POR UM PORTUGAL DIFERENTE

POR UM PORTUGAL DIFERENTE
ABRIL VIRÁ...!!!

EXPERIMENTE... VÁ ATÉ LÁ!

MUDAR...

Estrela - DestaquesNinguém pode ser escravo de sua identidade; quando surge uma possibilidade de mudança é preciso mudar. (Elliot Gould)

Frases e Mensagens -

NÃO HÁ ACORDO...!!!...

NÃO HÁ ACORDO...!!!...
... Português há só UM...!!!

TRADUÇÃO/TRANSLATE/TRADUCION

SEM IMITAÇÕES...

ACREDITE...

"Nunca faça graça de graça. Você é humorista, não político."

A Hora em Poá (BRASIL)

"Nada descreve melhor o caráter dos homens do que aquilo que eles acham ridículo."

VELHO PROVÉRBIO PORTUGUÊS

"Dois olhos vêem mais do que um só."
Veja Frases para Orkut - Kifrases.com

LOVE, love, LoVe

OvEr ThE RaInBoW

1lindoMENINO ...

Verdade, Verdadinha...!!!

zwani.com myspace graphic comments

1lindomenino

Menininhas e inhos venham a mim...

Posting

Photo Flipbook Slideshow Maker
PORTUGAL é "isto"... e MUITO MAIS...!!!

António GEDEÃO


Eu, quando choro, não choro eu. Chora aquilo que nos homens em todo o tempo sofreu. As lágrimas são as minhas mas o choro não é meu.A.GEDEÃO

SEJA ASSIM... COMO EU!

recadosparablogseorkut.com


Mais Um(a)...!!! OBRIGADO...!!!

sábado, 1 de maio de 2010

Lya Luft




"Não existe isso de homem escrever com vigor e mulher escrever com fragilidade. Puta que pariu, não é assim. Isso não existe. É um erro pensar assim. Eu sou uma mulher. Faço tudo de mulher, como mulher. Mas não sou uma mulher que necessita de ajuda de um homem. Não necessito de proteção de homem nenhum. Essas mulheres frageizinhas, que fazem esse gênero, querem mesmo é explorar seus maridos. Isso entra também na questão literária. Não existe isso de homens com escrita vigorosa, enquanto as mulheres se perdem na doçura. Eu fico puta da vida com isso. Eu quero escrever com o vigor de uma mulher. Não me interessa escrever como homem."
Convite

Lya Luft


Não sou a areia
onde se desenha um par de asas
ou grades diante de uma janela.
Não sou apenas a pedra que rola
nas marés do mundo,
em cada praia renascendo outra.
Sou a orelha encostada na concha
da vida, sou construção e desmoronamento,
servo e senhor, e sou
mistério


A quatro mãos escrevemos este roteiro
para o palco de meu tempo:
o meu destino e eu.
Nem sempre estamos afinados,
nem sempre nos levamos
a sério.
Agradecimento ao site http://www.releituras.com/

Algarve - A thorough view (em Inglês...claro! É o ALLGARVE...rsrs

A thorough view of the Algarve's best beaches, architecturem etc,,,

(Vídeo info)

Nota de 1lindomenino: diz o "cara" que editou este Vídeo que fez uma viagem ao Algarve via Net e que, assim, foi melhor pq não tomou muito SOL (sun). Quanto ao Algarve, própriamente dito, vejam o Vídeo e SINTAM NA PELE como é bom SER PORTUGUÊS (To be Portuguese)... rsrs

AI, VIDA...!!!

"?"


O meu olhar pára num jornal

Ou numa imagem da televisão

E questiono com angústia natural:

Onde começa a loucura?

Onde acaba a razão?

Exibem-se "cãezinhos" da falsa sociedade

Vejo crianças com a fome no olhar

Belas mulheres, vestidas de vaidade

Enquanto há focas na neve... a sangrar.

Vende-se um quadro por mais de um milhão

Na rua vagueia um velho sem destino

Enche-se a carteira do "Homem-Patrão"

Com o suor o "operário" ainda menino.

Se eu pudesse, a Jesus perguntaria:

Porquê uns terem TUDO e outros NADA!?

Porque nascem alguns em berço de ouro
E outros numa rua abandonada?

Se Ele me escutasse, decerto responderia:

Não era este o Mundo que eu queria!


Autoria de Alexandrina Pereira - Volta da Pedra - Palmela



Um agradecimento ESPECIAL à Alexandrina e ao seu site


Prostitutas (Há "disso"...?!...) - PIADINHA, tá...?!...


Desesperada, uma senhora procura um padre.

- Padre, eu estou com um problema! Eu tenho duas papagaias, mas elas só sabem falar uma coisa!

- O que elas falam? - Perguntou o padre.

- Olá, nós somos prostitutas! Vocês querem se divertir? - disse a senhora.

- Isto é terrível! - Respondeu o padre. - Mas eu tenho uma solução para o seu problema. Leve suas papagaias para minha casa e eu as colocarei junto com meus dois papagaios, os quais ensinei a rezar. No dia seguinte, a mulher levou suas papagaias para a casa do padre. Assim que foram colocadas na gaiola elas disseram:

- Olá, Somos prostitutas! Vocês querem se divertir?

Ao ouvir isso, um papagaio olhou para o outro e disse:
- Jogue o terço fora! Nossas preces foram atendidas!


Agradecimento ao site http://www.piadasonline.com.br/

Nota de 1lindomenino: peço imensa desculpa mas, depois de postar, fiquei com a "sensação" estranha que já tinha postado esta PIADA. Mas, como acho ela terrívemente "funny", lá vai ela de novo(?). Seja o que papagaios e papagaias QUISEREM... rsrs

EXPERIMENTEM: Bolo de peito de peru com legumes light

Ingredientes:
2 col. sopa azeite de oliva
1 cebola picada
500g de peito de peru defumado picado
2 tomates sem pele e sem sementes, em cubos
orégano
6 fatias pão light integral
1 xic chá ricota esfarelada
2 claras
1 col. chá sal
1 cenoura cozida em cubos
1 ½ xic. chá ervilhas frescas cozidas

Modo de preparo:
Refogue o peito de peru no azeite com a cebola, até começar a dourar. Adicione os tomates e o orégano, deixe mais 10 minutos. Transfira o refogado para um processador e junte os pães, a ricota, as claras e o sal. Bata até que a massa fique homogênea. Retire do processador e misture a cenoura e a ervilha. Coloque a massa em uma fôrma de bolo inglês média, untada com margarina e leve para assar em forno preaquecido por aproximadamente 30 minutos. Retire, espere esfriar e desenforme. Decore com cenoura ralada.

Informações Nutricionais:
Rendimento: 12 Porções
Calorias por porção: 152 Kcal
Carboidratos: 20g
Proteínas: 16g
Gorduras: 5g




Agradecimento ao site http://www.portaldiabetes.com.br/



Nota de 1lindomenino: vá lá... é FIM DE SEMANA e pode muito bem fazer "esta coisa" BOA e deixar TODOS PASMADOS a olhar pra VOCÊ... quer apostar...?!...

Um ABRAÇÃO do Rui++lindodoMundoeArredores

Dia do Trabalhador é dia de reflexão

Dia de "luta" cheia de "avanços e recuos"...

O dia 1º de Maio, marca no calendário o Dia Internacional do Trabalhador e não o dia do Trabalho como, inadvertidademente costumam dizer alguns. Foi nessa data que em 1886, realizou-se nas ruas de Chicago (EUA), uma manifestação de trabalhadores, que culminaria na morte de alguns deles, nos dias seguintes. Por isso, não é uma data para ser comemorada, mas é uma oportunidade de reflexão sobre o mundo do trabalho.


Não obstante também lembramos nesse dia a promulgação da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), ocorrida em 1º de Maio de 1943, sabemos que apesar dos avanços, o Brasil ainda apresenta muitas pendências a ser resolvidas.

É incrível, por exemplo, que o índice de trabalhadores que não tenham carteira assinada, alcance 60% dos brasileiros. O trabalho escravo é outra chaga que atinge nossa sociedade de norte ao sul, marca da impunidade e da ansia de enriquecimento às custas do suor dos mais humildes, burlando os direitos trabalhistas.


O trabalho infantil, por sua vez, financia a pobreza, pois usar a mão de obra de crianças significa lucro fácil. Gera desemprego, trabalho escravo, doença e subnutrição de crianças, que vivem precariamente, prejudicadas na sua capacidade intelectual e no seu direito à educação, ao lazer, ao carinho e à alegria. São crianças sem infância. Cerca de 4,8 milhões de crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos estão trabalhando no Brasil, segundo dados oficiais.


Resumidamente, temos aí um quadro suficiente para frear qualquer incentivo para festejar, sem dor na consciência. Precisamos pensar na melhor forma de contribuir, seja individual ou coletivamente para tirar o Brasil dessa triste realidade.

Como naquele longinquo 1º de maio de 1886, ainda há muita luta a ser empreendida até o dia em que possamos verdadeiramente ter motivos para festas e comemorações.




Sáb, 01 de Maio de 2010 01:23 Assessoria Dep. Padre Afonso Lobato



* Padre Afonso Lobato
é deputado estadual pelo PV


Agradecimento ao site
http://www.valenews.com.br/






A posição em que os Patrões (agora mais conhecidos como "Empresários"...) gostam de VER o trabalhador... de "cócoras"...!!!

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Roberta Flack - Killing Me Softly With His Song

Nota de 1lindomenino: ISSO... "devagarinho"...!!!

Piada de 1 Casal


O homem liga o telefone e, quando atendem, pergunta:

- Alô, querida. Que você acha de eu levar uns amigos para jantar em casa esta noite?

