POR UM PORTUGAL DIFERENTE

POR UM PORTUGAL DIFERENTE
ABRIL VIRÁ...!!!

EXPERIMENTE... VÁ ATÉ LÁ!

MUDAR...

Estrela - DestaquesNinguém pode ser escravo de sua identidade; quando surge uma possibilidade de mudança é preciso mudar. (Elliot Gould)

Frases e Mensagens -

NÃO HÁ ACORDO...!!!...

NÃO HÁ ACORDO...!!!...
... Português há só UM...!!!

TRADUÇÃO/TRANSLATE/TRADUCION

SEM IMITAÇÕES...

ACREDITE...

"Nunca faça graça de graça. Você é humorista, não político."

A Hora em Poá (BRASIL)

"Nada descreve melhor o caráter dos homens do que aquilo que eles acham ridículo."

VELHO PROVÉRBIO PORTUGUÊS

"Dois olhos vêem mais do que um só."
Veja Frases para Orkut - Kifrases.com

LOVE, love, LoVe

OvEr ThE RaInBoW

1lindoMENINO ...

Verdade, Verdadinha...!!!

zwani.com myspace graphic comments

1lindomenino

Menininhas e inhos venham a mim...

Posting

Photo Flipbook Slideshow Maker
PORTUGAL é "isto"... e MUITO MAIS...!!!

António GEDEÃO


Eu, quando choro, não choro eu. Chora aquilo que nos homens em todo o tempo sofreu. As lágrimas são as minhas mas o choro não é meu.A.GEDEÃO

SEJA ASSIM... COMO EU!

recadosparablogseorkut.com


Mais Um(a)...!!! OBRIGADO...!!!

sábado, 5 de setembro de 2009

Mico: Hino Nacional da Vanusa [Legendado] Semana da Pátria

Nota de 1lindomenino: no "melhor pano" cai a "nódoa"... rsrs

Nem a ler... QUE COISA"... !!!

Imagem e Citação


LAZER, ESTILO DE VIDA E SAÚDE DO TRABALHADOR


Introdução

A saúde é um dos nossos atributos mais preciosos. Mesmo assim, a maioria das pessoas só pensa em manter ou melhorar a saúde quando esta se acha ameaçada mais seriamente e os sintomas de doenças são evidentes. Ainda que a genética, o ambiente e a assistência médica tenham um papel importante em como e quanto se vive, cada vez mais crescem as evidências de que o jeito de viver das pessoas (o estilo de vida) representa o fator diferencial para a saúde e a qualidade de vida no mundo contemporâneo, independentemente da idade ou condição social das pessoas.

Nem sempre foi assim. Na maior parte dos dois milhões de anos em que ocorreu a evolução humana, mais do que qualquer outro fator, o ambiente determinou quanto e em que condições nossos antepassados viveriam. A partir do século passado foi que, com as grandes mudanças demográficas e tecnológicas, passamos a viver a chamada “era do estilo de vida”. De fato, há evidências abundantes de que, nos tempos atuais, a qualidade e a duração de nossas vidas sejam fortemente influenciadas por nossos comportamentos cotidianos, por nosso jeito de viver. Tais evidências indicam que as doenças que mais matam nos dias de hoje – referidas como doenças crônico-degenerativas (como as doenças cardiovasculares, diabetes, câncer e doenças respiratórias, entre outras) – ocorrem mais freqüentemente e mais precocemente em pessoas com estilos de vida menos saudáveis. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que, das 58 milhões de mortes ocorridas no mundo em 2005, mais de 60% foram decorrentes das doenças e agravos não transmissíveis (DANT). E as evidências científicas são abundantes mostrando a associação dessas ocorrências com diversos fatores do estilo de vida, como o fumo, a alimentação inadequada e a inatividade física.

O que se entende por estilos de vida saudáveis?

O estilo de vida representa “o conjunto de ações habituais que refletem os valores, as atitudes e oportunidades em nossas vidas”. A opção por uma vida saudável, portanto, seria mediada por fatores educacionais e culturais, por tradições sociais e religiosas, por crenças e convicções, além das condições de vida (socioeconômicas e ambientais). Ainda que seja fácil de entender o conceito, sabe-se como é complexo mudar comportamentos simples, seja para eliminar comportamentos não saudáveis (como fumar) ou incluir comportamentos saudáveis (como praticar exercícios regularmente). Além de esclarecimento (informação e motivação para mudanças), as pessoas precisam de oportunidades para experimentar e, quem sabe, adotar tais comportamentos saudáveis, como alimentar-se de forma equilibrada ou praticar exercícios.

Sem dúvida, o local de trabalho (assim como o ambiente escolar) configura-se como importante espaço para o desenvolvimento de intervenções visando à promoção da saúde e da qualidade de vida, pela possibilidade de atingir um grande número de pessoas e porque a maioria dos adultos dedica grande parte de seus dias e de suas vidas ao trabalho. Além disso, os adultos em idade “produtiva” para o trabalho formal parecem estar expostos a inúmeros fatores, muitos ainda não explicados, que levam à adoção de comportamentos (e de um estilo de vida) menos favoráveis à manutenção da saúde e qualidade de vida. De fato, parece existir, nos dias de hoje, uma cultura de sacrifício da saúde em nome do sucesso profissional. Por outro lado, o lazer promove a saúde e o bem-estar, possibilitando aos indivíduos escolher atividades que sejam adequadas aos seus interesses e necessidades. É, pois, no lazer, que se materializam os momentos mais significativos e dignificantes para o ser humano.

O Programa Lazer Ativo do SESI

Quer se entenda o lazer como “tempo livre de obrigações”, como “atividades de livre escolha” ou simplesmente um “estado de espírito”, sempre haverá uma associação natural com o bem-estar individual. Não por acaso, o lazer passou a ser um contexto privilegiado da vida humana para a promoção da saúde e da qualidade de vida.

Com isso em mente, a área de Lazer do SESI implantou um programa de avaliação e intervenção para promoção de estilos de vida saudáveis do trabalhador da indústria (e seus familiares), referido como Lazer Ativo. Deve-se entender Lazer Ativo como uma vivência de lazer comprometida com a idéia de opção por um estilo de vida mais ativo e saudável, valorizando a escolha por atividades de lazer fisicamente mais ativas (sem excluir as demais formas de lazer).

Criado em Santa Catarina (1999), fruto da parceria SESI - NuPAF/UFSC e depois levado aos demais Departamentos Regionais do SESI, o programa é fundamentado no modelo do “Pentáculo do Bem-estar”. Neste modelo, cinco fatores mais influentes são destacados como caracterizadores do estilo de vida individual:

•Hábitos alimentares
Atividade física
Controle do Estresse
•Relacionamentos
Comportamentos preventivos

Tendo como princípios: (a) a opção por um estilo de vida ativo e saudável; (b) na companhia de amigos e familiares; e (c) sempre que possível em contato com a natureza, o Lazer Ativo contribui para a qualidade de vida de várias maneiras importantes, principalmente pela promoção da saúde, da auto-estima mais positiva e pela oportunidade para um melhor relacionamento social. Para saber mais sobre este programa, visite o site http://www.lazerativo.org.br/.

Estilo de vida e hábitos de lazer do trabalhador da indústria

Um diferencial do programa Lazer Ativo do SESI está em iniciar suas ações por um diagnóstico padronizado, de âmbito estadual, sobre o estilo de vida e hábitos de lazer dos trabalhadores da indústria, o que possibilita a identificação dos grupos que mais carecem de informação, incentivo e oportunidades para mudanças relacionadas à saúde. Neste diagnóstico, além das características pessoais e do estilo de vida, os interesses e necessidades relacionados ao lazer dos trabalhadores podem ser identificados, facilitando o planejamento das áreas de atuação do SESI, em particular a do lazer.

Em fase final de coleta e análise de dados, em breve será disponibilizado o relatório nacional deste diagnóstico, com amostra representativa por estado e por região do país. Santa Catarina saiu na frente e, no ano de 2009, deverá realizar seu terceiro levantamento de dados (os anteriores foram em 1999 e 2004), criando uma série histórica, com informações reveladoras do momento e dos avanços conseguidos a partir das ações realizadas em cada período de cinco anos.

Nos Departamentos Regionais em que o levantamento já foi concluído, pode-se observar que em torno de 45% dos trabalhadores da indústria são completamente inativos no lazer, com maior prevalência entre as mulheres, trabalhadores com 40 anos ou mais e de menor renda familiar; que uma parcela elevada de trabalhadores (aproximadamente 40%) alimenta-se de forma inadequada, consumindo pouca quantidade de frutas e verduras e saindo de casa pela manhã sem um bom café da manhã. Esses dados preliminares também indicam que há uma proporção elevada de trabalhadores com excesso de peso (homens mais que mulheres).

Considerações finais

Um estilo de vida saudável representa um modo de viver que incorpora hábitos promotores do bem-estar e da qualidade de vida, e que tem por base a busca pelo equilíbrio pessoal e a harmonia com o ambiente. Trata-se, portanto, de um “processo” e não um “produto”; uma viagem e não um porto de chegada. Neste contexto, a prática de atividades físicas – seja no deslocamento diário, no lar, no trabalho e, principalmente no lazer – tem ganhado destaque no meio acadêmico e na mídia popular, passando a ser tema relevante de políticas públicas.

Seja jogando futebol ou vôlei, correndo, nadando ou pedalando, caminhando, andando de skate ou surfando, mergulhando ou escalando montanhas, um número cada vez maior de pessoas, de todas as idades, tem buscado no lazer ativo a realização pessoal e a compensação para o estilo de vida – predominantemente estressante e sedentário - das sociedades modernas. Mas uma parcela significativa da sociedade continua muito menos ativa do que o recomendável para a promoção da saúde (em torno de 60% da população de trabalhadores da indústria no Brasil).

Sozinho ou em grupo; com adversários ou desafiando a natureza, buscamos a superação, a vitória, o companheirismo, o relaxamento da tensão diária, a boa forma física e a saúde. Nem sempre nossas metas são atingidas, mas não há dúvidas de que o saldo, na relação atividade física – qualidade de vida é altamente positivo. Mesmo na forma de prática esportiva, muitas vezes referida como um risco para a saúde, mais amizades são construídas do que são desfeitas; muito mais alegria é derivada dessa prática do que tristeza; mais companheirismo que conflitos, mais formação que desvios, mais saúde e bem-estar do que lesões. Com boa orientação, os riscos são infinitamente menores que os benefícios da prática esportiva ou de qualquer outra forma de atividade física.

Neste contexto, uma política para o esporte no Brasil deve ter por meta criar condições para motivar as pessoas para a prática esportiva e criar oportunidades para que esta motivação se torne em aplicação. Mais que uma ocupação do tempo livre, trata-se de um direito de todo cidadão brasileiro.

Que o lazer, em qualquer das suas manifestações, pode promover o bem-estar e a qualidade de vida, já se sabe. O que se deve destacar é que o Lazer Ativo, como foi aqui discutido, pode ser parte das opções das pessoas em todas as idades e condições, assegurando um estilo de vida ativo e promotor da saúde, com a prática de atividades físicas variadas, agradáveis, com amigos e familiares e, sempre que possível, em contato com a natureza!





Markus V. Nahas
22 de agosto de 2008


Sugestão de Leitura Complementar

Nahas, M.V. (2006). Atividade Física, saúde e qualidade de vida. Lonfrina, PR: Midiograf.

Serviço Social da Indústria – SC (2006). Lazer Ativo: caderno técnico-didático. Florianópolis, SC: SESI.

World Health Organization (2005). Preventing chronic diseases: a vital investment. Disponível em: www.who.int/chp [acessado em 10 nov 2005].

World Leisure and Recreation Association (1993). Carta internacional de educação para o Lazer. WLRA.


MARKUS NAHAS possui graduação em Educação Física pela Universidade do Estado de Santa Catarina (1976), mestrado em Educação Física - Vanderbilt University (1980) e doutorado em Educação Física - University of Southern California (1985).É professor titular da Universidade Federal de Santa Catarina, onde coordena o Núcleo de Pesquisa em Atividade Física e Saúde - NuPAF.


Agradecimento ao Site: http://www.abqv.org.br/

Alugando casas só para cristãos (Piada...?!?!?!...)

O proprietário anunciou em um jornal que estava alugando uma bela casa: "Ótima casa para alugar – só aceito cristãos como inquilinos".
Logo bem cedo, na manhã seguinte, aparece um interessado. O dono da casa, era bem grosseiro e o atendeu:
-O que o senhor deseja aqui?
-Eu estou interessado em a casa do senhor!
-Sim, sei! E qual o seu nome?
-Samuel!
-Samuel, de que?
-Samuel Goldenstein!
-Não, de forma alguma! Eu não alugo casa para judeu! O senhor não sabe ler, não? Não viu escrito lá que eu só alugo casa para cristãos!
-Está certo! Eu sou judeu, mas eu sou cristão.
-Tá querendo me enrolar? Pensa que eu sou idiota? Não existe judeu cristão!
-Mas eu garanto pro senhor. Eu sou judeu e sou cristão!
-Ah, é! Então eu vou fazer um teste com você. Vamos ver se você é cristão mesmo! O que é que tem dentro da Igreja Católica?
-O altar.
-O que mais?
-Tem o Santo Sudário!
-O que mais?
-Tem o crucifixo.
-O que mais?
-Tem o confessionário.
-Jesus é filho de quem?
-De José!
-E de quem mais?
-De Maria.
-E onde nasceu Jesus?
-Em Belém!
-Eu sei, eu sei que foi em Belém! Eu tô falando do local, a casa!
-Não era uma casa! Era uma manjedoura.
-E por que numa manjedoura?
-Acho que porque naquela época, já existia um filho da p#ta, que nem você, que não alugava casas para judeus!




