POR UM PORTUGAL DIFERENTE

POR UM PORTUGAL DIFERENTE
ABRIL VIRÁ...!!!

EXPERIMENTE... VÁ ATÉ LÁ!

MUDAR...

Estrela - DestaquesNinguém pode ser escravo de sua identidade; quando surge uma possibilidade de mudança é preciso mudar. (Elliot Gould)

Frases e Mensagens -

NÃO HÁ ACORDO...!!!...

NÃO HÁ ACORDO...!!!...
... Português há só UM...!!!

TRADUÇÃO/TRANSLATE/TRADUCION

SEM IMITAÇÕES...

ACREDITE...

"Nunca faça graça de graça. Você é humorista, não político."

A Hora em Poá (BRASIL)

"Nada descreve melhor o caráter dos homens do que aquilo que eles acham ridículo."

VELHO PROVÉRBIO PORTUGUÊS

"Dois olhos vêem mais do que um só."
Veja Frases para Orkut - Kifrases.com

LOVE, love, LoVe

OvEr ThE RaInBoW

1lindoMENINO ...

Verdade, Verdadinha...!!!

zwani.com myspace graphic comments

1lindomenino

Menininhas e inhos venham a mim...

Posting

Photo Flipbook Slideshow Maker
PORTUGAL é "isto"... e MUITO MAIS...!!!

António GEDEÃO


Eu, quando choro, não choro eu. Chora aquilo que nos homens em todo o tempo sofreu. As lágrimas são as minhas mas o choro não é meu.A.GEDEÃO

SEJA ASSIM... COMO EU!

recadosparablogseorkut.com


Mais Um(a)...!!! OBRIGADO...!!!

sábado, 8 de agosto de 2009

Para Crianças: Perguntas malandras sobre animais


1-Como faço para por um elefante dentro da geladeira?

2-O que faço para colocar uma girafa na geladeira?

3-O leão chamou todos os animais para uma reunião na floresta. Que animal que não foi e porquê?

3-Uma criança está a beira de um rio povoado por crocodilos famintos. Ela sabe nadar e precisa atravessar o rio. O ela deve fazer?


Já sabe as respostas?
.
.
.
Aqui as respostas:
1-Abra a porta da geladeira e coloque o elefante lá dentro, oras!
2-Tire o elefante e coloque a girafa.
3-A girafa tava na geladeira, por isso não foi à reunião.
4-É só nadar, porque os crocodilos estão na reunião.



O meu muito Obrigado ao Site: http://boaspiadas.blogspot.com/

A Hipocrisia do Amor ao Povo - Pensamento/Reflexão

Estes amam o povo, mas não desejariam, por interesse do próprio amor, que saísse do passo em que se encontra; deleitam-se com a ingenuidade da arte popular, com o imperfeito pensamento, as superstições e as lendas; vêem-se generosos e sensíveis quando se debruçam sobre a classe inferior e traduzem, na linguagem adamada, o que dela julgam perceber; é muito interessante o animal que examinam, mas que não tente o animal libertar-se da sua condição; estragaria todo o quadro, toda a equilibrada posição; em nome da estética e de tudo o resto convém que se mantenha.

Há também os que adoram o povo e combatem por ele mas pouco mais o julgam do que um meio; a meta a atingir é o domínio do mesmo povo por que parecem sacrificar-se; bate-lhes no peito um coração de altos senhores; se vieram parar a este lado da batalha foi porque os acidentes os repeliram das trincheiras opostas ou aqui viram maneira mais segura de satisfazer o vão desejo de mandar; nestes não encontraremos a frase preciosa, a afectada sensibilidade, o retoque literário; preferem o estilo de barricada; mas, como nos outros, é o som do oco tambor retórico o último que se ouve.
Só um grupo reduzido defende o povo e o deseja elevar sem ter por ele nenhuma espécie de paixão; em primeiro lugar, porque logo reprimiriam dentro em si todo o movimento que percebessem nascido de impulsos sentimentais; em segundo lugar, porque tal atitude os impediria de ver as soluções claras e justas que acima de tudo procuram alcançar; e, finalmente, porque lhes é impossível permanecer em êxtase diante do que é culturalmente pobre, artisticamente grosseiro, eivado dos muitos defeitos que trazem consigo a dependência e a miséria em que sempre o têm colocado os que mais o cantam, o admiram e o protegem.
Interessa-nos o povo porque nele se apresenta um feixe de problemas que solicitam a inteligência e a vontade; um problema de justiça económica, um problema de justiça política, um problema de equilíbrio social, um problema de ascensão à cultura, e de ascensão o mais rápida possível da massa enorme até hoje tão abandonada e desprezada; logo que eles se resolvam terminarão cuidados e interesses; como se apaga o cálculo que serviu para revelar um valor; temos por ideal construir e firmar o reino do bem; se houve benefício para o povo, só veio por acréscimo; não é essa, de modo algum, a nossa última tenção.


Agostinho da Silva, in 'Considerações'


Agradecimento ao Site: http://www.citador.pt/

40 cabras e 20 vacas pela mão de Chelsea Clinton



«Eu ainda estou à espera para conhecê-la e demonstrar o meu amor»


Um queniano ofereceu 40 cabras e 20 vacas pela mão em casamento de Chelsea, única filha do ex-presidente dos EUA, Bill Clinton e da secretária de Estado americana, Hillary Clinton, segundo informa a CNN.

Godwin Kipkemoi Chepkurgor, de 39 anos, fez a primeira oferta quando o então presidente Bill Clinton visitou África, em 2000. No entanto, nove anos depois o queniano voltou a tentar a sorte e refez a proposta já esta semana.