- Acho ótimo, meu amor. Ficarei felicíssima se os trouxer.

- Desculpe. Acho que liguei para o número errado.




Agradecimento ao site http://www.piadasnet.com/

Cabeças no Ar - O Primeiro Beijo

Cabeças no Ar - O Primeiro Beijo - Ao Vivo no Pavilhão Atlantico em Lisboa

Ponto G


Existem muitas controvérsias em relação ao Tão famoso Ponto G, muitos especialistas afirmam que ele não exista e aí começa toda aquela encheção de lingüiça que não tem fim, uns dizem que o ponto não esta na vagina, outros dizem que ele é algo psicológico e etc... Etc...

Partindo do principio que ele exista e está na vagina da mulher.

Segundo a Wiki:

O ponto G ou ponto de Gräfenberg é uma pequena área na mulher atrás do osso púbico perto da canal da uretra e acessível através da parede anterior da vagina. Tendo assumido que uma zona erógena é aquela que quando estimulada conduz a elevados níveis de excitação sexuais e ao orgasmo.

A denominação ponto G foi cunhado por Addiego et al. em 1981. Em homenagem ao ginecologista alemão Ernst Gräfenberg, o primeiro médico da atualidade a criar a hipótese da existência de tal área, em 1950.

O Médico D. Scrocher afirma que fazer sexo ou masturbação pelo menos uma vez por semana ajuda no desenvolvimento do ponto G e evita doenças de pele - além de ajudar contra doenças que atacam o coração e diabetes.

Como encontrar o ponto G

Esta zona erógena varia de mulher para mulher, tanto na localização, no tamanho, na textura ou na espessura. Invisível aos olhos e não muito fácil ao tacto, situa-se logo abaixo do osso púbico, profundamente na parede anterior da vagina, entre sua abertura e o colo do útero.

Primeiramente, a mulher deve estar bem relaxada para que as paredes vaginais fiquem muito bem lubrificadas, isso fará com que o ponto G fique inchado, cheio de sangue e portanto mais sensível e proeminente. O ponto poderá então ser identificado como uma pequena saliência enrugada, uma área oval de 2 cm, localizada embaixo do osso púbico, na parede frontal interna da vagina.

Com a mulher deitada com a barriga para cima poder-se-á penetrá-la com o dedo médio e a palma da mão virada para o clitóris: A ponta do dedo deverá então estar tocando o ponto G, onde sentirá uma área mais rugosa ou áspera que o normal, podendo vir a ser duro também devido à excitação feminina. Ao ser estimulado, inicialmente, a mulher poderá sentir vontade de urinar, mas se a estimulação é continua, pode ser sexualmente prazeroso. Como em qualquer outro estímulo humano, pode não ser igualmente prazeroso para todas.

Dica: Antes de sair por aí dizendo se existe ou não existe, primeiro tente encontrá-lo só assim poderá dizer se o tão famoso ponto G é real!

"Tudo se torna mais fácil quando existe comunicação na relação, sem isso fica muito difícil, afinal não aparece uma seta dizendo a onde se deve tocar, beijar e acariciar..."






Nota de 1lindomenino: como eu ADORO estes "sexólogos de PACOTILHA", rsrs...
Adorei quando, a dado passo do texto, o autor fala de "
toda aquela encheção de lingüiça"... AHHHH... BOA ESSA...!!!

Castelos de areia


Sol a pino. Maresia. Ondas ritmadas. Na praia está um menino.

Ajoelhado, ele cava a areia com uma pá de plástico e a joga dentro de um balde vermelho. Em seguida, vira o balde sobre a superfície e o levanta.

Encantado, o pequeno arquiteto vê surgir diante de si um castelo de areia.

Ele continuará a trabalhar a tarde inteira. Cavando os fossos. Modelando as paredes.

As rolhas de garrafa serão as sentinelas. Os palitos de sorvete serão as pontes. E um castelo de areia será construído.

Cidade grande. Ruas movimentadas. Ronco dos motores dos automóveis.

Um homem está no escritório. Em sua escrivaninha, ele organiza pilhas de papel e distribui tarefas. Coloca o fone no ombro e faz uma chamada.

Como que num passe de mágica, contratos são assinados e, para grande felicidade do homem, foram fechados grandes negócios.

Ele trabalhará a vida inteira. Formulando planos. Prevendo o futuro.

As rendas anuais serão as sentinelas. Os ganhos de capital serão as pontes. Um império será construído.

Dois construtores de dois castelos. Ambos têm muita coisa em comum: fazem grandezas com pequeninos grãos...

Constroem algo do nada. São diligentes e determinados. E, para ambos a maré subirá, e tudo terminará.

Contudo, é aqui que as semelhanças terminam. Porque o menino vê o fim, ao passo que o homem o ignora.

Observe o menino na hora do crepúsculo.