Agradecimento, mais um, ao Site: http://boaspiadas.blogspot.com/

Dinheiro ou felicidade? Na dúvida, opte pela qualidade de vida


Muito se fala da ligação entre o dinheiro e felicidade. Pesquisas recentes têm conclusões contraditórias em relação ao tema.
Enquanto alguns apontam países menos desenvolvidos e até em conflitos entre os mais felizes do mundo, outros mostram os com mais poder aquisitivo entre os que possuem maior índice de felicidade.

E para você, qual a resposta?

Vamos aos fatos:
Especialistas no assunto acreditam que tudo é relativo. Felicidade, dinheiro... vai depender do ponto de vista.

É claro que aqueles que possuem um bom salário, um bom trabalho e gostam do que fazem, têm uma satisfação maior e aproveitam os benefícios da "vida tranqüila". Outra constatação óbvia é que, para aqueles que vivem em pobreza absoluta, um dinheirinho a mais vai tornar as coisas muito mais fáceis.

No entanto, de acordo com o professor David Schkade, da Universidade da Califórnia, a diferença está na importância que as pessoas dão ao fato. Para aquele que tem a vida tranqüila, mais dinheiro ou menos dinheiro não fará tanta diferença quanto para aqueles que têm dificuldades...

De acordo com um estudo de cinco professores americanos, publicado na edição de junho da Science Magazine, as pessoas com melhores salários são aquelas que gastam mais tempo no trabalho e, conseqüentemente, dedicam menos tempo à família, ao lazer e a si próprio. Segundo o estudo, esta falta de "tempo" está diretamente relacionada à infelicidade.

Mas, afinal, onde está a tal fórmula da felicidade? Especialistas listam quatro dicas importantes:

- Controle seus desejos: Sonhe de acordo com o que pode ter e não dê "o passo maior que a perna". Isso não significa, é claro, que você deve se acomodar com a situação, mas sim que não deve sair por aí gastando mais do que ganha ou investindo em planos que não condizem com sua realidade.

- Preserve seu tempo livre: Corte horas a mais no trabalho, mesmo que isso signifique perda de dinheiro. O ganho em qualidade de vida será incalculável.

- Pense antes de gastar: Tenha objetivos concretos com relação aos seus sonhos de consumo. Um carro pode não ser a razão da sua felicidade, mas uma divertida viagem para a Europa sim. Por mais que o carro represente um bem adquirido, a felicidade de realizar a viagem dos sonhos vale muito mais.

- Divirta-se: Aproveite seu tempo de folga. Ao invés de ficar em casa assistindo televisão, saia para jantar, dançar, ir ao cinema. A vida social é muito importante e a sensação de ter algo além do que trabalho para fazer torna as preocupações do dia-a-dia muito mais fáceis de serem resolvidas.


Recebido via e-mail do site: www.portaldiabetes.com.br


sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Adeus, tristeza

Especialista alerta para risco de depressão e diz como superar o problema



Os números assustam. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a depressão atinge cerca de 120 milhões de pessoas no mundo inteiro. E não para por aí, ainda de acordo com a OMS, até o ano de 2020, a doença será a segunda causa de mortalidade em todas as faixas etárias. Entre os mais velhos, o grande vilão é o medo. Medo da morte, de não poder realizar alguns sonhos que ainda não se concretizaram. A falta de amor e afeto por parte da família também contribuem para agravar a doença nesta fase.

Além de causar danos psicológicos, a depressão pode levar à morte. Segundo a psicoterapeuta existencial e professora de psicologia da PUC - Rio, Tereza Cristina Erthal, estar alerta aos sintomas é imprescindível. “Dores no peito, angustia, desânimo, falta de apetite, falta de aprumo com o corpo, atitude negativa com tudo e com todos, baixa autoestima, transtorno de contato - dificuldade de estabelecer relacionamentos apropriados - são os principais sinais de alerta”, destaca ela.

