POR UM PORTUGAL DIFERENTE

POR UM PORTUGAL DIFERENTE
ABRIL VIRÁ...!!!

EXPERIMENTE... VÁ ATÉ LÁ!

MUDAR...

Estrela - DestaquesNinguém pode ser escravo de sua identidade; quando surge uma possibilidade de mudança é preciso mudar. (Elliot Gould)

Frases e Mensagens -

NÃO HÁ ACORDO...!!!...

NÃO HÁ ACORDO...!!!...
... Português há só UM...!!!

TRADUÇÃO/TRANSLATE/TRADUCION

SEM IMITAÇÕES...

ACREDITE...

"Nunca faça graça de graça. Você é humorista, não político."

A Hora em Poá (BRASIL)

"Nada descreve melhor o caráter dos homens do que aquilo que eles acham ridículo."

VELHO PROVÉRBIO PORTUGUÊS

"Dois olhos vêem mais do que um só."
Veja Frases para Orkut - Kifrases.com

LOVE, love, LoVe

OvEr ThE RaInBoW

1lindoMENINO ...

Verdade, Verdadinha...!!!

zwani.com myspace graphic comments

1lindomenino

Menininhas e inhos venham a mim...

Posting

Photo Flipbook Slideshow Maker
PORTUGAL é "isto"... e MUITO MAIS...!!!

António GEDEÃO


Eu, quando choro, não choro eu. Chora aquilo que nos homens em todo o tempo sofreu. As lágrimas são as minhas mas o choro não é meu.A.GEDEÃO

SEJA ASSIM... COMO EU!

recadosparablogseorkut.com


Mais Um(a)...!!! OBRIGADO...!!!

sábado, 18 de julho de 2009

Diário de um cinquentão na academia (PIADA...rsrs... será "mesmo"...?!)


Acabei de completar 56 anos. Minha mulher me presenteou com uma semana de treinamento físico em uma boa academia. Estou em excelente forma mas achei boa idéia diminuir minha "barriguinha". Fiz reserva com a "personal trainner" Nádia, instrutora de Aeróbica e modelo de 26 anos. Foi recomendado levar um diário para documentar meu progresso, que vai transcrito a seguir:

Segunda: Com muita dificuldade levantei-me às 6 da manhã. O esforço valeu a pena. Nádia, mais parecia uma deusa grega: ruiva, olhos azuis, grande sorriso, lábios carnudos e corpo escultural. Inicialmente, Nádia me fez um tour, mostrando os aparelhos. Comecei pela bicicleta. Ela me tomou o pulso, depois de 5 minutos, e se alarmou, pois estava muito acelerado. Não era a bicicleta mas ela, vestida com uma malha de lycra coladinha. Desfrutei do exercício. Ela me motiva muito, apesar da dor na barriga, de tanto encolhê-la, toda vez que ela passava perto de mim.

Terça: Tomei café e fui para a academia. Nádia estava mais linda que nunca. Comecei a levantar uma barra de metal. Depois se atreveu a por pesos!!! Minhas pernas estavam debilitadas, mas consegui completar UM QUILÔMETRO. O sorriso arrebatador que Nádia deu me convenceu de que todo exercício valeu a pena... era uma nova vida para mim. Que felicidade... que mulher...!!!

Quarta: A única forma como consegui escovar os dentes, foi colocando a escova sobre a pia e movendo a cabeça para os lados. Dirigir também não foi fácil: me doía o peito. Estacionei em cima da calçada... Nádia estava impaciente pois meus gritos molestavam os outros sócios. Sua voz estava um pouco aguda a essa hora da manhã e quando gritava me incomodava muito. Meu corpo doeu inteiro quando ela me colocou uma cinta para fazer escalada. Para que merda alguém inventa um treco para se escalar quando isso já está obsoleto com os elevadores? Nádia me disse que isso me ajudaria a ficar em forma e desfrutar a vida... ou alguma dessas merdas de promessas.

Quinta: Nádia estava me esperando com seus odiosos dentes de vampiro. Cheguei meia hora atrasado: foi o tempo que demorei para colocar os sapatos. A desgraçada da Nádia me colocou para trabalhar com os pesos. Quando se distraiu, saí correndo e me escondi no banheiro. Mandou um outro treinador me buscar e como castigo me pôs a trabalhar na máquina de remar... e me ferrei.

Sexta: Odeio a desgraçada da Nádia. Estúpida, magra, anêmica, chata e feminista sem cérebro! Se houvesse uma parte do meu corpo que podia se mover sem uma dor angustiante, eu partiria no meio a vaca que pariu essa porra dessa mulher. Nádia quis que eu trabalhasse meus tríceps... EU NEM SEI O QUE É UM TRÍCEPS !!! E se não bastasse me colocar o peso para que o rompesse, me colocou aquelas merdas das barras... A bicicleta me fez desmaiar e acordei na cama de uma nutricionista, uma idiota do c....... que me deu uma catequese de alimentação saudável, claro.

Sábado: A filha da p... da Nádia me deixou uma mensagem no celular com sua vozinha de lésbica assumida, perguntando-me por que eu não fui. Só com a vozinha me deu gana de quebrar o celular e depois encher a cara daquela vagabunda de porrada, porém não tinha certeza se teria força suficiente para levantá-lo, inclusive para apertar os botões do controle remoto da tevê estava difícil...

Domingo: Pedi ao vizinho para ir à missa agradecer a Deus por mim por essa semana que terminou. Também rezei para que o ano que vem, a filha da p..a da minha mulher me presenteie com algo um pouco mais divertido, como um tratamento dentário de canal, um cateterismo ou um exame de próstata!




