que ferver.

Coloque o restante do caldo, mexendo sempre (importante) para evitar que o preparado grude no fundo da panela e também para que o arroz solte bem o amido e comece a ficar cremoso.

Quando o arroz estiver bem cozido (quase o dobro do tamanho) e o risoto bem cremoso, desligue o fogo e acrescente o parmesão, misturando bem.


Montagem:

Unte uma forminha com manteiga, encha com o risoto e desenforme em um prato baixo, decorando no alto com uma pimenta dedo-de-moça e um talo de salsinha.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS:

Outra opção para finalizar: Unte uma forminha com manteiga, encha com o risoto e desenforme em um prato baixo, decorando no alto com meia rodela de tomate e uma casquinha de beringela.




A receita apresentada nesta página foi enviada por luiz arcan através deste link. Se você encontrou algum problema com esta receita, seja no texto, foto ou autoria, por favor entre em contato através do e-mail info@tudogostoso.com.br.



Agradecimento ao site:


Força Portugal - Rumo ao Mundial - Queremos muito mais!!! HD

Nota de 1lindomenino: também há 500 e tal anos éramos MENOS e nos tornámos MAIS.

SEMPRE MAIS...!!!

THANKS TO: www.sapo.pt Se vão tocar numa vuvuzela durante o Mundial para apoiar a nossa selecção adiram ao grupo!!!!! Todo o apoio à nossa equipa é preciso!!!!! Grupo do Facebook:http://www.facebook.com/#!/group.php?... FORÇA PORTUGAL!!!! Musica: Practico o nosso hino - Galp Mundial 2010

(Vídeo info)

Juntos vamos apoiar Portugal no Mundial 2010

Juntos vamos apoiar Portugal no Mundial 2010 FACEBOOK OFICIAL - http://www.facebook.com/home.php?#/pa... Vamos formar o maior grupo de apoio à Selecção Portuguesa.

TUNA ACADÉMICA DE LISBOA - CORO DA PRIMAVERA

Gravado no auditório da Voz do Operário no decorrer das comemorações do X Aniversário da Tuna Académica de Lisboa.

Nota de 1lindomenino: a música de Portugal em uma das suas vastíssimas formas de expressão.

Anedotas, Canibais

De pequenino é que se come "o pepino"...!!!


Estão dois canibais a conversarem, quando passa por eles uma rapariga sem um braço.

Diz um para o outro:

- Olha, aquela é a tal gaja que eu ando a comer.




Agradecimento ao site: http://www.estranho.com/

O remédio




João era dono de uma bem sucedida farmácia numa cidade do interior. Era um homem bastante inteligente mas não acreditava na existência de Deus ou de qualquer outra coisa alem do seu mundo material.

Um certo dia, estava ele fechando a farmácia quando chegou uma criança aos prantos dizendo que sua mãe estava passando mal e que se ela não tomasse remédio logo iria morrer.

Muito nervoso, e após a insistência da criança, resolveu reabrir a farmácia pra pegar o remédio. Sua insensibilidade perante aquele momento era tal que acabou pegando o remédio mesmo no escuro e entregando à criança que agradeceu e saiu dali ás pressas. Minutos depois percebeu que havia entregue o remédio errado pra criança e que se sua mãe o tomasse teria morte instantânea.

Desesperado tentou alcançar a criança mas não teve êxito. Sem saber o que fazer e com a consciência pesada, ajoelhou-se e começou a chorar e dizer que se realmente existia um Deus, que não o deixasse passar por assassino. De repente, sentiu uma mão a tocar-lhe o ombro esquerdo e ao virar deparou-se com a criança a dizer:

- Senhor, por favor não brigue comigo, mas é que cai e quebrei o vidro de remédio, dá pro senhor me dar outro?

Sabe, Ele está sempre nos ajudando, nós é que não percebemos isso...

Lembre-se: a mão Dele vai sempre estar sobre nossas cabeças
.