Existem dois tipos de depressão. “É necessário diferenciar depressão endógena de exógena. A primeira tem uma base genética, familiar; a segunda é reativa a uma situação específica, que pode ser temporária. Todo o problema que encontro em meu consultório esta associado à autoimagem: se a estima é baixa, mais favorece a sintomas como os que citei anteriormente”, explica Tereza.

Ainda de acordo com a psicoterapeuta, a depressão gerada por fatores externos pode ser tratada através do uso de medicamentos. "Sempre com o acompanhamento de um profissional capacitado", pondera. Mas existem existem pequenas mudanças que, se incorporadas ao dia-a-dia, podem deixar o baixo astral bem longe, garante Tereza Cristina Erthal.

Pratique exercícios físicos
Pesquisas indicam que a depressão pode ser reduzida com a prática diária de atividades físicas, pois os movimentos aumentam os níveis de endorfina. "Vale dançar, fazer ginástica, enfim, fazer com que a pessoa depressiva se entretenha", afirma.

Tenha um hobby
Procure realizar atividades que ocupem o tempo e proporcionem prazer.

Seja sociável
Estar em boa companhia é sempre bom. Busque estar em contato com pessoas queridas, amigos e familiares.

Peça ajuda
Se você sofre de depressão, procure uma pessoa capacitada para tratar a doença. E, caso seja necessário, o profissional vai indicar o melhor tratamento.

Previna-se
Através da psicoterapia, podemos impedir que a doença apareça. Os resultados demonstram que é possível melhorar a autoestima e ajudar o doente a entender os sinais da doença.



Por Maria Fernanda Schardong


Recebido via e-mail do Site: http://maisde50.uol.com.br/

Portugal the oldest country of the world - (Portugal a nação mais antiga do mundo)

Este lugar dá pelo nome de Portugal.
Um pais tem um nome pela sua identidade, como individuo único. Somos parte integrante desse nome. Somos parte responsável pela manutenção desse nome. Não podemos fugir dele.

Primeira-dama do Japão diz que foi levada por um OVNI


Disse ainda ter conhecido Tom Cruise numa outra vida em que este foi japonês




A futura primeira-dama do Japão diz que conheceu Tom Cruise numa outra vida e que foi raptada por extra-terrestres e levada para Vénus.

O rapto está relatado numa parte do livro «Coisas estranhas que encontrei».

«Enquanto o meu corpo estava a dormir, a minha alma viajou num OVNI triangular até Vénus. Era um lugar bonito e muito verde», escreveu.

«O actor principal é o Tom Cruise, é claro. Porquê? Porque sei que ele foi japonês numa outra vida», adiantou Miyuki Hayotama que diz ter o sonho de fazer um filme de Hollywood e contracenar com o actor.

Hatoyama, cujo marido ganhou recentemente as eleições, é conhecida por acreditar no espiritualismo.

«Também comi o sol. Deu-me uma energia extraordinária», contou num programa de televisão.

Miyuki é uma actriz reformada e é obcecada por comida macrobiótica.




Agradecimento ao Site: http://www.tvi24.iol.pt/

Nota de 1lindomenino: tem "cada UMA"... !!! Esta ainda não é "primeira-dama" e já está "afetada"... QUE COISA... !!!

Clube de nudismo (uma PIADA... sem roupa: nem nova nem velha...!!!)


Um homem entra para um clube de nudismo muito exclusivo. No seu primeiro dia ele tira as roupas e vai dar uma volta pelo clube. Uma linda lourinha passa por ele, e o cara imediatamente tem uma brutal ereção.

A mulher percebe, aproxima-se, e dirigindo-se ao novo associado diz:

- "Você chamou por mim?"

O homem responde:

- "Como assim?"

Ela diz:

- "Você deve ser novo no clube... deixe-me explicar, é uma regra aqui, que se você tiver uma ereção, fica implícito que você está chamando por mim!"

Sorrindo, ela o leva para o lado da piscina, deita-se em uma toalha, puxa-o para si e deixa-o satisfazer-se gostosamente com ela.

O homem continua a explorar as dependências do clube, então entra na sauna e, ao sentar-se, peida. Em minutos aparece um cara forte, peludo, saindo da nuvem de vapor , dirige-se a ele e diz:

- "Você chamou por mim?"

Ele responde, surpreso:

- "Eu não, o que você quer dizer?"