Chepkurgor voltou a oferecer os animais por Chelsea após a chegada da secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, ao Quénia na última terça-feira. «Ela é muito independente», esquivou-se a secretária de Estado.

Chepkurgor disse que Chelsea Clinton é uma mulher «bonita, disciplinada e amável». «Eu ainda estou à espera para conhecê-la e demonstrar o meu amor por ela», acrescentou o queniano.


Agradecimento ao Site: http://www.tvi24.iol.pt/

Morreu, HOJE, Raul Solnado de uma DOENÇA CÁRDIO-VASCULAR GRAVE

Raul Solnado morreu hoje às 10:50 aos 79 anos. O ator e humorista não resistiu a um quadro clínico cardio-vascular grave, segundo informou a direcção clinica do Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Info: notícia veiculada por diversos jornais Portugueses.

Nota de 1lindomenino: MORREU o grande humorista, homem do teatro de "revista", grande entertainer Português... !!! Fica, entre outras coisas, a sua Obra, bem documentada. De entre "muitos momentos" de Raul Solnado escolhi este, para constar no meu Blog, e como manifestação de enorme pesar de um Português e seu ETERNO ADMIRADOR... !!!

Sua marca registrada


Hoje em dia é muito comum que as empresas, quando há uma vaga para preencher, consultem funcionários, em quem depositam confiança, sobre alguém que tenham para indicar.

Isso prova que a confiança depositada num indivíduo, por uma pessoa já conhecida, pode ser uma boa referência na hora da contratação.

É um aval importante que só é possível em favor de alguém em quem se deposita confiança.

E é um ponto muito positivo para a empresa, que já contrata alguém que da confiança de um funcionário seu.

Por certo, você não indicaria uma pessoa em quem não confia, não é mesmo? Isso poderia comprometer sua reputação.

Em face disso, vale a pena refletir sobre como tem sido o seu comportamento no meio em que se movimenta.

Será que as pessoas que convivem com você lhe indicariam?

Geralmente os colegas nos avaliam pela nossa forma de ser, nosso senso de justiça, nossa responsabilidade com horários e tarefas, nosso estado de humor, nossa capacidade de resolver conflitos.

Pessoas irresponsáveis, desonestas, mesquinhas, fofoqueiras e falsas, dificilmente terão o aval de quem as conhece.

E somente a convivência no dia-a-dia pode promover um conhecimento real entre os indivíduos que se relacionam.

Pessoas espinhosas, vingativas, prepotentes, egoístas, orgulhosas, não serão recomendadas por quem as conhece.

A vida social é uma "pedra de toque" para se avaliar os valores íntimos de cada criatura.

É no calor da luta diária que as pessoas mostram quem são e o que sabem fazer.

É assim que vamos conhecendo uns aos outros, nesse convívio estreito que a relação no trabalho oferece.

Enquanto a fotografia basta para revelar a nossa aparência exterior, o trabalho que realizamos revela nossa intimidade, o nosso caráter, a nossa marca registrada.

Em cada atividade executada vai impressa a nossa marca, as nossas características essenciais.

Quando não há interesses mesquinhos, os indivíduos geralmente percebem nossos defeitos e nossas qualidades reais.

Mas se a pessoa é irresponsável, falsa e interesseira, certamente não falará bem de outra que tenha virtudes que ela ainda não conquistou.

Analisando todos esses fatores, é importante que tenhamos sempre em mente o fato de que alguém nos observa.

Há sempre alguém analisando nossas atitudes.

É assim que, quando alguém nos fala de um trabalho que espera por mãos que o realize, nos vem à mente a pessoa com o perfil para a tarefa.

Então dizemos: "fulano ou fulana é a pessoa certa para essa atividade." E a recíproca é verdadeira.

É por essa razão que sempre tem quem indique e alguém para ser indicado, seja para tarefas nobres ou não.

O que vale a pena é saber se as pessoas com as quais convivemos nos dariam o seu aval, e para quê.

E que nossas ações diárias possam ser, efetivamente, referencial de virtudes.

Que a nossa marca registrada seja a do bem, da justiça, da nobreza de caráter, de harmonia e dinamismo.


Recebido via e-mail do Site: www.portaldiabetes.com.br

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

LUSITANA - Tuna Feminina da Universidade Lusíada de Lisboa

AMOR E SEU TEMPO


Amor é privilégio de maduros
estendidos na mais estreita cama,
que se torna a mais larga e mais relvosa,
roçando, em cada poro, o céu do corpo.

É isto, amor: o ganho não previsto,
o prêmio subterrâneo e coruscante,
leitura de relâmpago cifrado,
que, decifrado, nada mais existe

valendo a pena e o preço terrestre,
salvo o minuto de ouro no relógio
minúsculo, vibrando no crepúsculo.

Amor é o que se aprende no limite,
depois de se arquivar toda a ciência
herdada, ouvida. Amor começa tarde.


Carlos Drumond de Andrade


Fonte: desconhecida

Mourinho «perdoa» Etoo: «Ele é como eu»



Treinador e avançado enterram animosidade no dia da apresentação

Quando a troca Etoo/Ibrahimovic morava apenas no campo das possibilidades, vários factores concorriam para a conclusão do negócio. Etoo não era desejado na cidade condal, Zlatan queria jogar pelos campeões europeus e ambos os clubes ficavam satisfeitos pela troca. Por outro lado, um aspecto parecia dificultar a transferência: a animosidade de Etoo para com José Mourinho. Mas na passada terça-feira, dia da apresentação oficial do avançado, tanto Etoo como o treinador deram esse assunto por encerrado.