Autor Desconhecido


Recebido via e-mail do site www.portaldiabetes.com.br

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Veja o lado bom


Cinco maneiras de deixar o pessimismo de lado

Até o coração dos otimistas é mais forte. Carregar aquela certeza de que tudo vai dar errado faz mal, dizem especialistas. Pessimismo em excesso também dificulta a vida social e impede realizações. Se você está no time dos que tendem ao negativo, comece a pensar no caminho inverso. Acredite, isso é possível.


O pessimista, às vezes, pode confundir-se com uma pessoa cautelosa, prudente, e até mesmo, realista. Porém, essas qualidades não são características de quem vive de mal com a vida. Para a psicóloga e membro do Conselho de Psicologia do Rio de Janeiro, Noeli Godoy, trata-se de conceitos totalmente diferentes. “O pessimismo emperra todo e qualquer projeto pessoal. Muitos confundem pessimismo com realismo ou cautela. Realismo, cautela, prudência são virtudes dos que são empreendedores, portanto, otimistas. Os pessimistas, por sua vez, tendem a se isolar, a não mais acreditar em si e no próximo. Param no tempo e no espaço, perpetuando o sofrimento”, explica ela.


Pensar somente em coisas desagradáveis, negar o lado positivo e viver reclamando de tudo tem consequências também para a saúde. Uma recente pesquisa realizada pela Columbia University Medical Center, mostra que o coração dos otimistas é mais resistente a doenças cardíacas.


“O pessimismo é fonte de paralisia, tristeza, angústia. As pessoas tendem a se isolar, a não mais acreditar em si e no próximo. Param no tempo e no espaço, perpetuando o sofrimento. E à a medida que o pessimismo se acentua, perde-se a esperança de realizar novas ações, podendo acarretar em sintomas depressivos e de pânico, medo de tudo e de todos”, ressalta a psicóloga.


Até mesmo nas situações mais adversas, é possível ver o lado positivo, garante ela. Situações de perda, de rompimento ou de profunda tristeza podem ajudar a conviver melhor com as dificuldades. “Quando cultivamos a capacidade do aprendizado em toda e qualquer circunstância da nossa vida. Não quer dizer que não vamos sofrer, quer dizer que podemos enxergar para além das dores, do sofrimento. Assim desenvolveremos a capacidade de criar novas possibilidades para lidar com as dificuldades. O pensamento positivo traz boas energias que nos ajudarão quando alguma adversidade se apresentar”, aconselha Godoy.


Quer saber a quantas anda o seu pessimismo? Faça uma experiência. Ao fim do dia, relembre os acontecimentos e saiba quais foram mais marcantes na sua memória. Se você só consegue se lembrar do que deu errado, aprenda como ver o lado bom da vida a partir das dicas elaboradas pela psicóloga Noeli Godoy.

1. Sempre procure tirar aprendizado das adversidades. É o aprendizado que nos fortalece e possibilita criar linhas de fuga daquilo que nos oprime e impede de caminhar;

2. Acredite no seu potencial. Somos capazes de enfrentar nossas dores com realismo e esperança. É nosso potencial que nos impulsiona a seguir em frente e nos mantêm de cabeça erguida;

3. Sorria, apesar das dificuldades. O sorriso tem a propriedade de espantar os males, o mau humor. Não estamos cegos para a realidade, mas sorrimos na esperança de dias melhores. Andar triste e cabisbaixo não resolve nossos problemas. O sorriso é bálsamo e fortificante;

4. Procure relaxar. Não tome decisão alguma se estiver preocupado (a) ou aborrecido (a). Decisões tomadas com este espírito não costumam funcionar. Reflita, pare e pense um pouco mais. Depois, decida como continuar a caminhada;

5. Renove sempre as esperanças. E nunca deixe de sonhar e acreditar, por mais difícil que pareça. Como bem diz o ditado: "A esperança é a última que morre!".




Por Maria Fernanda Schardong

Recebido via e-mail do site: http://www.maisde50.com.br/

Coisificados


Enquanto caminhávamos despreocupadamente pelo caminho de atribuirmos às coisas o valor que apenas devíamos atribuir às pessoas - esperando que a posse delas pudesse satisfazer as ânsias de felicidade dos nossos corações - fomos dando, simultaneamente, passos firmes na direcção de nos considerarmos a nós mesmos como coisas.