- "Você deve ser novo aqui" - diz o cara peludo - "é uma regra do clube que se você peidar, fica implícito que você está chamando por mim..."

O cara, fortão, facilmente vira ele de costas, curva-o para a frente e o traça.

O novato, cambaleante, parte para o escritório do clube, onde é recebido com um sorriso por uma belíssima e simpática atendente, pelada:

- "Posso ajudá-lo, senhor?"

O cara diz, puto da vida:

- "Aqui está minha carteira do clube. Pode ficar com ela. E pode ficar também com os R$ 5.000,00 da matrícula."

"Mas, senhor" - ela responde - "o senhor só esteve aqui por algumas horas. Ainda nem deu para o senhor conhecer todos os nossos atrativos..."

O homem responde:

- "Olhe aqui, mocinha, tenho 68 anos de idade, tenho apenas uma ereção por semana, mas peido umas 15 vezes por dia. Tô fora!!!"




Agradecimento ao Site: http://boaspiadas.blogspot.com/

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Ser feliz ou ter razão


Oito da noite numa avenida movimentada. O casal já esta atrasado para jantar na casa de alguns amigos. O endereço é novo, assim como o caminho, que ela conferiu no mapa antes de sair.

Ele dirige o carro. Ela o orienta e pede para que vire na próxima rua à esquerda. Ele tem certeza de que é à direita. Discutem. Percebendo que além de atrasados, poderão ficar mal humorados, ela deixa que ele decida. Ele vira a direita e percebe que estava errado. Ainda com dificuldade, ele admite que insistiu no caminho errado, enquanto faz o retorno.

Ela sorri e diz que não há problema algum em chegar alguns minutos mais tarde. Mas ele ainda quer saber: "Se você tinha tanta certeza de que eu estava tomando o caminho errado, deveria insistir um pouco mais".

E ela diz: "Entre ter razão e ser feliz, prefiro ser feliz. Estávamos a beira de uma briga, se eu insistisse mais, teríamos estragado a noite".


MORAL DA HISTÓRIA
Essa pequena historia foi contada por uma empresária durante uma palestra sobre simplicidade no mundo do trabalho. Ela usou a cena para ilustrar quanta energia nós gastamos apenas para demonstrar que temos razão, independente de tê-la ou não. Desde que ouvi esta história, tenho
me perguntado com mais freqüência: "Quero ser feliz ou ter razão?" Pense nisso e seja feliz.



Recebido via e-mail do Site: www.portaldiabetes.com.br

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Tormenta


Dentro do meu peito cheio de saudade

Fico a te procurar neste mar azul

Na fúria desta tempestade

Fico a imaginar teu corpo nu

Queria amar-te agora

Doce amada

E banhar meus lábios em teus beijos

Em meu peito a saudade faz morada

Estremecendo-me de desejo

Sinto a distância prolongar esta tormenta

Meu coração sangra dolorosamente

Parece explodir

Já não mais agüenta

Ah! se ao menos pudesse amar-te novamente......




Sandro Kretus


Agradecimentos ao Site: http://www.portugal-linha.pt/


Mesmo assim


Vivemos um momento na face da Terra que, por vezes, parece que todos os valores morais estão em baixa.

E você, que está buscando construir suas mais nobres virtudes, em muitos momentos se sente enfraquecido pelo próprio mundo à sua volta.

Quando age com honestidade, comentam que você é tolo, que está remando contra a maré, em vez de fazer o que todo mundo faz. Mas se você quer ser grande perante sua consciência, seja honesto mesmo assim.

Se procura balizar seus atos na justiça, ouve que essa atitude é a de um alienado, vivendo num mundo em que vence sempre o mais forte. No entanto, seja justo mesmo assim.

Se está construindo um lar apoiado nas colunas sólidas da fidelidade, é comum ouvir gargalhadas insanas ou comentários maldosos a respeito do seu comportamento. Seja fiel mesmo assim.

Quando seu coração se compadece, diante dos infelizes de toda sorte, não falta a zombaria daqueles que pensam que cada um deve pensar em si próprio, ignorando os sofrimentos dos irmãos de caminhada. Tenha compaixão mesmo assim.

Se você dedica algumas horas do seu dia, voluntariamente, em favor de alguém, rico ou pobre, que precisa da sua atenção e do seu carinho, percebe as investidas da maldade daqueles que pensam que nos seus atos há uma segunda intenção. Seja fraterno e solidário mesmo assim.