Quando as ondas se aproximam, o menino sábio pula e bate palmas.

Não há tristeza. Nem medo. Nem arrependimento. Ele sabia que isso aconteceria. Não se surpreende.

E, quando a enorme onda bate em seu castelo e sua obra-prima é arrastada para o mar, ele sorri...

Sorri, recolhe a pá, o balde, segura a mão do pai e vai para casa.

O adulto, contudo, não é tão sábio assim. Quando a onda dos anos desmorona seu castelo, ele se atemoriza...

Cerca seu monumento de areia, a fim de protegê-lo.

Tenta impedir que as ondas alcancem as paredes. Encharcado de água salgada e tremendo de frio, ele resmunga para a próxima onda.

“É o meu castelo” diz em tom de afronta.

O mar não precisa responder. Ambos sabem a quem a areia pertence...

Talvez você não saiba muito sobre castelos de areia. Mas as crianças sabem.

Observe-as e aprenda. Vá em frente e construa, mas construa com o coração de uma criança.

Quando chegar a hora do pôr-do-sol e a maré levar tudo embora, aplauda.

Aplauda o processo da vida, segure a mão do pai e vá para casa.

..............

A vida tem sua dinâmica própria, e obedece a leis transcendentes que nem sempre conseguimos compreender totalmente...

Mas o certo é que a roda da vida gira e nos oferece lições importantes para serem apreendidas e vividas.

Resta-nos conhecer e confiar. Observar e aprender.

Por isso, vá em frente e construa, mas construa com o coração de uma criança.

E quando chegar a hora do pôr-do-sol e a maré levar tudo embora, aplauda.

Aplauda o processo da vida, segure a mão do Pai e vá para casa.




Recebido via e-mail do site www.portaldiabetes.com.br

quinta-feira, 29 de abril de 2010

MAIS UMA FINAL EUROPEIA PARA MOURINHO - Inter: cinco mil esperaram até de madrugada pelos «heróis»


Recepção entusiasta para Mourinho e companhia no aeroporto



Cinco mil adeptos do Inter esperaram noite dentro no aeroporto de Malpensa o regresso da equipa depois do apuramento para a final da Liga dos Campeões, 38 anos depois, garantido em pleno Camp Nou. «Bem-vindos heróis», foi o mote dos adeptos, pegando nas palavras de José Mourinho.

Os festejos começaram nas ruas de Milão, mas acabou o jogo em Barcelona, e prolongaram-se até ao aeroporto, onde os adeptos levaram cartazes com a figura de Mourinho e gritavam palavras de ordem. O capitão Javier Zanetti foi o primeiro a sair, seguiram-se os restantes jogadores e José Mourinho, que se viu em sérias dificuldades para furar entre os adeptos que literalmente o assaltavam, tentando abraçá-lo.




Agradecimento ao site http://www.maisfutebol.iol.pt/

Nota de 1lindomenino: grande VITÓRIA de José Mourinho e de um grupo de trabalho valoroso.

Mais uma vez o treinador SETUBALENSE foi o HERÓI da noite de BARCELONA.

Parabéns, amigo... SETÚBAL, acompanhou-te com emoção e com a certeza de que, mais uma vez, sairias VENCEDOR... e, saíste, claro...!!!

Mais do que Imaginei


Quis enganar meu coração Mas foi em vão, a verdade vem e não dá E eu só penso em te encontrar Eu quero o teu amor Se eu disser que perdi a direção Se eu disser que machuquei meu coração Quando eu disse não Tudo que eu vejo só lembra você E é impossível te esquecer Por isso, vem amor De tudo que vivi você foi mais Do que eu imaginei ser capaz Se eu tiver todo o teu calor outra vez aqui Olhe bem para os meus olhos Pra sentir, quanto eu sofri Hoje eu sei que preciso de você E não dá pra imaginar te perder Eu amo o teu amor De tudo que vivi você foi mais Do que eu imaginei ser capaz

(Do VÍDEO)

Está tão puro já meu coração


Está tão puro já meu coração,
que é o mesmo que morra
ou cante.



Juan Ramón Jiménez



Agradecimento ao site http://www.astormentas.com/


MyTh - Dei-te o ceu (Dei-te a lua e o mar...)

Nota de 1lindomenino: PUXXXXAAAA...!!! O "cara"TUDO...!!! Rsrs...

Quando a excelência é um hábito


“Somos aquilo que fazemos repetidamente. A excelência, portanto, não é um acto, é um hábito”.

(Aristóteles)



No ano em que comemora 175 anos, a empresa José Maria da Fonseca acaba de receber quatro importantes distinções por parte do principal crítico de vinhos mundial, o norte-americano Robert Parker. As suas conceituadas críticas têm estado presentes nas páginas de jornais e revistas internacionais como Time, Newsweek, USA Today, The New York Times, Sunday Telegraphe, The Independent, The Financial Times, Le Journal de Dimanche, L’Express, The Economist, Paris Match e Figaro. O principal crítico mundial dá uma classificação de cem pontos ao Moscatel de Setúbal 1947, a mais elevada e equivalente ao “vinho perfeito”.



