POR UM PORTUGAL DIFERENTE

POR UM PORTUGAL DIFERENTE
ABRIL VIRÁ...!!!

EXPERIMENTE... VÁ ATÉ LÁ!

MUDAR...

Estrela - DestaquesNinguém pode ser escravo de sua identidade; quando surge uma possibilidade de mudança é preciso mudar. (Elliot Gould)

Frases e Mensagens -

NÃO HÁ ACORDO...!!!...

NÃO HÁ ACORDO...!!!...
... Português há só UM...!!!

TRADUÇÃO/TRANSLATE/TRADUCION

SEM IMITAÇÕES...

ACREDITE...

"Nunca faça graça de graça. Você é humorista, não político."

A Hora em Poá (BRASIL)

"Nada descreve melhor o caráter dos homens do que aquilo que eles acham ridículo."

VELHO PROVÉRBIO PORTUGUÊS

"Dois olhos vêem mais do que um só."
Veja Frases para Orkut - Kifrases.com

LOVE, love, LoVe

OvEr ThE RaInBoW

1lindoMENINO ...

Verdade, Verdadinha...!!!

zwani.com myspace graphic comments

1lindomenino

Menininhas e inhos venham a mim...

Posting

Photo Flipbook Slideshow Maker
PORTUGAL é "isto"... e MUITO MAIS...!!!

António GEDEÃO


Eu, quando choro, não choro eu. Chora aquilo que nos homens em todo o tempo sofreu. As lágrimas são as minhas mas o choro não é meu.A.GEDEÃO

SEJA ASSIM... COMO EU!

recadosparablogseorkut.com


Mais Um(a)...!!! OBRIGADO...!!!

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Blood Sweat and Tears - You've made me very happy

Nota de 1lindomenino: são desta "época"? Já foram? Ou será que NUNCA deixarão de ser?

HAVE A NICE WEEK-END.

Oito bons presentes que não custam nada


O presente escutar...
Mas você deve realmente escutar. Sem interrupção, sem distração, sem planejar sua resposta. Apenas escutar.

O presente afeição...
Seja generoso com abraços, beijos, tapinhas nas costas e apertos de mãos. Deixe estas pequenas ações demonstrarem o amor que você tem por família e amigos.

O presente sorriso...
Junte alguns desenhos. Compartilhe artigos e histórias engraçadas. Seu presente será dizer, "Eu adoro rir com você.".

O presente bilhetinho...
Pode ser um simples bilhete de "Muito obrigado por sua ajuda", ou um soneto completo. Um breve bilhete escrito à mão pode ser lembrado pelo resto da vida e pode mesmo mudar uma vida.

O presente elogio...
Um simples e sincero, "Você ficou muito bem de vermelho", "Você fez um super trabalho", ou "Que comida maravilhosa", faz o dia de alguém.

O presente favor...
Todo dia, faça algo amável.

O presente solidão...
Tem momentos em que nós não queremos nada mais do que ficar sozinhos. Seja sensível a esses momentos e dê o presente da solidão ao outro.

O presente disposição...
A maneira mais fácil de sentir-se bem é colocar-se à disposição de alguém e isso não é difícil de ser feito.




Autor anônimo

Recebido via e-mail do site www.diabetenet.com.br

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Califórnia elege democrata morta para o Senado


Jenny Oropeza morreu no mês passado mas sua carreira política continua viva




Jenny Oropeza, a falecida senadora democrata da Califórnia venceu a reeleição para o Senado do Estado por uma margem confortável, superando republicano John Stammreich, 58% para 36%.

Oropeza faleceu em 20 de Outubro, tarde demais para substituí-la nas urnas na eleição para o 28º. Distrito do Senado.

A campanha foi dura, azeda e polémica, com republicanos a acusarem democratas de uso ilegal de fundos. Os democratas desmentiram e contra-atacaram. No meio, Oropeza morre mas é eleita.

Jenny Oropeza tinha sérios problemas de saúde e acabou por morreu devido a complicações provocadas por coágulo sanguíneo que se desenvolveu no abdómen a partir de Maio. Oropeza, de 53 anos, já tinha sido tratada com sucesso a um cancro do fígado em 2004.

Oropeza foi eleita para o Senado em 2006 depois de cumprir seis anos na Assembleia do Distrito. A legisladora ficou conhecida por defender causas ambientais e de saúde, incluindo a legislação que proibida o tabaco em locais públicos, como os parques infantis.

No entanto, devido à doença, acabou por não estar presente na maior parte da sessão do Senado ao longo do ano. A sua popularidade sobreviveu à morte física da Senadora.



Agradecimento ao site http://www.tvi24.iol.pt/



Nota de 1lindomenino: morta ganha eleições...?! Tá certo. Afinal não é SO CÁ... rsrs

Eu Não Sei Quem Te Perdeu

Nota de 1lindomenino: o "estilo muito próprio" do Pedro Abrunhosa. Espero que gostem...!!!