Na memória de todos estava ainda o embate entre o Chelsea de Mourinho e o Barcelona com Etoo na Liga dos Campeões de 2004/05, em que o português levou a melhor e o avançado se desfez em ataques contra Mourinho. «O Chelsea seguir em frente é um desastre para o futebol. Se vencerem a Champions fico com vontade de terminar a carreira», terá dito o camaronês que ainda admitiu ter dito «na cara de Mourinho» que ele era desagradável a falar.

Agora, já como «nerazzurri», Etoo desmente algumas declarações que lhe imputam e desvaloriza a polémica. «Nunca disse certas frases e posso prová-lo. É uma pena que estas declarações tenham sido mal compreendidas porque há anos que quero trabalhar com ele», comenta o camaronês, que até vai mais longe: «Para mim é um motivo de orgulho ter um treinador como Mourinho.»

Quanto a Mourinho, deu a volta ao tema. «Cruzei-me com o Samuel seis vezes em três anos e nunca me preocupei em saber se ele tinha dito alguma coisa pouco simpática sobre mim. Porquê? Porque ele é como eu: depois de uma derrota num jogo importante não volta a casa feliz.»

Agradecimento ao Site: http://www.maisfutebol.iol.pt/


Nota de 1lindomenino: se não houver qualquer contratempo e na minha prespetiva Etoo irá fazer -com Mourinho- uma das suas melhores épocas.
Em relação ao que se disse ou não se disse, no Futebol como em outras "coisas", o que é uma "grande verdade HOJE" é uma "rigorosa mentira AMANHÃ". Assim... !!!

Piada: O sogro, a sogra e a mulher também


Um curioso estava à porta do cemitério quando viu entrar três caixões e, logo atrás, um tipo muito bem vestido com um cachecol de gesso ao pescoço.
Curioso como era, chegou perto do tipo e perguntou:
- Quem é o sujeito do primeiro caixão?
- Esse era o meu sogro, que Deus o tenha. Era podre de rico. Tinha milhões no banco e propriedades no interior.
- E no segundo caixão?


- A minha sogra, coitada. Herdou uma enorme fortuna da família. Já era muito rica antes de se casar.
- E no último?
- Era a minha mulher, que descanse em paz. Era filha única, herdeira única coitada, morreu...
- Ah, agora entendi. Tu também estava no carro quando se deu o desastre. Por isso está com isso no pescoço.
- Você está doido ou o quê? Deus me livre! Eu só mandei fazer esta merda para ver se consigo parar de rir!





Agradecimento "habitual" ao Site: http://boaspiadas.blogspot.com/

A passagem de pedestres dá “ZEBRA” no Brasil...?!?!?!...

O mundo moderno foi atualizando ao longo dos tempos a relação entre carros e pedestres para que, entre si, conseguissem uma plataforma de coexistência “minimamente” pacífica.
Se nos Estados Unidos da América, Canadá, Austrália e Europa essa “relação” se tem feito em moldes aceitáveis, assentando em bases educacionais e interligada à ação das polícias numa “atitude pró-cidadania”, aqui no Brasil a “coisa tá preta”.
Quem assiste à novela da Globo, “Caminho das Índias”, pode pensar que a ação “meritória” do policial que controla o tráfego, dá passagem aos pedestres e os adverte quando não passam no “local certo”, é algo extensível a TODO O PAÍS e que, portanto, e nesse aspecto, as coisas estão a correr “às mil - maravilhas”. Só que... NÃO È NADA DISSO... !!!
Vou falar da cidade onde moro, Ourinhos- SP onde, em abono da verdade, elas (as ditas passagens) existem por quase toda a cidade, devidamente assinaladas no asfalto, mas a que motoristas e pedestres fazem vista “muito grossa”. Também NUNCA vi nenhuma ação policial junto das mesmas, nem mesmo no centro da cidade. Assim, assiste-se aos atropelamentos nessas passagens, aos pedestres a passar em TODO E QUALQUER lugar e aos motoristas que, raras vezes, dão primazia nas passagens aos pedestres.

Quando cheguei aqui vindo da Europa, sempre que chegava a uma dessas passagens, dava ao pedestre a oportunidade de atravessar a via, só que, não raras vezes, estive quase a ser o causador de mortes por que, os outros motoristas, não “habituados” a essa forma de agir, me ultrapassavam em plena passagem e MAIS... me “xingavam”, ainda... !!!
Verdade, verdadinha que o trânsito se não é caótico, é pelo menos semi-caótico. Não raras vezes podemos observar TOTAL desrespeito pelas cores das luzes da tráfego (muita gente daltônica...?!), bicicletas e motos a circular em sentido contrário ou mesmo SEM SENTIDO nenhum, circulação com luzes apagadas `a noite (será por temerem um grande consumo de energia no final do mês...?!), carros estacionadas em plenas passagens de pedestres, e “blá blá blá”... !!! Tudo aquilo a que assistimos -na citada novela- nas ruas da Índia, àquilo que vemos aqui com “DEMASIADA FREQUÊNCIA”, a distância é... “MUITO POUCA”...!!!
Pra quê “copiar” coisas como “O Dia dos Namorados”, “O Dia das Bruxas”, etc., se NÃO SE COPIA ou se melhora aquilo que SE DEVIA “copiar/melhorar”...?!
“Gente”: agora eu consigo entender MELHOR a razão porque, muitos Brasileiros imigrantes, quase que comem um churrasquinho e bebem uma “geladinha” nas passagens de pedestres por esse Mundo afora... !!! Não será a “vingança do chinês” mas é, concerteza, a “vingança de Brasileiro”. Daquilo que, afinal, NÃO TEM AQUÍ e/ou que NÃO PRATICA AQUÍ... !!!

