POR UM PORTUGAL DIFERENTE

POR UM PORTUGAL DIFERENTE
ABRIL VIRÁ...!!!

EXPERIMENTE... VÁ ATÉ LÁ!

MUDAR...

Estrela - DestaquesNinguém pode ser escravo de sua identidade; quando surge uma possibilidade de mudança é preciso mudar. (Elliot Gould)

Frases e Mensagens -

NÃO HÁ ACORDO...!!!...

NÃO HÁ ACORDO...!!!...
... Português há só UM...!!!

TRADUÇÃO/TRANSLATE/TRADUCION

SEM IMITAÇÕES...

ACREDITE...

"Nunca faça graça de graça. Você é humorista, não político."

A Hora em Poá (BRASIL)

"Nada descreve melhor o caráter dos homens do que aquilo que eles acham ridículo."

VELHO PROVÉRBIO PORTUGUÊS

"Dois olhos vêem mais do que um só."
Veja Frases para Orkut - Kifrases.com

LOVE, love, LoVe

OvEr ThE RaInBoW

1lindoMENINO ...

Verdade, Verdadinha...!!!

zwani.com myspace graphic comments

1lindomenino

Menininhas e inhos venham a mim...

Posting

Photo Flipbook Slideshow Maker
PORTUGAL é "isto"... e MUITO MAIS...!!!

António GEDEÃO


Eu, quando choro, não choro eu. Chora aquilo que nos homens em todo o tempo sofreu. As lágrimas são as minhas mas o choro não é meu.A.GEDEÃO

SEJA ASSIM... COMO EU!

recadosparablogseorkut.com


Mais Um(a)...!!! OBRIGADO...!!!

domingo, 31 de janeiro de 2010

Fator sorte - O peso do destino na trajetória de cada um



Questões tão polêmicas quanto o sexo dos anjos, a sorte e o destino estão em pauta. