POR UM PORTUGAL DIFERENTE

POR UM PORTUGAL DIFERENTE
ABRIL VIRÁ...!!!

EXPERIMENTE... VÁ ATÉ LÁ!

MUDAR...

Estrela - DestaquesNinguém pode ser escravo de sua identidade; quando surge uma possibilidade de mudança é preciso mudar. (Elliot Gould)

Frases e Mensagens -

NÃO HÁ ACORDO...!!!...

NÃO HÁ ACORDO...!!!...
... Português há só UM...!!!

TRADUÇÃO/TRANSLATE/TRADUCION

SEM IMITAÇÕES...

ACREDITE...

"Nunca faça graça de graça. Você é humorista, não político."

A Hora em Poá (BRASIL)

"Nada descreve melhor o caráter dos homens do que aquilo que eles acham ridículo."

VELHO PROVÉRBIO PORTUGUÊS

"Dois olhos vêem mais do que um só."
Veja Frases para Orkut - Kifrases.com

LOVE, love, LoVe

OvEr ThE RaInBoW

1lindoMENINO ...

Verdade, Verdadinha...!!!

zwani.com myspace graphic comments

1lindomenino

Menininhas e inhos venham a mim...

Posting

Photo Flipbook Slideshow Maker
PORTUGAL é "isto"... e MUITO MAIS...!!!

António GEDEÃO


Eu, quando choro, não choro eu. Chora aquilo que nos homens em todo o tempo sofreu. As lágrimas são as minhas mas o choro não é meu.A.GEDEÃO

SEJA ASSIM... COMO EU!

recadosparablogseorkut.com


Mais Um(a)...!!! OBRIGADO...!!!

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Rui Pedro: desaparecimento hoje em tribunal

Este é "um esboço" do que poderia ser a fisionomia do Rui em 2007




DEBATE instrutório do processo está marcado para as 10:00 no Tribunal de Lousada






A defesa de Afonso Dias esgrime esta quinta-feira, perante um juiz de instrução criminal, os últimos argumentos para evitar a ida do camionista a julgamento pelo alegado raptoá 13 anos, de Rui Pedro, escreve a Lusa.

O debate instrutório do processo está marcado para as 10:00 no Tribunal de Lousada.

Declarando-se vítima de uma acusação «sem suporte factual», Afonso Dias questiona, no seu requerimento para a abertura de instrução do processo,
os testemunhos centrais da acusação - de menores, à data dos factos, mas também de uma prostituta.

Alude também à alegada inexistência de prova técnica que comprovasse a presença de Rui Pedro no seu carro, na altura dos factos, em 4 de Março de 1998.

Já o advogado da família de Rui Pedro, Ricardo Sá Fernandes, escusou-se a adiantar a argumentação que irá utilizar no debate instrutório relativamente à prova indiciária recolhida pelos investigadores.

Sá Fernandes lamentou o «atraso muito grande» na acusação do Ministério Público, mas congratulou-se que tenha havido acusação, considerando que esta é «uma esperança que se abre ainda» para os pais.

A acusação do caso Rui Pedro, que tinha 11 anos à data do desaparecimento, foi deduzida em 11 de Fevereiro deste ano, nela se sustentando a «forte probabilidade» de Afonso Dias ter conduzido o menor, ao princípio da tarde, para um encontro sexual com prostitutas, na EN 106, sentido Lousada-Vizela, zona da Lustosa.

Depois disso, Rui Pedro - que padecia de epilepsia em estado que exigia a toma diária de um fármaco - nunca mais foi visto, apesar de diligências que se estenderam pelo estrangeiro e contaram com a colaboração da Interpol.
A investigação acredita que Afonso Dias sabe o que se passou a seguir, mas não o quer contar e imputa-lhe a prática de um crime de rapto qualificado.

No despacho de acusação, defende-se que
falta ao alegado raptor álibi satisfatório para justificar o que fez entre as 14:00 e as 18:45 do dia de desaparecimento do rapaz.

Site:
http://www.tvi24.iol.pt/





Nota de 1lindomenino: para a mãe do Rui, restante família, muitos e muitos Portugueses e Estrangeiros através dos seus blogs/sites, os policiais envolvidos no "caso" estão de PARABÉNS... começa-se a "divisar uma LUZ ao FUNDO DO TÚNEL"...!!! Debate instrutório do "principal e único(?) SUSPEITO"... COMEÇA POR AÍ...!!! Ahhh... já agora: uma prostituta "não pode ser" uma TESTEMUNHA CREDÍVEL?!... Parece que o senhor Afonso Dias e a sua "defesa" não "encaram bem" esse testemunho. PROSTITUTA é "gente", senhores!... Tem olhinhos, boca, pernas, cabeça... é, como TODA a GENTE, afinal...!!!


FORÇA!






Posted by 1lindomenino Dated26may2011





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aquí o seu comentário