Começámos por utilizar outras pessoas para os nossos interesses. Não, inicialmente, de forma a lesar demasiado essas pessoas - deixávamos os assassinatos e as injustiças horrorosas para os malfeitores e outras pessoas sem escrúpulos. Aos poucos, porém, fomos deixando que certa mentalidade coisificante fosse crescendo em nós e nas nossas estruturas sociais.

À custa de não analisarmos com profundidade essa forma de pensar, à custa de sermos superficiais e frívolos, à custa de omitirmos aquilo que devíamos ter feito, deixámos que ela se colasse por todo o lado.

E o mais preocupante é que agora ela não está apenas fora de nós.

Estamos, também nós, inclinados a achar razoável o assassinato da criança por nascer quando o seu nascimento, por qualquer razão, se nos torna incómodo. Não vemos nela uma pessoa como nós, mas uma coisa. E, por isso, admitimos fazer dela o que seria natural fazer com uma coisa: usá-la ou eliminá-la.

E já temos o caminho aberto para a generalização da eutanásia, que consiste em tratar os idosos e doentes graves como se fossem objectos gastos: deitá-los para o lixo por já não terem utilidade e se terem tornado incómodos.

Temos permitido que embriões humanos - pequenos como nós já fomos - sejam utilizados em experiências que até há poucos anos se faziam em... ratos.

E temos permitido que se esteja a avançar com a intenção da clonagem, o que significa trazer à existência seres humanos com o objectivo único de fornecerem células que serão utilizadas para nos curar de certas doenças. Condicionando a sua existência, tal como em todos es exemplos anteriores, à utilidade que possam ter para nós.

Como se fossem ratos, como se fossem coisas.

Não o dizemos deste modo, mas é essa a realidade. Arquitectamos mil razões, desenhamos argumentos, pintamos palavras antigas com outras cores... mas não há forma de alterar a verdade das coisas. Nem sequer perante nós mesmos, pois sabemos muito bem, no fundo de nós, que não passamos de mentirosos, ainda que usemos palavras aveludadas.

Houve, no entanto, algo de que não nos lembrámos ao longo deste desenfreado caminho: é que ao coisificarmos outros seres humanos, nos coisificamos a nós mesmos. Se virmos os outros como coisas, se deixarmos que essa mentalidade sedimente, nada impedirá que os outros nos vejam a nós... como coisas. Pois somos tão humanos, e não mais, do que esses embriões, do que esses idosos, do que esses doentes.

Sendo assim, bem poderemos ir para a rua gritar pelos nossos direitos... Ninguém nos ouvirá! Se não tivermos utilidade para os outros, quem se preocupará com aquilo que somos? Teremos tantos direitos como os tais embriões, como os tais doentes, como os tais idosos... De resto, se não podemos voltar a ser embriões, viremos a ser muito possivelmente idosos e doentes.

Basta ouvirmos um noticiário para tomarmos conhecimento de como cada vez mais há pessoas na rua, em grandes grupos, a clamar pelos seus direitos. Mas tenho a certeza de que a única forma de conseguirmos que nos olhem como pessoas consiste em olharmos como pessoas aqueles que já começaram a ser tratados como coisas; em defendermos aqueles que não se podem defender e que já quase ninguém defende.

Essa é a única solução. Respeitar a vida humana qualquer que seja o modo de ela se encontrar concretizada. O assunto não admite excepções. Se admitirmos avaliar os mais fracos dos humanos de acordo com critérios de utilidade e conveniência, um dia ninguém poderá ficar de fora.

É preciso que façamos qualquer coisa. E sem demora.




Paulo Geraldo


Agradecimento ao site: http://vida.aaldeia.net/coisificados.htm


Nota de 1lindomenino: este é um daqueles assuntos que, cada um e cada qual, deve ter a SUA posição BEM expressa. Não adianta nada que, alguém mais ou menos letrado, apareça com as "suas suposições" e as TORNE as "nossas suposições". Misturar clonagem com abortos e com idosos é uma "falsa questão". Mesmo que, à primeira vista, nos pareça... SIMPÁTICA...!!!