Agradecimento "habitual" ao Site: http://boaspiadas.blogspot.com/

A Banda e A Arrábida


Setúbal 15-8-2008 - Comemorações do Dia de Bocage e da Cidade de Setúbal. Banda da Sociedade Musical Capricho Setubalense.

Nota de 1lindomenino: a "emoção" de ver a "minha" cidade, o meu Rio Azul, a "nossa" Serra da Arrábida e escutar a Banda da Capricho...!!!

BOM DEMAIS...!!!

Um grande GOLO de FERNANDO OLIVEIRA...!!!





VITÓRIA: Fernando Oliveira lançou candidatura com palavras decididas



«Não estamos assustados!»
Fernando Oliveira lançou ontem à tarde, formalmente, a única candidatura até agora conhecida às eleições para os órgãos sociais do Vitória no dia 24. Fê-lo no seu estilo desassombrado e prometeu rija peleja para, disse, reaver «as esperanças que à partida muitos no Vitória pensaram estar perdidas». Considerando que, ele e as pessoas que o acompanham, há a consciência das muitas dificuldades a enfrentar para governar o Vitória e levantá-lo do ambiente de profunda crise em que tem vivido nos últimos anos, Fernando Oliveira deixou uma palavra clara: «Não estamos assustados»! Deixou nas entrelinhas, a este respeito, a existência de um plano pensado para o financiamento da estrutura vitoriana.


«Não estamos assustados! Estamos conscientes das dificuldades!» Esta será a ideia-força do discurso do único candidato até agora conhecido aos órgãos sociais do Vitória Futebol Clube nas eleições marcadas para de hoje a oito dias. Fernando Oliveira vai abalançar-se à sua segunda liderança e ontem à tarde apresentou na sala de sessões da Associação de Socorros Mútuos Setubalense a lista que hoje vai formalizar e que tem como mandatário o médico setubalense, antigo presidente, Henrique Soudo, associado que foi claro a dizer que está ligado à candidatura porque nela «está Fernando Oliveira» e que espera que o Vitória tenha com ele a «mesma sorte que teve na primeira vez».

Fernando Oliveira abriu com uma resenha das circunstâncias que o levaram a integrar a comissão de gestão ainda em funções e a decidir-se pela elaboração da presente candidatura, atirando a dado ponto, no seu estilo desassombrado: «Fui a cinco ou seis reuniões do Conselho Vitoriano e, eu que tenho a minha vida feita, não ando à procura de nada e não tenho terrenos para comprar e vender, verifiquei que se chegou a discutir por mais de duas horas qual seria o nome que o Vitória devia escolher quando estivesse nos distritais… este era o discurso porque, dizia-se, os processos eram tantos e sem alternativas que o melhor era começar a pensar nisso; pediram-me, então, para dar um passo em frente e em princípio não quis porque entendia que já tinha dado o meu contributo ao Vitória, só que o discurso foi-se avolumando e chegou a altura de dizer que seria o último a atirar a toalha ao chão e que não seria pela minha omissão que o Vitória acabaria. Assumi a tarefa quase com espírito de salvação, num período violento em que os jogadores não recebiam e diziam que só podiam falar com os sócios na bancada porque não havia mais ninguém no clube e em que vim a saber de coisas como haver um núcleo de jogadores brasileiros que estavam preparados para fazer greve e a equipa não poder jogar frente ao Paços de Ferreira; sempre falei com eles lembrando-me que já tinha estado na sua posição de jogadores e disse-lhes que iam ter como interlocutores pessoas sérias e dialogantes que iam tentar resolver os problemas, sem fazer promessas. Felizmente, todos conseguimos que o Vitória não descesse e dias depois todos os jogadores receberam cinco meses de salários que estavam em atraso, vindo depois nova guerra que foi a necessidade de conseguir inscrever a equipa na Liga, o que foi feito com tranquilidade e o Vitória não voltou a ser falado pela negativa».

«Os problemas, como sabem, continuam», avançou Fernando Oliveira e é para os enfrentar que aqui estamos, porque o Vitória não pode nem vai morrer! É o coração da cidade, vai fazer cem anos e seria um crime se tal acontecesse».

«CALÚNIAS»…

O candidato considerou que a sua missão estava «cumprida», então, mas justificou um novo passo: «Podia sair mas interroguei-me e não o fiz porque senti que há um grande aproveitamento do Vitória e situações que era preciso analisar. Era forçoso arranjar uma Direcção e ver se conseguimos salvar a honra do convento, uma vez que, por exemplo, não podemos passar uma esponja sobre situações em que há uma dívida de 400 mil euros para pagar a empresários e para além dos ordenados chorudos de alguns jogadores brasileiros Aida temos de nos haver com obrigações para com clubes de que, alguns, nunca ouvi falar. É preciso meditar nisto.

Nesta linha ainda, atirou: «Já lançam calúnias a meu respeito. Inventam histórias e foram dizer à presidente da Câmara que eu tinha mandado tirar dinheiro das amadoras para pôr no futebol profissional, quando eu nem sequer conheço as pessoas ligadas a essas áreas… As mentiras, seu, vão continuar mas isso dá-nos força e se nos querem derrubar é porque há coisas graves em causa… Em defesa dos interesses do Vitória, seremos implacáveis; quem prejudicou o Vitória tem de ser castigado; não digo mal de ninguém e mentem a meu respeito, mas defenderemos intransigentemente a verdade, doa a quem doer, para elevar o nome do Vitória em todas as vertentes».