Ora, uma distinção destas não se consegue por acaso, é fruto de um trabalho aturado e persistente, de um grau de exigência a que a referida empresa nos habituou ao longo dos tempos.

Quando as empresas, as organizações e os indivíduos não se contentam apenas por existir, mas lutam por fazer sempre melhor, quando se colocam fasquias sérias, alvos, objectivos, quando perseguem a qualidade e sobretudo a excelência, os resultados vão surgir, mais tarde ou mais cedo.

Pelo contrário, quando têm a cultura do “ir fazendo”, do “fazer de qualquer maneira” porque o emprego está garantido, quando não há compromisso com a seriedade e a qualidade do produto ou serviço que se apresenta, quando não há uma avaliação de desempenho séria, está aberto o caminho para a mediocridade.

Esta empresa – entre muitas outras em Portugal – pode ser um grande exemplo para o país. Para as outras empresas, para as escolas, desde o básico ao superior, para as instituições e para cada português.

O facto de se tratar de uma empresa da nossa região só nos orgulha e vem na esteira do reconhecimento internacional justamente obtido pela Casa Ermelinda de Freitas, de Leonor Freitas, que ganhou o Prémio Melhor Vinho Tinto do Mundo, com o seu Syrah 2005, no concurso Vinalies Internationales, obtido em prova cega, entre mais de três mil vinhos concorrentes de trinta e seis países.

Como dizia Aristóteles, a excelência não é um acto, é um hábito.



Brissos Lino
Agradecimento ao comentarista e ao site "da minha terra" www.osetubalense.pt/

Amália Rodrigues : "Aranjuez Mon Amour"

* Amália da Piedade Rebordão Rodrigues (July 1, 1920 -- October 6, 1999) was a Portuguese singer and actress. Born in Lisbon! (Capital of Portugal)

== BY THE WAY: She was known as the "Rainha do Fado" ("Queen of Fado") and was most influential in popularizing the fado worldwide.

(Vídeo Info)

Nota de 1lindomenino: rsrs... gostei foi daquela "Born in Lisbon! (Capital of Portugal)... rsrs

Havia de ser no Bangladesh...!!! "Cambada"...!!!

Terapia sexual (PIADA, claro...!!! Será que "alguém" necessita "disso"...?!...)


— O meu caso, doutora, é que a minha vida sexual caiu na monotonia e na rotina e tá ficando uma coisa muito chata. Não consigo ver uma saída.
— Isso tem solução. Seja criativo, use a imaginação, descubra novas formas de seduzir e de atrair a sua mulher. Quando você chegar em casa, diga à sua mulher que vocês hoje vão brincar de médico, por exemplo.
— E como é isso, doutora?
— É assim: você deixa ela esperando uma hora e meia do lado de fora do quarto e, quando ela entrar, você resolve tudo em cinco minutos.


Agradecimento ao site http://www.quatrocantos.com/

Ladrões assaltam cadeia para roubar... reclusos


Aproveitam as folgas dos detidos para invadirem a cadeia e roubar-lhes objectos


Já nem na prisão se pode estar sossegado. Em Amesterdão, o local preferido dos ladrões para a realização das actividades criminosas é exactamente a prisão, avança a Sky News.
Em menos de dois meses já se registaram dois assaltos. Os prisioneiros têm direito a uma folga semanal e é nessa altura que os ladrões aproveitaram para lhes roubar as televisões, entre outras coisas. De acordo com o Ministério da Justiça da Holanda, a cadeia não apresenta grandes níveis de segurança, por se tratar de um espaço que visa a aproximação do recluso com a sociedade.
Tão próximos ficaram da sociedade que nem da experiência de serem roubados os querem privar.




Agradecimento ao site http://www.tvi24.iol.pt/


Nota de 1lindomenino: BOLAS... nem na cadeia se pode estar em SEGURANÇA...?!... Se isto acontece na Holanda, pensem lá no que acontece nas prisões Brasileiras...?!... Até os "cuecões de couro" levam sumiço, quanto mais as TV's... rsrs

quarta-feira, 28 de abril de 2010

O papagaio que procurava


Um homem que tinha um papagaio saia toda noite para ir ao bar e voltava de madrugada e o papagaio sempre falava:

- Passei a noite procurando tu procurando tu!

E todo dia a mesma coisa ate o dia que o dono disse:-

Se você não parar de falar passei a noite procurando tu eu corto teu cu!

Mas o papagaio não parou então o dono disse:

- Eu avisei vou corta seu cu!

E cortou, o dono foi para o bar e voltou de madrugada e o papagaio disse:

- Passei a noite costurando cu, costurando cu!!!




Agradecimento ao site: http://piadas.mixplanet.com.br/

Um pouco de ternura - Baptista-Bastos


Nos olhos dela habitava a bondade. Um doce sorriso embalava-lhe os lábios, e a face transparecia a tranquilidade interior de quem não fora punida pelo despeito nem agredida pelo ressentimento. Era ainda nova: vivia na linha de sombra que tenuemente divide a idade das pessoas, entre maduras e velhas. De onde viera? Que idade tinha? Ninguém sabia. Por vezes, pintava os lábios murchos. Por vezes, exibia largos decotes e mangas cavadas, eis o traço lascivo dos seios, eis os braços roliços, opulentos e sensuais. Era alta, quase imponente; porém, quando subia a rua íngreme, parecia alada, os pés quase não tocavam no chão.

Aparecera no bairro e logo se organizara uma aura de mistério em sua volta. Apesar da estatura, mantinha-se discreta e reservada, pouco falava com os vizinhos. Havia dias em que cantava; cantava alto velhas canções de amor. Nas tardes de sábado, os homens reuniam-se no clube, jogavam ao loto e à sueca e, ocasionalmente, embebedavam-se.

Ela residia num pequeno apartamento, mesmo por cima do clube. Gostava de se colocar à varanda, e os homens fitavam-na, gulosos, ávidos e sôfregos. Fingia não os ver. As mulheres remoíam raivas e amuos. Ela observava o horizonte, lá, onde o Tejo forma uma laçada, e permanecia assim: abstracta, atenta e exposta. Mas gostava que a apreciassem, e divertia-se com o ciúme das outras. Às vezes dançava ao som de uma pequena telefonia. Dançava como se estivesse a dançar com o mundo, ou, quem sabe?, a pensar em alguém que amara.

As geografias sentimentais são mais ou menos favoráveis: o bairro era bom e valia tudo o que de ele se dissesse; o resto era mau, e tudo o que de pior se dissesse nunca seria excessivo. Começaram as intrigas, as suposições pérfidas, as calúnias evasivas. Não lhe perdoavam a beleza, a dignidade da postura, a pequena viração de altivez que dela se desprendia.

Suspeitaram de tudo: que era prostituta, que vivia às custas de um proprietário de imóveis, que fazia números de nu em cabarés rascas. Chegou-lhe aos ouvidos a natureza insidiosa desses boatos. Não lhes atribuiu a menor importância, o que ainda mais arreliou as outras.

Saía de casa logo pela manhã, regressava tarde, ocasionalmente ausentava-se pela noite. Acumulavam-se as suspeições. Até que, certo dia, deixou de aparecer. O falatório aumentou. Coisas medonhas foram ditas, como se de verdades se tratassem. Correu o tempo; uma semana passou, outra, e outra ainda. Para onde fora? Que seria feito dela? E se ele não regressasse, não pudesse regressar ou não quisesse regressar?

Depois, houve quem a visse. Era numa tarde em que a chuva, lamentosa, caía forte. Desapareceu no cotovelo da rua, quem a viu acelerou o passo para descortinar aonde ela ia. Entrou num prédio alto e antigo, de azulejos, e ao perseguidor assaltou a ideia de que a vizinha misteriosa talvez fosse mulher-a-dias. Este indivíduo tivera, em tempos, a veleidade de se relacionar com ela; porém, fora rejeitado com uma frase breve e ríspida. Era o ressentimento que o incitara àquela infausta perseguição.

Horas e horas decorreram. A chuva deixara de cair, o homem encostara-se a uma árvore, sem abandonar a vigilância ao prédio. Até que, finalmente, ela reapareceu. Olhou em derredor e, rapidamente, aproximou-se da árvore onde o outro se ocultava. Atrapalhou-se, o homem. E ela disse:

— Quer saber o que eu faço, não é?

— Bom…bom — Não sabia o que responder.

— Olhe: vendo ternura.

E desandou. Agora, uma brisa mansa, um vento acariciador, um pio de ave, e o silêncio. Era assim: todos os dias, ou quase, ela visitava casas de gente idosa, e recebia escassos euros para lhes ler jornais, revistas ou livros de histórias cordatas com finais felizes. Simplesmente um pouco de ternura.

Voltou à rua para se despedir da rua e ignorar as pessoas. As pessoas juntaram-se, viram-na subir o calçadão, puxar pelas pernas para escalar a escadaria enorme. Durante algum tempo pensaram nela. Nunca ninguém soube o seu nome, nem se foi feliz na vida.

Anos depois, um modesto cronista contou-a numa crónica humilde.