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Bobby McFerrin & Maria Joao

Jogo de cintura


Quando afinal, tudo estava certo, no lugar exato, se encaixando, tudo mudou.

Outra vez.

A história era bem aquela, as coisas não eram bem assim, o caminho não é mais aquele, a pessoa não era tão legal, o namoro acabou, o casamento gorou, o emprego dançou. De repente, o susto de novo, a falta de chão. Tudo que era deixa de ser. Muda o panorama, o horizonte, a perspectiva, a vida. Canseira, preguiça, raiva.

Quando chegará a minha vez? Nunca. Pelo menos não desse jeito que a gente fantasia "a nossa vez". Não existe um momento estático em que tudo fica em um determinado jeito ruim, nem um determinado jeito bom. O bom e o ruim passam. Só há uma coisa segura, certa e imutável na vida: nada é seguro, certo e imutável.

Por isso, não adianta ficar esperando a vez chegar. A vez já chegou, está sendo agora, o melhor a fazer é aproveitar a mudança para ver, refletir, mudar o ponto de observação, considerar o mundo sob uma outra ótica, outra lógica, outros meios de conhecimento.

Não adianta olhar pra trás e curtir aquela dorzinha funda, por trás da mudança: infelicidade de agora lembrando da felicidade de ontem.

Mais construtivo é viver com a mudança. Algumas reflexões que passam pela minha cabeça, quando me vejo na situação de enfrentar a mudança.

Não é bom controlar o mundo lá fora, segurar, prender, forçar para que as coisas se encaixem em um jogo de quebra-cabeça criado pela nossa imaginação.

Controlar o de fora é impossível. Quebra! O negócio não é esperar que o mundo se adapte a nós. Nós temos que mudar para estar em harmonia com a nova situação lá fora.

Ter flexibilidade. Jogo de cintura. Ser leve. Retirar peso. Flutuar como pluma, dançar com o vento, sem resistência, sem oposição.

Pensar que a mudança por pior que seja, sempre traz com ela um certo alívio.

Passado um período difícil de transição, cheio de incerteza e confusão, vem o prazer da descoberta do novo, o novo lugar, o novo ambiente, a nova alegria e a esperança da reconstrução.

O movimento cai, levanta, constrói; cai, levanta, constrói, de novo e de novo enrijece o músculo, aumenta a elasticidade, a força, o jogo de cintura, a capacidade de viver melhor a vida.

Sobretudo não ter medo de perder. Com medo de perder, não se arrisca. Com medo de morrer não se vive.

Lembrar que na praia, cada onda que cresce e se desenvolve deve à sua beleza, ao desmanchar da onda que a procedeu. E considerar as perdas como batalhas, não como a grande guerra.

Enfrentar o momento da partida, mesmo quando não se tem um lugar certo para ir.

Abrir para o desconhecido, deixar o desconhecido entrar e atrapalhar.

Olhar a mudança como o natural e não a exceção. A surpresa, a coisa ruim. Viver é um processo. Mudança é vida. Só não muda quem está morto. E nós estamos "vivinhos da Silva".



Fátima Ali

Recebido via e-mail do site www.diabetenet.com.br


segunda-feira, 1 de novembro de 2010

A bíblia e o advogado (PIADINHA de "mau gosto"... EU SEI...!!!)


O advogado, no leito de morte, pede uma Bíblia e começa a lê-la avidamente.
Todos se surpreendem com a conversão daquele homem e perguntam o motivo.
O advogado doente responde:
-Estou procurando brechas na lei.




Agradecimento ao site http://www.mundodaspiadas.com/

domingo, 31 de outubro de 2010

Espanha: prostitutas obrigadas a usar colete reflector

Medida é para evitar acidentes e se não for cumprida dá direito a multa



 
Prostitutas espanholas que trabalham numa cidade no norte de Espanha, na Catalunha, são obrigadas a usar coletes reflector por questões de segurança. Se não cumprirem pagam uma multa de 40 euros.

De acordo com o «Telegraph», a polícia afirmou que as prostitutas não estão a ser punidas por causa do que fazem, mas por porem em risco os condutores.


As prostitutas sem colete vão contra uma lei de 2004 que diz que quem anda a pé nas principais vias deve usar roupas de alta visibilidade.

Estima-se que 300 mil mulheres trabalhem como prostitutas em Espanha.

Nota de 1lindomenino: estima-se e, como quase sempre, MAL... rsrs
Montanhas "delas"...!!!
Quanto ao terem de usar colete eu, particularmente, acho bem. Só que deviam usar um que deixasse as "mamocas" à solta, não estão de acordo...?!... Sempre mostrava mais o "material".... rsrs



Ai Ai VIDA...!!! 

Lugar arejado e sem problemas de bengaleiro...!!!