PLANO

Noutra fase da sua intervenção, Fernando Oliveira inflectiu para um discurso de esperança, afirmando que o clube tem «grandes associados, grandes vitorianos» e pediu um reconhecimento público na sala para o médico Júlio Adrião que, continuou, «numa altura em que o Vitória precisou, resolveu gratuitamente o problema».

A necessidade de avançar com um plano de ordem financeira foi aflorado pelo candidato, ainda que sem levantar a «ponta do véu». «Ainda há em Setúbal quem saiba analisar o Vitória e há um projecto que merece a disponibilidade de uma pessoa, apoiado por muitos vitorianos, capaz de gerar aquilo de que o Vitória precisa para continuar a ter orgulho de o ser. Estamos a trabalhar para reaver as esperanças que à partida pareciam perdidas. Por agora, a tarefa é a de construir uma equipa».




Agradecimento ao Jornal da "minha terra" no Site: http://www.osetubalense.pt/
Nota de 1lindomenino: sou "incondicional" apoiante de Fernando Oliveira e como VITORIANO e SETUBALENSE agradeço-lhe mais esta LIDERANÇA à frente do "nosso" VFC - Setúbal.
A CIDADE também agradece... !!! Tenho a CERTEZA...!!!

Mahatma Gandhi - Pensamentos (Filosofia e conceitos de VIDA)




Creio na verdade fundamental de todas as grandes religiões do mundo. Creio que são todas concedidas por Deus e creio que eram necessárias para os povos a quem essas religiões foram reveladas. E creio que se pudéssemos todos ler as escrituras das diferentes fés, sob o ponto de vista de seus respectivos seguidores, haveríamos de descobrir que, no fundo, foram todas a mesma
coisa e sempre úteis umas às outras.


Mahatma Gandhi

Ary dos Santos - O poema original




Original é o poeta
que se origina a si mesmo
que numa sílaba é seta
noutro pasmo ou cataclismo
o que se atira ao poema
como se fosse um abismo
e faz um filho ás palavras
na cama do romantismo.
Original é o poeta
capaz de escrever um sismo.

Original é o poeta
de origem clara e comum
que sendo de toda a parte
não é de lugar algum.
O que gera a própria arte
na força de ser só um
por todos a quem a sorte faz
devorar um jejum.
Original é o poeta
que de todos for só um.

Original é o poeta
expulso do paraíso
por saber compreender
o que é o choro e o riso;
aquele que desce á rua
bebe copos quebra nozes
e ferra em quem tem juízo
versos brancos e ferozes.
Original é o poeta
que é gato de sete vozes.

Original é o poeta
que chegar ao despudor
de escrever todos os dias
como se fizesse amor.
Esse que despe a poesia
como se fosse uma mulher
e nela emprenha a alegria
de ser um homem qualquer.




O meu Obrigado ao Site: http://www.astormentas.com/

sexta-feira, 17 de julho de 2009

ALGUNS Pensamentos e frases de Charles Chaplin


"Se tivesse acreditado
na minha brincadeira
de dizer verdades teria
ouvido verdades que
teimo em dizer brincando,
falei muitas vezes como um palhaço
mas jamais duvidei da
sinceridade da platéia
que sorria."

"O homem é um animal com instintos
primários de sobrevivência.
Por isso,
seu engenho desenvolveu-se primeiro
e a alma depois, e o progresso da ciência
está bem mais adiantado que seu
comportamento ético."

"Pensamos em demasia e sentimos bem pouco.
Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade.
Mais do que de inteligência, de afeição e doçura.
Sem essas virtudes, a vida será de violência
e tudo será perdido."


"A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela
termina.
Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está
todo de trás pra frente.
Nós deveríamos morrer
primeiro, nos livrar logo disso.
Daí viver num asilo,
até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo.

Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você
trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder
aproveitar sua aposentadoria.
Aí você curte tudo, bebe
bastante álcool, faz festas e se prepara pra
faculdade.
Você vai pro colégio, tem várias namoradas, vira
criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um
bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus
últimos nove meses de vida flutuando...
E termina tudo
com um ótimo orgasmo!!!
Não seria perfeito?"



Agradecimento ao Site: http://ena-mello.sites.uol.com.br/

O que um Homem Nunca Irá dizer para uma Mulher


1. Desliga a TV amor. Acho que precisamos falar sobre nossa relação...

2. Aquela mulher tem os seios muito grandes.

3. Não... não estou com pressa.

4. Antônio Banderas e Brad Pitt? Nossa!!! ...
a gente TEM quer ver esse filme!

5. Já que eu tô de pé, quer alguma coisa?

6. Sexo não é importante. Vamos apenas ficar conversando...

7. Quer ajuda para escolher os sapatos?

8. Por que a gente não vai no shopping e você escolhe alguns sapatos novos?

9. Eu realmente não sei o caminho. Vamos parar e perguntar...

10. Eu seguro sua bolsa enquanto você experimenta este outro ...

11. Esse vestido ficou bom... mas porque você não experimenta mais alguns?

12. Você cortou o cabelo?!

13. Você está com dor de cabeça? Deixa que eu pego um remédio
para você e faço uma massagem para você relaxar.

14. Querida, telefone para você. É o seu melhor amigo.

15. Nossa! Como você é inteligente. Se não fosse você,
não sei como viveria.

16. Pode deixar a louça comigo! Hoje é domingo e você
merece descansar.

17. Eu acho a feiticeira tão artificial.

18. Vamos hoje na casa de sua mãe. Faz tanto tempo que não a vemos.

19. Adoro sair com você e seus amigos. Eles são tão divertidos.

20. Eu? Pro bar? De jeito nenhum! Prefiro ficar com você.

21. Meu amor! Já pus a roupa suja na máquina.

22. Esta noite quero te dar tudo que você merece. Vamos
no restaurante mais caro da cidade.

23. Querida, vou reclamar com o vizinho sobre essa história da filha dele ficar de calcinhas na janela. Que pouca vergonha!!