Será justo... ?!

Ser melhor ou pior poeta

Entristeço-mo quando verifico que existem poetas que desdenham de outros poetas, julgando-se superiores, chegando a deixar de se falarem. E na nossa cidade há situações dessas. È de rejeitar tais posições que não beneficiam culturalmente a nossa cidade e a convivência entre cidadãos que lutam pela cultura e em muitos casos pela paz entre os povos.

Não há bons nem maus poetas. Há sim, seres que possuem corações especiais, repletos de amor e carinho, que nas suas horas de lazer, sentem a necessidade de transmitir o seu espírito amoroso ao próximo, assim como as suas necessidades culturais; em oferecer a outros seres, a voz do seu coração, as suas lutas constantes contra as opressões, a miséria, os ditadores, tudo o que nos aflige na vida, assim como, o de elevar o amor dos seres, pelas flores, pelas belezas naturais, pelas beldades, pelas namoradas, pelas esposas, por tudo o que é belo e merece ser cantado..

Podem-me perguntar qual será o melhor poeta para mim. E eu responderei, que não sei qual o melhor. Mas sei aquele que me agrada melhor, não só por ser um poeta extraordinário, como também pelo que sofreu e ainda pelo amor que espalhou pelas suas amadas; quero assim referir-me concretamente a Manuel Maria Barbosa du Bocage, meu conterrâneo, o poeta amoroso desta Princesa do Sado. Mas não é fácil nem correcto, dizer que fulano é melhor poeta ou poetisa de que outro.

O poeta transmite o que o seu coração sente, e cada coração sente algo próprio de seres que não são iguais. A poesia são gritos do coração, que nunca podem ser comparados. Portanto, não há melhores ou piores poetas. Há, simplesmente poetas setubalenses, que exprimem o que vai dentro dos seus corações. Bem hajam!


Do meu próximo livro, “Poesias Sadinas”, uma das suas poesias:



Esta Princesa do Sado!


Terra amada esta será

De contornos de encantar

Clima suave p´ra quem está

Por ela, mui sentir e amar,


Paisagens belas e formosas

Que rodeiam esta cidade

Como um halo de rosas

Perfumando divindade,


De S. Filipe, o Miradouro,

Sobre Setúbal amorosa

Vistas como um tesouro

Extasiante e vaidosa,


Eis outra jóia, a Comenda

Com seu Armelão Lindoso

Verdejante esta prenda

Bela p´ra poeta amoroso!


Baía beleza do Mundo

Que os homens elegeram

Tendo Tróia como fundo

Para não mais esquecerem,


Suas águas tais safiras

Que nos embelezam o Sado

Àgua que golfinho respira

Neste rio muito amado,


Com um povo grandioso!

De belo trato e brilhante

Recebendo orgulhoso

Todos seus visitantes,


E para fechar este elogio

Da terra que me viu nascer

Direi com honra e mui brio

Que é nela que quero morrer!



João Francisco Envia

Agradecimentos ao jornal da minha Cidade, ao Sr. Envia e ao Site:




Nota de 1lindomenino: estas "birras" entre Poetas Setubalenses são, apesar de tudo, salutares...!!! E são-o porque TODOS pensam ser os melhores a "cantar SETÚBAL" e a enobrecer... e, também, o Sado, e a Arrábida, o Vitória... !!! Mas, cada um com seu "estilo", TODOS têm contribuído para obras poéticas riquíssimas na "nossa" Cidade. Permita-me, Sr. João Envia, citar o nome do falecido João Lúcio, um Poeta da Cidade e prá Cidade. Como tenho saudades de o ouvir a ler as suas poesias de AMOR pela "nossa" Setúbal.

Seria tão diferente


Seria tão diferente... se os sonhos de que a gente gosta não terminassem tão de repente.
.. se os bons momentos da vida durassem eternamente.
.. se as pessoas de quem a gente gosta gostassem um pouco da gente.
.. se, quando a gente chorasse, fosse só de contente.
.. se as pessoas que a gente ama sentissem o que a gente sente.

Mas é tudo tão diferente...
Os sonhos de que a gente gosta terminam tão de repente...
Os bons momentos da vida não duram eternamente.
As pessoas de quem a gente gosta nem sempre gostam da gente.
Das vezes que a gente chora, poucas vezes são de contente.
E as pessoas que a gente ama não sentem o mesmo que a gente...

Mas poderia ser tão diferente...

Dê-se uma chance de ser diferente.
Tente, ouse, opte pela felicidade, e aí será diferente!!!

"Feliz é aquele que acredita em seus sonhos, pois só assim poderá realizar seus vôos plenamente..."


Autor Anônimo

Recebido por e-mail do Site: www.diabetenet.com.br

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Jorge Palma - Portugal, Portugal

A novela "Maddie" continua... e com NOVOS e "desconcertantes" EPISÓDIOS...!!!


Este é o "retrato-falado" da "nova" suspeita... será a última suspeita ou ainda haverão mais 3123 outras "suspeitas" trilingues... ?!


Maddie: McCann divulgam foto de mulher suspeita


Novos testemunhos referem que menina pode ter sido levada para Barcelona


É parecida com Victoria Beckham e foi vista por dois britânicos em Barcelona, três dias depois de Maddie ter desaparecido da Praia da Luz. A empresa de investigadores contratada pelo casal McCann divulgou nesta quinta-feira um novo retrato-robô de uma mulher suspeita de envolvimento no caso.

A imagem foi apresentada aos jornalistas, em conferência de imprensa realizada em Londres, pelo porta-voz Clarence Mitchell e pelo ex-polícia David Edgar, que agora lidera a investigação.