Amigo, Paulo, desculpe DISCORDAR FRONTALMENTE de VOCÊ...!!! Democracia, é isto mesmo: ler o que você expressa mas poder estar em acordo ou desacordo com as suas idéias...!!!

Selecção Nacional a caminho do Mundial 2010 - Here I Am (versão karaoke)

Uma montagem de vídeos alusivos à Selecção Nacional como forma de celebrar a qualificação para o Campeonato do Mundo de 2010 e de dar todo o meu apoio. Esperando que os nossos sonhos se realizem e que possamos regressar da África do Sul com a Taça nas mãos!

(Vídeo info)

Música: Here I Am de Bryan Adams (versão karaoke)

Portugal Mundial 2010 - Apoio a Selecçao - Ligados a Portugal - RTP

Portugal Mundial 2010 - Apoio a Selecçao - Ligados a Portugal - RTP

PIADINHA "bem apimentada"... Sexo dentro de Casa




As três formas de fazer sexo dentro de casa:
1) Na casa inteira - Típico dos recém-casados, fazem sexo na cozinha, no banheiro, na sala, no quarto etc...
2) No quarto - Típico dos casais que já estão juntos há algum tempo, fazem sexo apenas no quarto.
3) No corredor - Típico dos casais que já estão juntos há muito tempo, eles se encontram no corredor e um diz para o outro: "Vá se foder!"


Agradecimento ao site http://www.piadasonline.com.br/

O Monge Mordido


Cada um na sua

Um monge e seus discípulos iam por uma estrada e, quando passavam por uma ponte, viram um escorpião sendo arrastado pelas águas. O monge correu pela margem do rio, meteu-se na água e tomou o bichinho na mão. Quando o trazia para fora, o bichinho o picou e, devido à dor, o homem deixou-o cair novamente no rio. Foi então à margem, tomou um ramo de árvore, adiantou-se outra vez a correr pela margem, entrou no rio, colheu o escorpião e o salvou. Voltou o monge e juntou-se aos discípulos na estrada . Eles haviam assistido à cena e o receberam perplexos e penalizados.

- Mestre deve estar muito doente! Porque foi salvar esse bicho ruim e venenoso? Que se afogasse! Seria um a menos! Veja como ele respondeu à sua ajuda, picou a mão que o salvara! Não merecia sua compaixão!

O monge ouviu tranqüilamente os comentários e respondeu:

- Ele agiu conforme sua natureza, e eu de acordo com a minha.

Autor desconhecido




A adversidade desperta em nós capacidades que, em circunstâncias favoráveis, teriam ficado adormecidas

Recebido via e-mail do site www.portaldiabetes.com.br

terça-feira, 1 de junho de 2010

Conselheiro matrimonial sugere traição para «salvar» casamento


Casal decidiu processar o terapeuta em 6,5 milhões de euros pelos danos causados



Um casal norte-americano decidiu processar o seu conselheiro matrimonial, exigindo-lhe 6,5 milhões de euros, por este aconselhar o esposo a trair a mulher como forma de «salvar» o casamento, avança o «New York Post».
De acordo com o casal, Jeffrey Mechanic considerou que a esposa de Guido Venitucci não conseguiria ser uma boa mulher, tendo incentivado Guido a encontrar o prazer noutras camas.
O conselho foi seguido à risca, mas não tardou para que os remorsos viessem à tona.
Depois de dez anos de casamento, o casal quase se separou.
A última tentativa para manter os laços matrimoniais foi feita sem conselheiros e ao que parece está a correr muito melhor e ainda lhes pode dar lucro.


Agradecimento ao site: http://www.tvi24.iol.pt/

Nota de 1lindomenino: este MÉDICO é BOOOMMMMMMMMMM... rsrs

Trailer DVD "TRÊS CANTOS AO VIVO"

Trailer de apresentação do DVD "TRÊS CANTOS AO VIVO" (Fausto, Sérgio Godinho e José Mário Branco).