24. Não vou beber muito! Afinal, ficar de pileque é
fazer você passar vergonha.
E isso nunca!!!


Agradecimento ao Site: http://www.cambalacho.com/

PORTO COVO (Rui Veloso)

Nota de 1lindomenino: uma música e um poema de grande qualidade. Um ENORME êxito do Rui Veloso.

E, Porto Côvo, bem o mereceu...!!!

Bebado Sortudo, tem... mas é coisa rara! (PIADA, hein..."caras",,,!!!)


Sexta-feira feira passada, fui na despedida de solteiro de um grande amigo de infância. A festa, como sempre, aconteceu numa chácara “meio suspeita”, longe do centro da cidade. Estava uma beleza. Bebida à vontade, caixas e mais caixas de cerveja, whisky, cachaça e alguns “petiscos” muuuito especiais. Tava muito bom, mesmo! Mas…

Quando, lá pelas quatro da manhã de sábado, eu dirigia de volta para casa, para minha felicidade, passei por uma blitz da polícia e... não deu outra…fui escolhido!

Eu estava tão bêbado que quase cai no chão ao sair do carro… mal conseguia parar de pé.

Os guardas já estavam buscando o tal do bafômetro quando, do outro lado da estrada, um caminhão leva uma fechada e tomba espalhando toda sua carga pela pista.

Imediatamente os guardas esqueceram do teste, mandaram eu “circular” com cuidado e foram atender ao acidente. Eu pensei:

-“P#rra! Que sorte!”

Mais que depressa, entrei no carro e sumi de lá, todo contente…

Enquanto dirigia para casa, eu pensava: “Sorte! Não é que bêbado tem sorte, mesmo!?”

Logo de manhã, no sábado, não era nem 8 horas, minha mãe entra em meu quarto desesperada e fala:

- Acorda… (me chacoalha bastante). ACORDA!… Dá pra você me explicar por que é que tem um carro da Polícia Militar na nossa garagem?!



O meu sincero OBRIGADO ao Site: http://boaspiadas.blogspot.com/

Nada pode ser


Nada pode ser mais forte que o sorriso dado por uma pessoa a outra que chora sem saber o motivo.
Nada pode ser mais convincente que a mão amiga da criança desconhecida quando toca o rosto do pobre que se esconde pelas ruas da cidade.
Nada pode ser mais tocante que o velho que perambula como se buscasse o restante dos dias que faltam em sua vida.
Nada pode ser maior que o carinho da mãe que olha para todos os seus filhos da maneira mais doce que pode existir no mundo.
Nada pode ser melhor que o consolo dado pelo ser humano feliz àquele que padece de tristeza e sequer sabe porque vive.

Recebido via e-mail do Site: www.diabetenet.com.br

quinta-feira, 16 de julho de 2009

PIADA... hein...?!... "Chifre ou asa"


O Corpo de Bombeiros foi accionado.

Um suicida estava querendo pular de uma torre, tava a maior multidão incentivando o cara a descer:

- PULA !!! PULA !!! PULA !!!

Quando passou um cidadão que conhecia o suicida e falou:

- Eu conheço ele, ele é apaixonado pela mulher, chama ela aqui, que tenho certeza que ele vai descer.

Quando a mulher chegou o bombeiro levou ela o mais perto possível dele para que a mulher pudesse conversar com ele.

Ela então falou:

- Desce daí, que eu te botei foi CHIFRE não foi ASA não...!!!



Agradecimento ao Site: http://www.anedotas.rir.com.pt/

Puer natus in Bethlehem - Josef Rheinberger

Concerto de Natal do Coro Feminino do Coro de Câmara de Setúbal.

13 de Dezembro de 2008, Igreja S. Sebastião, Setúbal.

Direcção: Raul Avelãs,

Piano: Nuno Batoca

Nota de 1lindomenino: que maravilha poder postar aquí neste Blog o Coro Feminino do Coro da CMSetúbal. Parabéns e Obrigado por poderem dar estas "alegrias" a nós, Setubalenses, "espalhados" um pouco por todo o Mundo ...!!!

O Modo Correto de Tratar com as Criancas (PIADA ou...talvez NÃO...!!!)


Uma mulher está no mercado fazendo compras, acompanhada da filha de uns 6 anos. Ao passar pela gôndola dos doces a garotinha quer levar alguns doces, a mãe não deixa e a menina abre um berreiro.

-Calma, Paula! Só faltam mais alguns minutos. Fica quietinha!

Pouco depois a menina quer um caderno com o Hello Kitty, a mãe diz que não e lá vem berreiro.

-Comporte-se Paula! Só falta passar no caixa e logo iremos para casa!

Na boca do caixa a menina quer comprar chocolate. Novo berreiro!

-Fica quietinha, Paula! Já estamos terminando!

Quando está pagando a conta, um rapaz atrás dela comenta:

-Meus parabéns! Eu estava próximo da senhora e pude perceber o quanto a senhora foi paciente com a pequena Paula...