Quando você age com sinceridade, com lealdade, é comum ser taxado de insensato, fugindo do comum em que muitos usam de subterfúgios mesquinhos para conseguir o que desejam. Seja sincero e leal mesmo assim.

Se, diante das circunstâncias do dia-a-dia, você revela sua fé em Deus e em Suas soberanas Leis, e é chamado de piegas ou crédulo, mantenha sua fé mesmo assim.

Se em face de tantos desatinos no campo da sensualidade e na falta de decoro que assola grande parte dos seres, você deseja manter-se íntegro e recatado e é chamado de louco mantenha-se íntegro e recatado mesmo assim.

Quando aqueles que se julgam acima do bem e do mal tentam apagar a chama da esperança que você acalenta no íntimo, afirmando que a esperança é a ilusão da mediocridade, mantenha a esperança mesmo assim.

E, por fim, mesmo que alguém tente roubar a sua coragem de continuar lutando e acreditando em dias melhores, mantenha sua coragem e continue acreditando mesmo assim.

Ao findar sua jornada terrestre, e só então, você poderá contemplar a ficha de avaliação do seu desempenho. Somente você será responsabilizado por seus atos. E tenha a certeza de que todos aqueles que tentaram desviá-lo do caminho reto não estarão lá para lhe dar apoio...

......................................

Madre Teresa de Calcutá, dentre tantos conselhos preciosos que legou à humanidade, deixou um conselho especial para aqueles que desejam construir na intimidade as mais nobres virtudes, dizendo:

"Muitas pessoas são irracionais, ilógicas e egocêntricas. Ame-as, mesmo assim."

"Se você tem sucesso em suas boas realizações, ganhará falsos amigos e verdadeiros inimigos. Tenha sucesso, mesmo assim."

"O bem que você faz será esquecido amanhã. Faça o bem, mesmo assim."

"A honestidade e a franqueza o tornam vulnerável. Seja honesto, mesmo assim."

"Aquilo que você levou anos para construir, pode ser destruído de um dia para o outro. Construa, mesmo assim."

"Os pobres têm verdadeiramente necessidade de ajuda, mas alguns deles podem atacá-lo se você os ajudar. Ajude-os, mesmo assim."

"Se você der ao mundo e aos outros o melhor de si mesmo, você corre o risco de se machucar. Dê o que você tem de melhor, mesmo assim."


Recebido via e-mail do Site: www.portaldiabetes.com.br

Rão Kyao - Bombaím

Nota de 1lindomenino: a música de Rão sempre bonita e atual... !!!

Um bêbado e uma crente (PIADA, hein...?!)


Um bêbado é interpelado na via pública por uma mulher de longos cabelos e saia abaixo do joelho que, segurando uma Biblia nas mãos, pergunta:

— O senhor quer ser testemunha de Jeová?

— Por quê? Ele está sendo processado?




Agradecimento ao Site: http://boaspiadas.blogspot.com/


segunda-feira, 31 de agosto de 2009

A diferença é o foco ...


Quando a NASA iniciou o lançamento de astronautas, descobriram que as canetas não funcionariam com gravidade zero. Para resolver este problema, contrataram a Andersen Consulting (hoje Accenture).

Empregaram em uma década 12 milhões de dólares desenvolvendo uma caneta que escrevesse com gravidade zero, ao contrário e de ponta cabeça, debaixo d'agua, em praticamente qualquer superfície, incluindo cristal, e em variações de temperatura desde abaixo de 0 ate mais de 300 °Celsius...

Os russos utilizaram um lápis ...



Recebido via e-mail do Site: www.diabetenet.com.br

domingo, 30 de agosto de 2009

Fado - Tony de Matos - Lado a Lado

O eterno romântico, Tony de Matos, em um de seus maiores sucessos, "Lado a Lado". Gravação original feita no Brasil nos anos 60, pela Discos Copacabana.

(Vidé Vídeo)

Nota de 1lindomenino: não podia deixar de passar nesta "galeria" de Artistas Portugueses, o Tony de Matos. E porquê... ?! Porque foi uma referência na música Ligeira Portuguesa e também porque "dava TUDO de si" nas suas interpretações românticas. Não foi UM Artista que me tivesse "prendido" muito mas "tenho que lhe tirar o chapéu" pela sua carreira e pelo seu "jeitinho" de LATINLOVER... ou PORTUGUESELOVER, se quiserem... !!!