(mantida a grafia original)


Armando Baptista-Bastos (1934), é considerado um dos maiores prosadores portugueses contemporâneos. Iniciou-se como jornalista no jornal “O Século”, tendo trabalhado também no”República,”, “Europeu”, “O Diário”, “Diário Popular” e nas revistas “Cartaz”, “Almanaque”, “Época” e “Sábado”. Foi, igualmente, redator em Lisboa da Agência France Press. Usando o pseudônimo de Manuel Trindade, trabalhou na RTP – Rádio e Televisão de Portugal, nos tempos do governo de Marcelo Caetano. Foi despedido por ter sido considerado um “adversário do regime”. Porém, é no vespertino “Diário Popular”, onde trabalhou durante vinte e três anos (1965-1988), e no qual desempenhou importantes funções, que deixa sua marca,"com um estilo inconfundível" — no dizer de Adelino Gomes. Foi docente na Universidade Independente, onde lecionou a disciplina de Língua e Cultura Portuguesas. Percorreu, profissionalmente, todo o Portugal Continental e Insular, e viajou e escreveu sobre Espanha, Canárias, França, Itália, Bélgica, Irlanda, Brasil, Uruguai, Argentina, Suíça, Luxemburgo, Grécia, Áustria, Turquia, República Democrática Alemã, República Federal da Alemanha, Checoslováquia, URSS, Marrocos, Suécia, Dinamarca, Finlândia, Nigéria, Angola, Moçambique, Cabo Verde, etc.




Agradecimento ao B.B. e ao site http://www.releituras.com/

Portugal é terceiro no ranking da FIFA

Selecção Portuguesa alcança lugar no pódio pela primeira vez na história



Portugal subiu ao terceiro lugar do «ranking» da FIFA pela primeira vez na sua história. A selecção nacional ganhou um lugar na actualização de Abril, divulgada nesta quarta-feira, mesmo sem ter jogado.

A lista do mês regista igualmente mudança de líder. O Brasil voltou a superar a Espanha e é agora nº 1 do Mundo.


O seleccionador Carlos Queiroz também já comentou o ranking, destacando as maiores responsabilidades que daí advêm. «Aumenta a responsabilidade de todos nós, não só da selecção, mas do futebol português como um todo, jogadores, treinadores, dirigentes e agentes desportivos, no sentido de sabermos conciliar os nossos interesses e as razões que nos unem para podermos continuar a investir, a formar jogadores, a formar técnicos, para que o nosso futebol continue a prestigiar o nome de Portugal por esse mundo fora», considerou o técnico, em declarações ao site da FPF.

Ranking FIFA

1. (2) Brasil 1611 pontos
2. (1) Espanha 1565
3. (4) Portugal 1249
4. (3) Holanda 1221
5. (5) Itália 1184
6. (6) Alemanha 1107
7. (9) Argentina 1084
8. (7) Inglaterra 1068
9. (10) Croácia 1052
10. (8) França 1044.


Agradecimento ao site http://www.maisfutebol.iol.pt/


Nota de 1lindomenino: estando Portugal no lugar a nível da FIFA (Futebol), quero LÁ SABER SE O PAÍS DEVE MUITO $$$ OU SE DEVE POUCO...!!! Rsrs...
Vejam os GREGOS: ainda DEVEM MUITO MAIS $$$ e estão lá pró meio da classificação.
Estes GREGOS não entendem NADA da BOLA... rsrs

BBB10 visto "como deve ser visto": a BRINCAR - Big Boquetão - Michê e Tesstália vão para debaixo do edredom... (Paródia)

Paródia do BBB. Michê duvida que Tesstália está interessada nele.

Por fim, os dois acabam se entendendo debaixo do edredom.

Angela Borges como Tesstália

Bruno Gabriel como Michê.

(vídeo info)

Moro em Lisboa - Madredeus

One of the most beautiful Madredeus's songs that makes me dream see the city
"Raised above the sea
by a river
has finally been elevated
Amidst two arms of water
One of salt, the other of nothing...".
Enjoy!

Madredeus - "Moro em Lisboa"
Letra e música de Pedro Ayres Magalhães

Que outra cidade
Levantada sobre o mar
Á beira rio
Acabou por se elevar
Entre dois braços de água
Um de sal, outro de nada
Água doce, água salgada
Águas que abraçam Lisboa
É em Lisboa
Que o Tejo chega ao mar
É em Lisboa
Que o mar azul recebe o rio
E essa brisa que nos faz
Promessas de viagem
Brisa fresca que reclama
as nossas almas ausentes
Suave
cidade
do sal
do mar
Moro em Lisboa
E a tarde cai

Madredeus - "I Live in Lisbon"
Lyrics and Music by Pedro Ayres Magalhães


What other city
Raised above the sea
by a river
has finally been elevated
Amidst two arms of water
One of salt, the other of nothing
Sweet water, salty water
Waters that embrace Lisbon
It's in Lisbon
That the Tagus reaches the sea
It's in Lisbon
That the blue sea receives the river
And that breeze that makes us
Travelling promises
The cool breeze that claims
Our absent souls
Soft
city
of the salt
of the sea
I live in Lisbon
And the afternoon falls

(Vídeo Info)

Brincando de médico (PIADINHA, senhores dotôres...!)