-Não, não. Não é isso. A Paula sou eu! A minha filha chama-se Aninha!



Agradecimento devido ao Site: http://boaspiadas.blogspot.com/

Pelo Tejo Vai-se para o Mundo

O Tejo é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia,
Mas o Tejo não é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia
Porque o Tejo não é o rio que corre pela minha aldeia.
O Tejo tem grandes navios
E navega nele ainda,
Para aqueles que vêem em tudo o que lá não está,
A memória das naus.
O Tejo desce de Espanha
E o Tejo entra no mar em Portugal.
Toda a gente sabe isso.
Mas poucos sabem qual é o rio da minha aldeia
E para onde ele vai
E donde ele vem.
E por isso porque pertence a menos gente,
É mais livre e maior o rio da minha aldeia.

Pelo Tejo vai-se para o Mundo.
Para além do Tejo há a América
E a fortuna daqueles que a encontram.
Ninguém nunca pensou no que há para além
Do rio da minha aldeia.
O rio da minha aldeia não faz pensar em nada.
Quem está ao pé dele está só ao pé dele.


Alberto Caeiro, in "O Guardador de Rebanhos - Poema XX"
Heterónimo de Fernando Pessoa



Agradecimento ao Site: http://www.citador.pt/

Amor no coração


Numa sala de aula havia várias crianças. Quando uma delas perguntou à professora: "Professora, o que é o amor?".

A professora sentiu que a criança merecia uma resposta à altura da pergunta inteligente que fizera.
Como já estava na hora do recreio, pediu que cada aluno desse uma volta pelo pátio da escola e trouxesse o que mais despertasse nela o sentimento de amor.

As crianças saíram apressadas e, ao voltarem, a professora disse: "Quero que cada um mostre o que trouxe consigo".

A primeira criança disse: "Eu trouxe esta flor, não é linda?".

A segunda criança falou: "Eu trouxe esta borboleta. Veja o colorido de suas asas, vou colocá-la em minha coleção".

A terceira criança completou: "Eu trouxe este filhote de passarinho. Ele havia caído do ninho junto com outro irmão. Não é uma gracinha?".

E assim as crianças foram se colocando.

Terminada a exposição, a professora notou que havia uma criança que tinha ficado quieta o tempo todo. Esta estava vermelha de vergonha, pois nada havia trazido. A professora se dirigiu a ela e perguntou: "Meu bem, por que você não trouxe nada?".

E a criança timidamente respondeu: "Desculpe, professora. Vi a flor e senti o seu perfume. Pensei em arrancá-la, mas preferi deixá-la para que seu perfume durasse mais tempo. Vi também a borboleta, leve, colorida! Ela parecia tão feliz que não tive coragem de aprisioná-la. Vi também o passarinho caído entre as folhas, mas, ao subir na árvore, notei o olhar triste de sua mãe e preferi devolvê-lo ao ninho. Portanto, professora, trago comigo o perfume da flor, a sensação de liberdade da borboleta e a gratidão que senti nos olhos da mãe do passarinho. Como posso mostrar o que trouxe?".

A professora agradeceu a criança e lhe deu nota máxima, pois ela fora a única que percebera que só podemos trazer o amor no coração
.

Autor Anônimo


Recebido via e-mail do Site: www.portaldiabetes.com.br

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Xutos e Pontapés - À minha maneira

Nota de 1lindomenino: foi ao som triunfal

desta Banda Portuguesa e desta música que

Cristiano Ronaldo desfilou no Estádio Santiago Barnabéu

(Real Madrid) na sua apresentação ao adeptos madrilenos.

BOA MALHA... !!!

Uma PIADA "desgraçada" sobre o Bill Gates


Bill Gates morreu. Foi pro inferno. Ao chegar, foi recebido por Satanás em pessoa, que disse-lhe:
- Seja bem-vindo. Nós te daremos a opção de três quartos nos quais passará a eternidade. O ex-bilionário concordou, e Lúcifer mostrou-lhe o primeiro quarto. Era bem decorado. Havia uma mulher maravilhosa, uma garrafa de fino vinho francês e um Pentium IV rodando Windows XP.
Bill Gates nem quis ver os outros quartos. Pediu aquele na hora, e Satan concordou. Logo depois, um dos demônios subordinados perguntou ao chefe:
- Pô, aqui não é o inferno? Por que ele pegou um quarto de luxo daquele?
- Sabe a garrafa? Tem buraco. A mulher não...
- E o computador?
- Está travado e faltam três teclas.
- Quais?
- Control, Alt e Delete...



Agradecimento ao Site: http://www.aindamelhor.com/

Caricatura da Hebe Camargo

Nota de 1lindomenino: dizem as "más-línguas" que está
"envelhecida" em cascos de carvalho...!!!
Será...?!... rsrs

PROVÉRBIO JAPONÊS

"coisas" que é fácil DIZER.
O difícil é mesmo... APLICAR...!!!
(Provérbio Português)

Meio da SEMANA... a 4ª Feira...

Estação das Perdas


Há horas em nossas vidas que somos tomados por uma enorme sensação de inutilidade, de vazio... Questionamos o porquê de nossa existência e nada parece fazer sentido. Concentramos nossa atenção no lado mais cruel da vida, aquele que é implacável e a todos afeta indistintamente: as perdas do ser humano.



Ao nascer, perdemos o aconchego, a segurança e a proteção do útero. Estamos, a partir de então, por nossa conta. Sozinhos. Começamos a vida em perda e nela continuamos. Paradoxalmente, no momento em que perdemos algo, outras possibilidades nos surgem. Ao perdermos o aconchego do útero, ganhamos os braços do mundo. Ele nos acolhe: nos encanta e nos assusta, nos eleva e nos destrói.