Foi dito que os dois homens viram a mulher quando estavam num bar na Marina do Porto Olímpico de Barcelona, por volta das duas horas da madrugada. A suspeita estava «bem vestida», mas algo agitada, saindo e entrando constantemente do restaurante «El Rey de la Gamba». Apesar de estarem num bar, as testemunhas asseguram que não se encontravam bêbedas.

Uma das testemunhas, um homem de 41 anos, manteve uma breve conversa com ela e desse contacto surgiram informações que podem vir a ser «potencialmente significantes», disse Mitchell. A mulher foi descrita como tendo 30 a 35 anos, magra e algo «parecida com Victoria Beckham». Tinha sotaque australiano, para além de falar fluentemente espanhol e catalão.

Os investigadores acreditam, agora, que Madeleine terá sido levada para Barcelona de barco.





Nota de 1lindomenino: quando uma notícia já "não surte efeito", logo surge uma outra e outra... !!!


Pobre Maddie... !!!

O Brasil explicado em galinhas! (Texto de Luis Fernando Verissimo)

Pegaram o cara em flagrante roubando galinhas de um galinheiro e levaram para a delegacia.

- Que vida mansa, heim, vagabundo? Roubando galinha pra ter o que comer sem precisar trabalhar. Vai pra cadeia!

- Não era pra mim não. Era pra vender.

- Pior. Venda de artigo roubado. Concorrência desleal com o comércio estabelecido. Sem-vergonha!

- Mas eu vendia mais caro.

- Mais caro?

- Espalhei o boato que as galinhas do galinheiro eram bichadas e as minhas não. E que as do galinheiro botavam ovos brancos enquanto as minhas botavam ovos marrons.

- Mas eram as mesmas galinhas, safado.

- Os ovos das minhas eu pintava.

- Que grande pilantra...

Mas já havia um certo respeito no tom do delegado.

- Ainda bem que tu vai preso. Se o dono do galinheiro te pega...

- Já me pegou. Fiz um acerto com ele. Me comprometi a não espalhar mais boato sobre as galinhas dele, e ele se comprometeu a aumentar os preços dos produtos dele para ficarem iguais aos meus. Convidamos outros donos de galinheiro a entrar no nosso esquema. Formamos um oligopólio. Ou, no caso, um ovigopólio.

- E o que você faz com o lucro do seu negócio?

- Especulo com dólar. Invisto alguma coisa no tráfico de drogas. Comprei alguns deputados. Dois ou três ministros. Consegui a exclusividade no suprimento de galinhas e ovos para os programas de alimentação do governo e superfaturo os preços.

O delegado mandou pedir um cafezinho para o preso e perguntou se a cadeira estava confortável, se ele não queria uma almofada. Depois perguntou:

- Doutor, não me leve a mal, mas com tudo isso, o senhor não está milionário?

- Trilionário. Sem contar o que eu sonego do Imposto de Renda e o que tenho depositado ilegalmente no exterior.

- E, com tudo isso, o senhor continua roubando galinhas?

- Às vezes. Sabe como é.

- Não sei não, excelência. Me explique.

- É que, em todas essas minhas atividades, eu sinto falta de uma coisa. Do risco, entende? Daquela sensação de perigo, de estar fazendo uma coisa proibida, da iminência do castigo. Só roubando galinhas eu me sinto realmente um ladrão, e isso é excitante. Como agora. Fui pego, finalmente. Vou para a cadeia. É uma experiência nova.

- O que é isso, excelência? O senhor não vai ser preso não.

- Mas fui pego em flagrante pulando a cerca do galinheiro!

- Sim. Mas primário, e com esses antecedentes...




O meu Obrigado ao Site: http://boaspiadas.blogspot.com/

Uma Mensagem pra VOCÊ e ... pra TODOS de Paulo Coelho


Amar sem medo



Um peregrino chegou até a aldeia onde vivia Abu Yazid al-Bistrami.

- Ensine-me a maneira mais rápida de chegar até Deus.

Al-Bistrami respondeu:

- Amá-lo com todas as tuas forças.

- Isto eu já faço.

- Então precisas ser amado pelos outros.

- Mas por que?

- Porque Deus olha o coração de todos os homens. Quando visitar o teu, certamente irá ver teu amor por Ele, e ficará contente. Entretanto, se Ele encontrar - também no coração de outras pessoas - o teu nome escrito com carinho, na certa irá prestar muito mais atenção em ti.



Paulo Coelho



Não te Amo



Não te amo, quero-te: o amor vem da alma
E eu na alma – tenho a calma
A calma – do jazigo.
Ah! não te amo, não.

Não te amo, quero-te: o amor é vida.
E a vida – nem sentida
A trago eu já comigo.
Ah, não te amo, não!

Ah! não te amo, não; e só te quero
De um querer bruto e fero
Que o sangue me devora,
Não chega ao coração.

(...)

E infame sou, porque te quero; e tanto
Que de mim tenho espanto,
De ti medo e terror...
Mas amar!... não te amo, não.


Almeida Garrett




A Cura que se deseja


Impressionantes casos de curas são relatados por especialistas e estudiosos da área médica. Um eminente oncologista americano, Dr. Bernie Siegel, narra o caso muito curioso de uma paciente que o procurou. Ela morava a mais de mil quilômetros de distância da sua clínica. Quando recebeu o diagnóstico de que teria somente poucas semanas de vida, pediu para consultar com Dr. Siegel. Tentaram a princípio, demovê-la da idéia. Ela estava muito doente, a clínica ficava muito distante, ela já tinha um diagnóstico. Ela insistiu, conseguindo seu intento.