A garotinha chega em casa e vai falando pra mãe:
— Mamãe, o meu namorado me levou pra casa dele e me fez brincar de médico com ele.
A mãe toma um susto, mas logo se refaz.
— O que ele foi que ele fez com você, minha filha?
— Ele entrou no quarto dele, me deixou esperando mais de uma hora na sala e depois disse que não podia me atender porque tinha que fazer uma cirurgia de urgência.




Agradecimento ao site http://www.quatrocantos.com/


Sabedoria


Meu coração e minha língua fizeram um trato: quando meu coração estiver enfurecido, minha língua guardará silêncio.

As palavras respondem aos sentimentos, e os sentimentos às idéias. Por isso, é impossível dominar nossas palavras se não somos senhores de nossos sentimentos; e estes sentimentos irão se acalmando segundo a força de nossas idéias.

A um coração que não se domina, responderão palavras violentas e ferinas; a um coração fechado em si, sucederão palavras e atitudes que depreciam os demais.

Por conseguinte, calarei quando meu coração não estiver sossegado e em calma; não falarei, pois seguramente me arrependerei do que disser ou, pelo menos, do modo como o disser ou do momento em que o disser.

Se o coração não costuma ser bom conselheiro, menos o será quando não estiver em paz e não se sentir senhor de si mesmo.


Recebido via e-mail do site http://www.diabetenet.com.br/

terça-feira, 27 de abril de 2010

Ciúme



Ciúme



A ditadura é a forma mais acabada do ciúme
Curzio Malaparte


Despreza-se um homem que tem ciúmes da mulher, porque isso é testemunho de que ele não ama como deve ser, e de que tem má opinião de si próprio ou dela
René Descartes


Nenhuma mulher considera o marido realmente inteligente se é ciumento; tenha ele motivo ou não para sê-lo

Th. Hippel





Preliminares







Escolha ela do "tamanho" que mais gosta ou, então, deixe que ela escolha...rsrs

Preliminar é o aquecimento para o sexo, e é a parte mais importante para uma boa transa... Como já sabemos as mulheres são muito melhores que os homens quando se trata de sexo, pois enquanto a maioria dos homens pode agüentar alguns minutos a maioria das mulheres pode agüentar algumas horas...


Ambos os sexos curtem muito as preliminares, então, ela deve ser aplicada com sincronia, use a regra do “sempre que receber algo devolva” isso funciona perfeitamente na cama, assim você sempre terá estimulo a tentar coisas novas e a qualidade de suas transas vai melhorar muito...


A maioria dos homens não sabe ou simplesmente não faz boas preliminares, talvez por ansiedade, por nojo ou por não saber que o Segredo Para satisfazer uma mulher por completo são as preliminares.


Se garanta nas preliminares, faça um bom sexo oral, beije, descubra os pontos de prazer pelo seu corpo, faça massagens, faça coisas diferentes, seja imprevisível... Faça tudo o que as outras pessoas não fazem assim você sempre será exclusivo(a) (valido para homens e mulheres).


Faça tudo com calma, não seja afobado, mulheres odeiam homens que vai direto aos finalmente. Isso causa uma sensação de desprezo - ele só quer sexo -. E homens detestam mulheres enjoadinhas cheia de “não me toques”, faça as coisa com vontade, ou então nem faça, vá dormir...

Seja safado(a), parta do princípio que dentro de quatro paredes todo mundo é! (dentro de quatro paredes, não na rua) a chance de você acertar é de 100%...


Mulheres curtem o antes e o depois do sexo, homens também!” Pense nisso.


Nota de 1lindomenino: o que vale é que há sempre quem "queira e saiba ensinar". HOJE VOU PRÓS PRELIMINARES... rsrs

TRAIÇÃO À MINEIRA


O amigo chega pro Carzeduardo e fala:

- Carzeduardo, sua muié tá te traino co Arcide.
- Magina!! Ela num trai eu não. Cê tá inganado, sô.
- Carzeduardo! Toda veiz qui ocê sai pra trabaiá, o Arcide vai pra sua casa e prega ferro nela.
- Duvido! Ele não teria corage....
- Mais teve! Pode confiri.
Indignado com o que o amigo diz, o Carzeduardo finge que sai de casa, se esconde dentro do guarda-roupa e fica olhando pela fresta da porta.
Logo vê sua mulher levando o Arcide para dentro do quarto pra começar a sacanagem.
Mais tarde, ele encontra com o amigo, que lhe pergunta o que houve.
E então, o Carzeduardo relata cabisbaixo:
- Foi terrive di vê!!!... ele jogou ela na cama, tirou a brusa.... e os peito caiu.... tirou a carcinha... e a barriga e a bunda dispencaro... tirou as meia... e apariceu aquelas varizaiada toda, as perna tudo cabiluda.

E eu dentro do guarda roupa, cas mãos no rosto, pensava: "Ai... qui vergonha que tô do Arcide!!!"