Adélia Prado : Moça na sua cama


Papai tosse, dando aviso de si,
vem examinar as tramelas, uma a uma.
A cumeeira da casa é de peroba do campo,
posso dormir sossegada.
Mamãe vem me cobrir,
tomo a bênção e fujo atrás dos homens,
me contendo por usura, fazendo render o bom.
Se me tocar, desencadeio as chusmas,
os peixinhos cardumes.
Os topázios me ardem onde mamãe sabe,
por isso ela me diz com ciúmes:
dorme logo, que é tarde.
Sim, mamãe, já vou:
passear na praça em ninguém me ralhar.
Adeus, que me cuido, vou campear nos becos,
moa de moços no bar, violão e olhos
difíceis de sair de mim.
Quando esta nossa cidade ressonar em neblina,
os moços marianos vão me esperar na matriz.
O céu é aqui, mamãe.
Que bom não ser livro inspirado
o catecismo da doutrina cristã,
posso adiar meus escrúpulos
e cavalgar no torpor
dos monsenhores podados.
Posso sofrer amanhã
a linda nódoa de vinho
das flores murchas no chão.
As fábricas têm os seus pátios,
os muros tem seu atrás.
No quartel são gentis comigo.
Não quero chá, minha mãe,
quero a mão do frei Crisóstomo
me ungindo com óleo santo.
Da vida quero a paixão.
E quero escravos, sou lassa.
Com amor de zanga e momo
quero minha cama de catre,
o santo anjo do Senhor,
meu zeloso guardador.
Mas descansa, que ele é eunuco, mamãe.



Agradecimento ao Site: http://www.luso-poemas.net/

Piada de Sogra Curta - Coleção Temática



Segurança
Num dia de chuva com raios e trovões, qual é o lugar mais seguro para se abrigar?
Resposta: É óbvio! Fique perto do seu chefe ou da sua sogra. Não há raio que os parta.

Caridade
-O homem bate à porta de uma casa e assim que dono abre, ele fala:
-O senhor gostaria de contribuir com o Lar dos Velhinhos?
-Mas é claro! Espera aí um pouquinho, que vou já buscar a minha sogra!

Ecologia
“Com as sogras acontece o mesmo que com as onças: -todos temos que preservar, mas ninguém quer ter em casa."

Fúnebre
A sogra de um sujeito faleceu, morreu. Aí perguntaram a ele:
-O que devemos fazer? Vamos enterrar ou cremar?
Ele responde:
-Melhor fazer as duas coisas. Sabe como é, a gente não pode facilitar!

Adultério
Sabe qual é a punição para a bigamia (ter duas mulheres)?
Resposta: Você vai receber de brinde duas sogras!

Mundo Animal
Sabe qual a diferença entre uma sogra e um elefante?
.
.
Não?!
.
.
.
Mais ou menos uns 4 ou 5 quilos!



Você sabia...
...que em inglês não existe uma palavra para denominar sogra ou sogro? Eles são chamados de mother-in-law e father-in-law, que significam “mãe na lei” e “pai na lei”.

Assim como aqui no Brasil, nos países de língua inglesa as sogras também são “adoradas” por seus gentis genros. Se você procura piadas de sogra em inglês, vai encontra nada menos do que um milhão e duzentos e oitenta mil resultados possíveis no Google. Para exemplificar a forma como eles apreciam suas sogras, coletamos e colamos abaixo um exemplar duma foto de “mother-in-law” ou seja sogras inglesas e americanas.







O meu Obrigado ao Site: http://boaspiadas.blogspot.com/

Dilemas da vida


Os dilemas estão sempre batendo à nossa porta e geralmente todos os dias. Buscar explicações para os fatos ocorridos à nossa frente passa a ser o grande mistério que tentamos desvendar. Um desses grandes mistérios podemos chamar de "Vida".
Ela, por si só, é o maior de todos os desafios que nós, seres humanos, assumimos perante o grande mestre da criação. A vida é um desafio que nos leva a um grande amadurecimento, abrindo novos campos do conhecimento, como mola propulsora da evolução perene e sublime, pleiteada por todos nós. Quando você estiver utilizando seus momentos de divagação e meditação e puder entender o que significa tudo isso, passará a compreender que o "material" à nossa volta é efêmero. O maior sentido para a vida é plantar e colher.
Que a sabedoria da vida nos ensine a doar mais e que o crescimento espiritual de nossas mentes torne nossa vida uma grande conquista.


Autor Anônimo


Recebido via e-mail do Site: www.diabetenet.com.br