Primeiro encontro (uma PIADA..."cheirosa",,,)


O camarada estava namorando pouco tempo e foi convidado para jantar na casa de sua amada. Chegando lá, percebeu que o ambiente era chique e a família da garota estava estava toda lá para conhecê-lo. Rex, o cãozinho dela, se afeiçoou muito com o cara e na hora do jantar ficou debaixo da cadeira dele. Quando serviram a salada, bateu uma tremenda vontade no cara peidar. Sem jeito, acabou soltando um pum sem som, mas daqueles de queimar a cueca. A garota olhou de cara feia para o cachorrinho e brigou:
- Rex, sai daí!
O cara sentiu-se aliviado com a bronca e novamente outra vontade de peidar.
Soltou de novo um peidão sem som mas, o fedorzão dominou o ambiente e a menina tornou a dar bronca no animalzinho indefeso:
- Rex, eu já mandei sair!
Então, o sujeito se sentiu em casa. Já na sobremesa, sem nenhum constrangimento, soltou um peidaço silencioso, foi horrível, parecia que tinha comido um gambá em decomposição. A tia da namorada quase vomitou. Foi então que a querida dele se levantou furiosa, com as mãos na cintura, olhando o cachorro e gritando:
- Rex, some daí, senão esse escroto caga em cima de vc
!


Enviado por luisaalbertino
Agradecimento ao site
http://www.piadas.com.br/

Saber ouvir


Thomas Edison, o inventor da lâmpada, perdeu boa parte de sua capacidade auditiva quando tinha doze anos de idade.

Só podia ouvir os ruídos e gritos mais fortes. Isso, no entanto, não o incomodava.

Certa vez, indagado a respeito da sua deficiência, respondeu com serenidade: "não ouço um passarinho desde meus doze nos, mas em vez disso constituir uma desvantagem, minha surdez talvez tenha sido benéfica para mim. Ela encaminhou-me muito cedo à leitura e, além disso, pude sempre concentrar-me com rapidez, já que me encontrava naturalmente desligado de conversações inúteis."

A singela observação guarda grande ensinamento.

A maior parte de nós tem plena capacidade auditiva, mas isso não significa necessariamente que tenhamos o dom de saber ouvir.

Embora a audição seja uma dádiva maravilhosa, não há como negar que poucos, muito poucos de nós, dominamos a arte de ouvir.

Ainda não conseguimos ouvir os queixumes dos outros sem que atravessemos um comentário a respeito da nossa própria desdita.

Deixamos assim de escutar as histórias dos outros, para narrar a nossa própria, como se apenas esta fosse digna de ser registrada e conhecida.

Ainda não conseguimos ouvir as críticas que nos fazem.

Em poucos instantes já estamos irritados e ofendidos, mais preocupados em nos defender ou até em agredir verbalmente o outro.

Ouvir com serenidade tudo o que nos querem falar, por ora, parece ser superior às nossas forças.

Ainda não conseguimos ouvir conselhos e orientações que sejam dirigidas à nossa melhoria íntima.

Esse tipo de conversa sempre nos parece aborrecida e sem sentido, afinal, muitas dessas palavras sábias representariam mudança de conduta e o abandono de muitos vícios.

Não estamos dispostos a isso.

Mas se a conversa gira em torno de maledicências, aí então, os ouvidos parecem ficar mais capazes de registrar sons e nosso interesse fica aguçado.

O sono passa e sempre há tempo para querer saber algum detalhe a mais a respeito do assunto.

Muita conversa inútil preenche nossas horas e consome nosso tempo.

Muitos exemplos infelizes são tomados como modelos de atitude, por equívoco daqueles que os ouvem.

Inúmeras dificuldades são criadas em nossa intimidade pelo desequilíbrio gerado pela maledicência.

Por outro lado, muitos amigos precisam de nós para um diálogo saudável e nós não temos sensibilidade suficiente para deixá-los falar.

Muitas palavras acertadas que nos auxiliariam a não incidir mais uma vez no mesmo erro, deixam de ser escutadas por desatenção.

..................................

A capacidade de ouvir não se limita exclusivamente à possibilidade de captar sons.

Temos sido surdos em um mundo repleto de sons e de melodias que poderiam transformar nossas vidas em sinfonias de amor e de realização.

Temos sido criaturas incapazes de perceber palavras e histórias maravilhosas que ilustram a existência dos seres que nos cercam e que muito poderiam nos ensinar.

Temos sido deficientes auditivos quando se trata de escutar verdadeiramente aquilo que precisamos ouvir.

É necessário e urgente que desenvolvamos a real capacidade de ouvir.



Recebido via e-mail do site www.portaldiabetes.com.br

segunda-feira, 31 de maio de 2010

No CENTENÁRIO do VFC: Novo recorde mundial a constar no Guiness


Mais de seis toneladas de sardinhas consumidas colocaram Setúbal no Guineess




Mais de dez mil pessoas, entre setubalenses e gente vinda de vários pontos do país, encheram o Largo José Afonso no passado sábado, para participar na mega sardinhada que colocou Setúbal no Guineess Book of Records. Ao todo, e em menos de oito horas, foram consumidos 6.340 quilos daquele peixe.

O Largo José Afonso foi palco, no último sábado, para a mega sardinhada com que Setúbal se candidatava à entrada no Guineess Book of Records, com o consumo de seis toneladas daquele peixe em oito horas. No entanto, faltavam ainda 30 minutos para a hora definida como meta, 20.30 horas, quando o recorde foi batido com o anúncio do consumo de 6.340 quilos de sardinha.
Aliás, desde cedo que se anunciava o sucesso da competição, já que apesar do inicio da mesma estar agendado para as 12.30 horas, ainda muito antes das 11 horas eram já centenas as pessoas que se dirigiam para o Largo José Afonso por onde, ao longo do dia, passaram mais de dez mil pessoas, não só de Setúbal como de vários pontos do país. A título de exemplo de referir que, somente de Viseu, vieram oito autocarros em excursão, para participar no evento sadino.
Quem também não tinha qualquer dúvida do êxito em que o mesmo se iria transformar era a presidente da Câmara Municipal de Setúbal que, meia hora depois do início do mesmo agradecia a todas as pessoas que trabalhavam afincadamente – debaixo de um sol abrasador e junto ao enorme fogareiro – para o bom êxito desta iniciativa, assim como “a toda a população, de Setúbal mas também de outros pontos do país, que aqui fizeram questão de se deslocar para participar nesta iniciativa”. Maria das Dores Meira salientou ainda ser este o ano em que o Vitória de Setúbal “comemora o seu centenário e está é uma óptima forma de promover toda esta região e o que aqui temos de melhor, tal como o nosso peixe”.
Ao longo do dia, os 2.500 lugares sentados mostraram-se insuficientes para tanta gente – eram 13.30 horas quando foi anunciada a presença no recinto de seis mil pessoas -, apesar do animador cultural ir apelando aos “clientes” que, assim que terminassem a refeição, dessem lugar a outras pessoas. Mas, também, ninguém se mostrava atrapalhado. Sentados nas escadarias do auditório, em muros e até mesmo nos passeios, ao sol ou à sombra, o importante parecia ser mesmo consumir as sardinhas e poder contribuir para a meta pretendida.
Quem também não faltou a esta iniciativa foi Paulo Portas que, cerca das 14 horas, andava pelo recinto de prato na mão a saborear a gostosa sardinha setubalense. Questionado por «O Setubalense» sobre a realização da iniciativa, o deputado do CDS-PP somente disse que “o país está deprimido e precisa destas coisas” e lá seguiu, acompanhado pelo deputado Nuno Magalhães, e outros militantes do distrito
Ao fundo do recinto, junto ao enorme camião da Sesibal, uma delegada inglesa do Guineess esteve, durante todo o dia, a contabilizar a sardinha que saia do camião para os grelhadores, dando, assim, o selo oficial ao recorde.
Já no final do evento e com o recorde batido, Vítor Cunha, um dos elementos da organização, dizia a «O Setubalense» que a cidade “dignificou este evento e nele viu-se o empenho e dedicação da própria cidade em torno do mesmo”. Dizendo que o evento “superou as nossas expectativas” e serviu, também, como uma óptima forma de “vender o concelho de forma positiva, promovendo um dos nossos maiores cartazes que é o peixe assado”, Vítor Cunha disse ainda sentir-se “completamente recompensado, devido ao número e ao civismo das pessoas que participaram nesta iniciativa”.
Resta lembrar que foi exactamente a promoção de Setúbal que esteve na origem desta iniciativa, organizada por vários amigos da cidade, onde não podemos deixar de referir o nome de João Ferreira, do Vitória Futebol Clube e da Câmara Municipal de Setúbal.
Quanto ao grelhador, o mesmo tinha 100 metros, um por cada ano que o Vitória festeja este ano e onde, por hora, foram assadas 800 quilos de sardinhas.


Agradecimento ao site: http://www.osetubalense.pt/

EU OUVI O PASSARINHO

Música Alentejana, ríquissimo manancial do folclore Português.

Dispensado com LOUVOR (PIADA, certo?!...)


Um jovem escreveu a seguinte carta para o militar responsável pela dispensa do serviço militar.
Prezado Oficial Militar, Venho por intermédio desta pedir a minha dispensa do serviço militar.
A razão para isto é bastante complexa e tentarei explicar em detalhes.
Meu pai e eu moramos juntos e possuímos um rádio e uma televisão. Meu pai é viúvo e eu solteiro. No andar de baixo, moram uma viúva e sua filha, ambas muito bonitas e sem rádio e nem televisão. O rádio e a televisão fizeram com que nossas famílias ficassem mais próximas. Eu me apaixonei pela viúva e casei com ela. Meu pai se apaixonou pela filha e também se casou com esta. Neste momento, começou a confusão. A filha da minha esposa, a qual casou com o meu pai, agora a minha madrasta. Ao mesmo tempo, porque eu casei com a mãe, a filha dela também é minha filha (enteada). Além disso, meu pai se tornou o genro da minha esposa, que por sua vez é sua sogra. A minha esposa ganhou recentemente um filho, que é irmão da minha madrasta.
Portanto, a minha madrasta também é a avó do meu filho, além de ser seu irmão.
A jovem esposa do meu pai é minha mãe (madrasta), e o seu filho ficou sendo o meu irmão.
Meu filho é então o tio do meu neto, porque o meu filho é irmão de minha filha (enteada). Eu sou, como marido de sua avó, seu avô. Portanto sou o avô de meu irmão. Mas como o avô do meu irmão também é o meu avô, conclui-se que eu sou o avô de mim mesmo!!! Portanto, Senhor Oficial, eu peço dispensa do serviço militar baseado no fato de que a Lei não permite que avô, pai e filho sirvam ao mesmo tempo. Se o Senhor tiver qualquer dúvida releia o texto várias vezes (ou tente desenhar um gráfico) para constatar que o meu argumento realmente é verdadeiro e correto.
Ficou claro?
Ass. Avô, pai e filho.


Agradecimento ao site http://www.mundodaspiadas.com/

O laço e o abraço


O laço e o abraço

Meu Deus!!! Como é engraçado!

Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço... Uma fita dando voltas?

Enrosca-se, mas não se embola , vira, revira, circula e pronto: está dado o laço.

É assim que é o abraço: coração com coração, tudo isso cercado de braço.

É assim que é o laço: um abraço no presente, no cabelo, no vestido, em qualquer coisa onde o faço.

E quando puxo uma ponta, o que é que acontece?

Vai escorregando... devagarzinho, desmancha, desfaz o abraço.

Solta o presente, o cabelo, fica solto no vestido.

E na fita, que curioso, não faltou nem um pedaço.

Ah! Então é assim o amor, a amizade. Tudo que é sentimento? Como um pedaço de fita?

Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer a qualquer hora, deixando livre as duas bandas do laço.

Por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade.

E quando alguém briga, então se diz - romperam-se os laços.

E saem as duas partes, igual meus pedaços de fita, sem perder nenhum pedaço.

Então o amor é isso...

Não prende, não escraviza, não aperta, não sufoca. Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço.



Recebido via e-mail do site www.diabetenet.com.br