Dr. Siegel a examinou e lhe disse que ela chegara tarde demais. Ele era médico e como médico, constatara que nem cirurgia, nem quimioterapia poderiam curá-la. Seu destino era mesmo a morte, a etapa final da natureza biológica. A mulher estava irredutível e passou a crivá-lo de perguntas.

- Ela teria uma chance em dez?

Com a resposta negativa, ela foi prosseguindo com as perguntas:

- Teria uma chance em cem? Em mil? Em um milhão?

Bom, em um milhão de pacientes, é provável.- falou o especialista.

De olhos brilhando, com firmeza, ela argumentou:

- Então, doutor, cuide de mim, porque eu sou essa paciente no meio do milhão.

Dada a firmeza da mulher, ele iniciou o tratamento. Quando foi estudar seu histórico médico, Dr. Siegel deu-se conta que o câncer de que ela era portadora, começara exatamente quando ela entrou em um processo litigioso de divórcio. Ela ficara tão triste, que desejara morrer, para se vingar do marido. Foi quando gerou o câncer.

Trabalhou o médico essa questão com ela:

- Morrer por causa de uma pessoa?

E motivou-a. Ela se submeteu à terapia psicológica de otimismo, enquanto fazia quimioterapia. Resultado final: ela se curou. E Dr. Siegel, que tem a certeza de Deus e de que o organismo é uma máquina extraordinária, conta que calcula o tempo de vida de seus pacientes pela forma como eles encaram a enfermidade.

Há os que optam pela terapia psicológica, porque crêem na vida e desejam lutar. São os que vivem mais. Há os que simplesmente se entregam, não desejando lutar. São os que perdem a batalha mais rapidamente. Isto é, a vida.

* * *

Se você está enfermo, se recebeu um diagnóstico de difícil sobrevida, não se entregue. A morte chegará, com certeza, pois nenhum ser vivo a ela escapa. Mas poderá chegar mais tarde. E sem tantos traumas.

Encare a enfermidade e decida-se por viver o melhor possível, emocionalmente falando. Ame-se, ame aos que o cercam, ame a vida.

Não importa o tratamento a que você se submeta, ele terá total, parcial ou nenhuma eficácia, conforme o deseje você.

Pense nisso e decida o que almeja para si.




Recebido via e-mail do Site: www.portaldiabetes.com.br

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

A Galopar - Paco Ibañez

Nota de 1lindomenino: a minha simples mas sincera homenagem a um dos MAIORES cantores Mundiais. Canções de "luta", de "resistência"... eis aquí uma delas... !!!

Japonês descobre Viagra feminino


No bairro da Liberdade em São Paulo, um farmacêutico japonês anuncia a descoberta do viagra feminino. A notícia causou surpresa no meio científico e levou centenas de repórteres até a farmácia do japonês. Lá chegando, reuniram-se todos para uma coletiva.

O primeiro jornalista pergunta:

- Então, é certo mesmo que o senhor descobriu o VIAGRA para a mulher?
- Sim, claro que sim, non!
- E qual foi o nome dado para o produto? Pergunta outro repórter.
- Nome do produto é TARON.
- E funciona mesmo?
- Craro, né? Quando você dá TARON pra mulher, ela fica carinhosa, alegre, beija e abraça você!
Outro jornalista exclama:
- Puxa, esse produto é fantástico mesmo!!!
- Sim! Sim! Sim! Muito bom! Garantido non! Funciona mesmo! Non falha, non!
- Mas o nome é mesmo... Taron?
- Sim!! É Taron... Para ser mais preciso chama-se Taron de cheque! Né?




Agradecimento habitual ao Site: http://boaspiadas.blogspot.com/

Coragem

E... "OLÉ"... !!!


Toda oportunidade é ideal para quem não tem medo de encarar a vida de frente.
Faça experiências, aprenda com seus erros e teste a sua capacidade de ser uma pessoa diferente. Dê ênfase à sua originalidade.
Procure enxergar além do imediato e você poderá ver o seu futuro.
A coragem cresce com a ocasião!
Coragem é resistência ao medo, domínio do medo, e não ausência de medo!
Só se pode chamar forte e vencedor o homem que recusa o auxílio externo!
Tenha coragem de se equivocar!
Tudo é perigoso. Se assim não fosse, não valeria a pena viver!

Autor Anônimo


Recebido via e-mail do Site: www.diabetenet.com.br


terça-feira, 4 de agosto de 2009

Maddie: Ingleses gastam 875 mil

A polícia de Leicestershire já gastou 875 309 euros nas investigações ao desaparecimento de Madeleine McCann, revelou ontem o comando local daquela força. Em causa estão as diligências que continuam a ser efectuadas na zona de Rothley, onde reside a família McCann, apesar de a PJ portuguesa já ter arquivado o caso.




Agradecimento ao Site: http://www.correiodamanha.pt/

Nota de 1lindomenino: ora aí está uma "boa medida"... efectuar diligências perto da casa da família McCann... !!! Em Portugal, o "Povinho" já não dá para esse "peditório"... !!!

POBRE MADDIE... só isso... !!!

PORTUGAL é "isto"... e MUITO MAIS... !!!

Estádio do Dragão (Porto)


Lisboa - Edifício dos Azulejos Feios - Parque das Nações

Parque das Nações (Lisboa) - Torre Vasco da Gama


Porto: Palácio da Bolsa

Portugal é história, passado e presente. Mas a sua "mais-valia" está no seu POVO. Autêntico, prestável, sensível, amigo do seu amigo... !!! Um País como PORTUGAL deve sentir orgulho dos seus filhos... ONTEM, como HOJE e... AMANHÃ !!!