E continuamos a perder... E seguimos a ganhar. Perdemos primeiro a inocência da infância. A confiança absoluta na mão que segura nossa mão, a coragem de andar na bicicleta sem rodinhas porque alguém ao nosso lado nos assegura que não nos deixará cair... E ao perdê-la, adquirimos a capacidade de questionar. Por que? Perguntamos a todos e de tudo... Abrimos portas para um novo mundo e fechamos janelas, irremediavelmente deixadas para trás... Estamos crescendo.

Nascer, crescer, adolescer, amadurecer, envelhecer, morrer, renascer(?)... Vamos perdendo aos poucos alguns direitos e conquistando outros. Perdemos o direito de poder chorar bem alto, aos gritos mesmo, quando algo nos é tomado contra a vontade. Perdemos o direito de dizer absolutamente tudo que nos passa pela cabeça sem medo de causar melindres. Assim: se nossa tia às vezes nos parece gorda tememos dizer-lhe isso. Receamos dar risadas da bermuda ridícula do vizinho ou puxar as pelanquinhas do braço da avó com a maior naturalidade do mundo e, ainda, falar bem alto sobre o assunto.

Estamos crescidos e nos ensinam que não devemos ser tão sinceros. E aprendemos... E vamos adolescendo. Ganhamos peso, ganhamos seios, ganhamos pêlos, ganhamos altura.Ganhamos o mundo. Neste ponto, vivemos em grande conflito. O mundo todo nos parece inadequado aos nossos sonhos... Ah! E os sonhos!!! Ganhamos muitos sonhos. Sonhamos dormindo, sonhamos acordados, sonhamos o tempo todo. Aí de repente, caímos na real! Estamos amadurecendo...

Todos nos admiram. Tornamo-nos equilibrados, contidos, ponderados. Perdemos a espontaneidade. Passamos a utilizar o raciocínio, a razão acima de tudo. Mas, não é justamente essa a condição que nos coloca acima dos outros animais? A racionalidade, a capacidade de organizar nossas ações de modo lógico e racionalmente planejado(???).

E continuamos amadurecendo. Ganhamos um carro novo, um companheiro, ganhamos um diploma. E desgraçadamente perdemos o direito de gargalhar, de andar descalço, tomar banho de chuva, lamber os dedos e soltar pum sem querer. Mas, perdemos peso!!! Já não pulamos mais no pescoço de quem amamos e tascamos aquele beijo estalado. Mas, apertamos as mãos de todos, ganhamos novos amigos, ganhamos um bom salário, ganhamos reconhecimento, honrarias, títulos honorários e a chave da cidade. E assim, vamos ganhando tempo. Enquanto envelhecemos.

De repente percebemos que ganhamos algumas rugas, algumas dores nas costas (ou nas pernas), ganhamos celulite, estrias, ganhamos peso... e perdemos cabelos. Nos damos conta que perdemos também o brilho no olhar, esquecemos os nossos sonhos, deixamos de sorrir. Perdemos a esperança. Estamos envelhecendo.

Não podemos deixar pra fazer algo quando estivermos morrendo. Afinal, quem nos garante que haverá mesmo um renascer? Exceto aquele que se faz em vida, pelo perdão a si próprio, pelo compreender que as perdas fazem parte. Mas, que apesar delas, o sol continua brilhando e felizmente chove de vez em quando. Que a primavera sempre chega após o inverno, que necessita do outono que o antecede.

Que a gente cresça e não envelheça simplesmente. Que tenhamos dores nas costas e alguém que as massageie. Que tenhamos rugas e boas lembranças. Que tenhamos juízo mas mantenhamos o bom humor e um pouco de ousadia. Que sejamos racionais. Mas, lutemos por nossos sonhos. E, principalmente, que não digamos apenas eu te amo. Mas, ajamos de modo que aqueles a quem amamos, sintam-se amados mais do que saibam-se amados. Afinal, o que é o tempo.



(texto de Aila Magalhães)

Recebido via e-mail do Site: www.portaldiabetes.com.br

terça-feira, 14 de julho de 2009

Ao Longe O Mar - Madredeus


Madredeus e a belíssima voz de Teresa Salgueiro.

Imagens lindíssimas dos Açores.

barbaramadail (2 semanas atrás)

Orgulho-me de ser portuguesa!Os maravilhosos valores que temos! E que infelizmente muitos não sabem dar o devido valor...Somos um povo de escritores e poetas quer na literatura quer na música , um povo que vive com a alma! Que não é nada pequena!

(Vidé Vídeo)

Deixa o Olhar do Mundo


Deixa que o olhar do mundo enfim devasse
Teu grande amor que é teu maior segredo!
Que terias perdido, se, mais cedo,
Todo o afeto que sentes se mostrasse?
Basta de enganos!
Mostra-me sem medo
Aos homens, afrontando-os face a face:
Quero que os homens todos, quando eu passe,
Invejosos, apontem-me com o dedo.
Olha: não posso mais!
Ando tão cheio
Deste amor, que minh'alma se consome

De te exaltar aos olhos do universo...
Ouço em tudo teu nome, em tudo o leio:
E, fatigado de calar teu nome,
Quase o revelo no final de um verso.



O meu Obrigado ao Site: http://www.aindamelhor.com/poesia/

Mais Frases Divertidas e Inteligentes


Essa é uma coleção de pensamentos, citações, provérbios, frases famosas, interessantes e engraçadas. Temos as melhores frases e pensamentos da Internet. Humor, ironia e sarcasmo para divertir todo mundo.


Confira Estas Super Frases:


- O melhor Carnaval brasileiro continua sendo o do Rio. A Bahia faz o melhor Carnaval africano. (Ruy Castro)

- Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta. (Paulo Brossard)

- A corrupção não é uma invenção brasileira, mas a impunidade é uma coisa muito nossa. (Jô Soares)

- Nunca se ache demais, pois tudo o que é demais sobra, tudo o que sobra é resto e tudo o que é resto vai para o lixo. (Anônimo)

- Fuja das tentações, mas devagar, para que elas possam te alcançar... (Anônimo)

- O homem é um ser tão dependente que até pra ser corno precisa da ajuda da mulher. (Anônimo)

- Quem acha tudo gozado, é faxineira de motel... (Anônimo)

- O pai moderno deve sempre estar junto dos filhos e, principalmente, das filhas: elas têm cada amiguinha gostosa... (Anônimo)

- Depois de uma sexta-feira da Paixão sempre vem um sábado de pé na bunda. (Anônimo)

- O brasileiro no trânsito é omisso. Até na hora de ser atropelado ele tenta tirar o corpo fora. (Anônimo)

- Não ligue se todos vivem fazendo piadas e tentando te rebaixar só porque você é gorda. Lembre-se: você é muito maior do que isso tudo. (Anônimo)

- Preserve os gatos pingados. Afinal, eles são só meia dúzia. (Anônimo)

- Aprenda uma coisa: o mundo não gira em torno de você... Só quando você bebe demais. (Anônimo)

- O primeiro sentimento de quem está de dieta é o de revolta. Dá vontade de acabar com tudo, a começar pelo que tem na geladeira. (Anônimo)

- A Suíça é um mundo de faz-de-conta numerada. (Anônimo)

- Prestígio só dá dinheiro pra Nestlé! (Anônimo)

- O isopor é meu pastor e a cerveja não faltará. (Anônimo)

- Existem três tipos de mulher: as bonitas, as inteligentes e a maioria. (Anônimo)

- Se eu fosse um passarinho, te levaria voando. Mas como eu não sou, acorda e vai andando. (Anônimo)

- É graças a Deus que o Brasil tem saído de situações difíceis. Mas, graças ao diabo, é que se mete em outras. (Mário Quintana)

- Fiz um acordo de coexistência pacífica com o tempo: nem ele me persegue, nem eu fujo dele. Um dia a gente se encontra. (Mário Lago)

- Época triste a nossa... mais fácil quebrar um átomo do que o preconceito! (A. Einstein)

- Há duas coisas infinitas: o Universo e a tolice dos homens. (Albert Einstein)

- Uma mentira pode dar a volta ao mundo... enquanto a verdade ainda calça seus sapatos. (Mark Twain)

- Triste não é mudar de idéia. Triste é não ter idéia para mudar. (Francis Bacon)



Agradecimento ao Site: http://www.aindamelhor.com/

Sacanagem com o Elefante (PIADA... tá...?!)


Em uma cidade, o dono do circo resolveu criar um desafio...
No meio do espetáculo ele anuncia para a platéia:
-Pagaremos R$ 30 Milhões para quem executar as 3 tarefas impossíveis:
1) Fazer nosso elefante saltitar
2) Fazer nosso elefante sentar
3) Fazer nosso elefante FALAR

De repente levanta um homem:
-Eu faço, mas tem que apagar a luz.
Meio ressabiado, o dono do circo chama o homem para o palco, manda trazer o elefante e diz para apagar a luz.
Quando a luz se apaga o cara da o maior chute nos ovos do elefante e pede para acender a luz, e o elefante está saltitando de dor.
-Agora a 2ª tarefa - Pede o dono.
Apaga a luz - Disse o cara. E dá uma paulada com um taco de golfe nos ovos do elefante que agora senta de tanta dor... e mais aplausos da platéia.
-Agora a 3ª tarefa - Diz o dono.
-Apaga a luz - Pediu o homem.
-APAGA PORRA NENHUMA......!!! - Grita o elefante .......



Agradecimentos "especiais" ao Site: http://boaspiadas.blogspot.com/

A melhor decisão


Quando você sempre tem medo de tomar uma decisão errada, você está constantemente antecipando o fracasso. Atrasar ou evitar uma decisão por causa dos problemas que podem ocorrer coloca você numa posição negativa. Quando controlado pelo medo, você focaliza somente o lado negativo. Quando evita tomar uma decisão, você se transforma em observador passivo e vítima.

Sucesso e conquistas surgem da ação. Para agir, você deve primeiro decidir-se a agir. Não deixe que o medo de tomar a decisão errada o obrigue a não tomar decisão alguma.

É bem provável que você não tome uma decisão perfeita. Em vez da perfeição, procure tomar a melhor decisão possível, baseando-se na informações disponíveis no momento e na direção que você mesmo havia pré-estabelecido.

Vamos lá! Tome a decisão. Aja. Se acontecer de tomar uma decisão errada, você tem todas as condições de entender isso e fazer as correções necessárias. Torne-se um participante positivamente ativo no seu próprio futuro. Decida o que tem que ser feito - e faça-o.