TODOS fazem PORTUGAL... !!!

Quando os ciúmes lhe estragam a vida


O ciúme não é sinónimo de amor. Meta bem isso na cabeça, não compactue com o ciumento e não deixe que o faça infeliz. Promete?


Podíamos dividir os ciúmes em ciúmes bons e ciúmes maus. Como o colesterol, em que o bom tem um papel útil e o mau acumula-se e entope as veias, impedindo que o nosso cérebro seja irrigado com a força de que necessita, ou soltando uma placa que, pang, nos funde os fusíveis.

Pensando bem, é mesmo assim com o ciúme. Numa dose muito suave significa que não tomamos o outro como certo, que sabemos que não devemos dormir em serviço, porque a conquista se faz todos os dias. É um mecanismo eficaz de vencer a preguiça de ir ao cabeleireiro, ou ao ginásio desfazer a barriga, que nos tira do sofá para um jantar à luz das velas, ou nos leva a passar pela florista antes de chegar a casa, porque acreditamos que há por aí «rivais» com tantas qualidades como as nossas, por quem justificadamente a pessoa que amamos se pode apaixonar.

Mas todo o cuidado é pouco, porque o verdadeiro ciumento transforma-se rapidamente numa pessoa controladora, agressiva e mesmo violenta, que se destrói a si mesmo e a todos que o rodeiam. Estupidamente, convencemo-nos de que estes sintomas são uma demonstração de amor e é fácil cair na esparrela de, pelo menos numa primeira fase da relação, os interpretar como sinais exteriores de uma paixão que lisonjeia.

Mas os ciúmes não têm nada a ver com o amor, um amor saudável e a sério, mas sim com um sentimento de posse, que rapidamente se pode tornar doentio, e levar inclusivamente à aniquilação do outro, seja em termos reais (os homicídios de mulheres em Portugal estão maioritariamente ligados a crimes passionais), ou pelo menos psicológicos, recordam os especialistas.

«É um erro pensar que o ciúme envolve sempre amor. Um homem que despreza a mulher pode mesmo assim sentir ciúmes, se mais alguém olhar para ela. O que lhe provoca este sentimento não é a paixão, mas um medo de a perder para um rival, a competição com o outro - é isso que o assusta», lembra Aron Ben-Ze´ev, filósofo da universidade de Haifa.

Na realidade, «Os ciúmes dizem muito mais de nós mesmos do que do nosso parceiro», explica um extenso dossiê sobre este tema publicado na edição de verão da Psychology Today (www.psychologytoday.com) e que vale a pena ler. São as nossas inseguranças, ligadas a traços de personalidade como a neurose, a instabilidade emocional, a falta de resistência à frustração, a raiva, a ansiedade e a depressão, entre outros, que nos levam a imaginar em cada homem ou mulher que se cruza com aquele/aquela que dizemos amar, que nos deixam prisioneiros e irracionais.

O ciumento, quando imagina o seu rival, atribuí-lhe todas as qualidades e mais algumas, mesmo que nem sequer o conheça. As mulheres fazem-no constantemente em relação às mulheres com que se cruzam, numa constante comparação que resulta do pouco valor que dão a si mesmas, e os homens não lhes ficam atrás, mas tendem, por questões culturais, a esconder essa insegurança atrás de manifestações prepotentes de poder. Se ela não fica com ele por amor, que fique pelo menos por medo, é a máxima de um ciumento doente, mesmo que nem para si mesmo verbalize assim o seu comportamento.

O antídoto do ciúme é, por isso, fazer com que cresça o nosso amor próprio, percebendo quais são essas qualidades que imaginamos que o outro procura e que na realidade não são mais do que qualidades que temos e não desenvolvemos. «Uma crise de ciúmes é basicamente uma crise de identidade», diz a Psychology Today, e deve levar-nos a olhar para dentro de nós e a perceber o que é que não temos e gostaríamos de ter, empenhando-nos em desenvolver essas potencialidades que deixámos adormecer.

Tem ciúmes, por exemplo, de todas as mulheres que são cultas e informadas, ou abraçaram uma profissão que adoram, dizendo a si própria que era uma mulher assim que ele no fundo desejava (quando o pobre não está nem aí)? Então seja sincera consigo mesma e perceba que o que ansiava era ser como elas e trate de o ser.


Isabel Stilwell editorial@destak.pt


Agradecimento à escritora e ao Site: http://www.destak.pt/

Nota de ruilindomenino: este artigo escrito por uma mulher vê os ciúmes da parte do "macho". Claro está que, os ciúmes, são tanto no masculino como no feminino e, portanto, todas as expressões aplicadas acima têm DUPLA conotação. Para que conste... !!!

"Love Me, Please Love Me", avec Michel Polnareff (1967)

Nota de 1lindomenino: uma canção do final dos anos 60 e que foi um estrondoso ÊXITO na voz e piano de Michel Polnareff.

Não havia "bailinho" em Portugal que a canção não "tocasse"... era OBRIGATÓRIO...!!!

Papai Noel e os Correios

Em Dezembro, poucos dias antes do Natal, o pessoal dos correios recebeu uma carta destinada ao Papai Noel. Sem saber a quem entregar e curiosos, abriram e leram:

-“Prezado Papai Noel, Estou sem emprego faz 3 anos, nós temos três crianças pequenas e nada tenho a oferecer para eles e minha mulher. Gostaria de pedir de presente R$ 300,00, para comprar uns presentinhos e fazer uma ceia simplesinha aqui em casa”.