Autor Anônimo

Recebido via e-mail do Site: www.diabetenet.com.br

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Nos Bosques, Perdido (Pablo Neruda)


Para meu coração teu peito basta,
para que sejas livre, minhas asas.
De minha boca chegará até o céu
o que era adormecido na tua alma.
Mora em ti a ilusão de cada dia
e chegas como o aljôfar às corolas.
Escavas o horizonte com tua ausência,
eternamente em fuga como as ondas.
Eu disse que cantavas entre vento
como os pinheiros cantam, e os mastros
Tu és como eles alta e taciturna.
Tens a pronta tristeza de uma viagem.
Acolhedora como um caminho antigo,
povoam-te ecos e vozes nostálgicas.
Despertei e por vezes emigram e fogem
pássaros que dormiam em tua alma.


Agradecimento ao Site: http://www.aindamelhor.com/

PIADA "Rápida, infame e cretina"...


Num aeroporto americano, um árabe está na entrevista para imigração:
-Seu nome?
-Abu Sal Amalek.
-Sexo?
-Quatro vezes por semana.
-Não, não, não! Homem ou mulher ?
-Homem, mulher… Algumas vezes camelo.


Agradecimento ao Site: http://boaspiadas.blogspot.com/

Maria João & Mário Laginha - Unravel





An original song by Björk in a version by Maria João & Mário Laginha included in the album Undercovers (Universal, 2002) and performed by Maria João on vocals, Mário Laginha on piano, Mário Delgado on guitar, Yuri Daniel on double bass and Helge Norbakken on percussion.

(Vidé Vídeo)

Um brinde



Um brinde aos que escolheram renovar-se,
porque venceram os temores herdados
e as ilusões mercadejadas.
Um brinde aos que ainda hesitam,
porque o seu ceticismo é legítimo,
ainda que recheado de ontem;
a qualquer momento podem tomar a estrada,
se o amanhã lhes tocar o desejo.

Um brinde aos que transitaram para o desafio
e não estacionaram na preocupação,
nem no olhar recebido, nem na obediência,
nem no mais sensato Assim-É.

Um brinde aos que maximizaram o objetivo,
porque não se contentaram com as vitrinas,
nem com a modéstia que não ofende,
nem com a guerra no espelho.

Um brinde aos que ordenham o olhar
na prospecção dos fatos,
porque fazem nova gemada
com os ovos (da galinha) de Colombo;
e aos aromistas do diagnóstico,
porque são estes que sintetizam o cristal
e o reinvento.

Um brinde aos que abrem as portas
à ingenuidade, à surpresa e à insubmissão,
porque germinam novas sementes
perante as verdades embalsamadas.

Um brinde aos avaliadores
que não desperdiçam as nozes de Nietzsche
nem atendem às vozes dos conselheiros,
porque concedem saber
à novidade da criança
e acrescentam oportunidade ao espanto.

Um brinde aos que não se consolam na fórmula,
mas cuidam da nova criança,
porque assim dão músculos ao pensar
e tornam confiante o descobridor.

Um brinde às caminhadas,
porque, além dos achados,
reativaram os músculos
e mostraram que vale mover-se.

Um brinde aos que chegaram
e aos que nunca fugiram,
aos que aprenderam
e aos que não ancoraram
na bahia-limbo do conforto.

Um brinde aos que esqueceram as lições
e as ladainhas,
porque agora estão livres
para produzir surpresas no pensar
e riquezas no agir.

Um brinde aos que semeiam,
ainda quando perdem a semente;
aos da meia noite
e aos da nova manhã,
porque para todos há música
e vinho do Reno com gosto de pitomba.

Por maior que seja a pressa,
preveja no mapa o lugar da sombra
para comemorar não apenas o que foi,
mas principalmente o desejo consistente;
e neste quiosque da festa íntima
dimensione a nova estrada dos dias,
escute a música dos desafios
e acrescente o seu próprio brinde
ao ainda não pensado.



(texto de José Leão de Carvalho)

Recebido por e-mail do Site: www.portaldiabetes.com.br


domingo, 12 de julho de 2009

Samir, o turco, vai às Compras (PIADA...)

Ninfas em "banho turco"...

Samir viaja para uma cidade grande onde vai fazer compras para a loja de secos e molhados. Chegando lá ele conhece uma mulher maravilhosa, e fica loucamente apaixonado.

Na manhã seguinte, envia um telegrama para sua esposa:

-Sarita, ficarei uma semana fazendo compras.

Passou a semana, ele decide mandar outro telegrama:

-Sarita, ainda vou precisar de mais uns quinze dias para as compras.

No dia seguinte, chega a resposta de Sarita:

-Não se preocupe, Samir. Pode ficar o tempo que quiser. O que você está comprando por aí eu estou dando de graça aqui.



Agradecimento ao Site: http://boaspiadas.blogspot.com/

Comentário "ANÓNIMO"



Quem escreve, com ou sem razão, debaixo de ANONIMATO, lamento mas é sempre "alguém que EU não posso considerar"...!!!


Estou a escrever isto porque recebi hoje um comentário ANÓNIMO que, decidi NÃO PUBLICAR por isso mesmo e não por discordar/concordar com ele. Estamos numa Sociedade ABERTA onde, cada um, expressa os seus pontos de vista, sem necessitar, assim, de NÂO O ASSINAR.


As épocas em que era "difícil dar a cara" e assumir "algo" já lá vão...!!! Mesmo assim, nessas épocas houve SEMPRE alguém que, enfrentando os riscos, sempre assinou com o SEU NOME, mesmo que isso lhe pudesse trazer "complicações".


Desculpe a imodéstia, caro(a) anónimo(a), mas EU era um desses...!!!


Jinhos do

Rui

1lindomenino