Compadecidos da situação do sujeito e de sua ingenuidade e fé, os funcionários resolveram fazer uma vaquinha e levantaram 270 reais. De toda forma, pensaram eles, já vai ser uma boa ajuda. Assim resolveram enviar esta quantia como se ela tivesse vindo do Papai Noel.

Uns tempos depois, eles receberam outra carta endereçada ao Papai Noel. Tinha vindo da mesma pessoa. Novamente curiosos e querendo saber o resultado, abriram e leram:

-“Querido Papai Noel, Eu agradeço do fundo do meu coração. Muito obrigado pelo dinheiro. Foi um Natal maravilhoso para a minha família. Nunca esqueceremos.

Só uma coisinha: - Se for enviar em uma próxima vez, por favor mande um em cheque nominal, pois, depois da CPI dos correios não deu em nada, os sacanas de lá pegando 10% de comissão de todo mundo e tiraram R$ 30,00”.




Agradecimento ao Site: http://boaspiadas.blogspot.com/

Você tem certeza ?


Já aconteceu de você ter perdido alguma coisa e, finalmente, achá-la exatamente no lugar em que você tinha certeza absoluta que ela não ia estar ? Que outras coisas na sua vida você pode não estar rotineiramente enxergando, porque tem certeza que não estão lá ? Quantas idéias criativas nunca apareceram porque você já tem certeza que funciona e do que não ?

Será que a certeza está limitando você ? Será que sua certeza é realmente certeza ? Ou simplesmente falta de vontade de explorar novas opções ? Existem momentos em que devemos agir e pensar comcerteza e determinação, mas muitas vezes o que julgamos ser certeza é pura teimosia. Suas certezas resultam, na maioria da vezes, de suas experiências. Mas leve sempre em conta que existe um universo de oportunidades além dessas experiências.

Sim, é mais fácil rejeitar novas idéias sem considerá-las ou explorá-las. Agora, se você já sabe tudo, como é possivel aprender ? É ótimo ter certeza e confiança. Só não deixe a certeza cegá-lo para o real potencial das suas possibilidades.



Recebido via e-mail do Site: www.diabetenet.com.br

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

COMER MORTADELA E ARROTAR CAMARÃO É:


-Chiar direitos autorais na criação de PPS, com aqueles ursinhos e anjinhos malas, que foram feitos num Windows pirata;

-Ter carro importado e não ter $$$ pro IPVA ou mudar de rota pra fugir dos pedágios;

-Ostentar um celular "pai de santo": só recebe...

-Ter agenda de couro com as iniciais folheadas a ouro e a letra mais feia que seu filhinho de 7 anos;

-Ter uma TV 29 polegadas, estéreo, com PIP, conectada num aparelho de som Lennox;

-Pegar pneumonia visitando os Alpes Suíços;

-Ter um box de banheiro liiiiiiiiiiindo e uma ducha de "prástico" com os fios torrados;

-Ter um computador multimídia com monitor de 17", HD de 80 gigas, speedy e um cérebro do tamanho de uma ervilha;

-Ir num restaurante de cozinha internacional 5 estrelas e pedir "um filé com fritas" bem passado, quase torradinho;

-Ter na sua biblioteca um retrato seu, pintado por um artista plástico famoso, que pela sua feiúra mais parece uma obra de arte surrealista;

-Tentar acionar o portão eletrônico de 10 metros de comprimento, com o controle remoto todinho estrupiado ou com bateria fraca;

-Usar CD pirata ou emprestado no player do carro, com disqueteira e potência que custaram R$ 3 mil;

-Comer caviar acompanhado de Sidra Cereser;

-Desfilar com um MP3 top de linha e um fone de ouvido de R$1,99;

-Viajar pra Miami sem saber falar inglês;

-Usar camisa de grife manchada com pasta de dente;

-Desfilar com um filhote de Pittbull e não ter $$$ para vaciná-lo;

-Usar bracelete de ouro e um paletó igualzinho ao do Antonio Ermirio de Moraes;

-Usar biquíni e bóia da mesma nacionalidade. Biquíni italiano e bóia da Pirelli;

-Ter uma calculadora financeira HP e só saber as 4 operações básicas;

-Ficar três horas na balada com a mesma latinha de cerveja, e quando chega uma amigo pede um pouquinho pra completar;

-Usar caneta Montblanc em bloquinhos de rascunho feitos com restos de sulfite (só pode usar um lado);

-Ir no restaurante japonês, colocar elástico e um pedaço de papel dobrado no meio do hashi;

-Ter webcam e uma cara assustadora (CINE TRASH);

-Fazer picanha no churrasco e emprestar um copinho de álcool do vizinho pra acender a churrasqueira e não convidá-lo;

-Enviar port-folio por e-mail, no horário da meia noite às seis (pulso único);

-Estar no exterior e enviar para a família um envelope cheio de cartões postais para serem enviados aos amigos que aqui estão pelo correio do Brasil;

-Gravar filmes da Seção da Tarde, pro filhinho, num videocassete com 12 cabeças de diamante, estéreo, hi-fi e outros bichos, poupando a ida à locadora;

-Ter um relógio Rolex com o vidro embaçado com vapor d`água;

-Ter 3 carros na garagem e emprestar o carrinho de feira do vizinho;

-Tomar banho na banheira com hidromassagem usando sabonete Lux;

-Ter um laptop e mãos de pedreiro ou indicador igual ao do Cristo Redentor;

-Usar perfume francês e unhas sujas parecidas com as de borracheiro que troca pneu de caminhão;

-Reclamar com o dono do carrinho de lanche, na rua suja de lixo, que a folhinha da alface do X-salada está preta na borda;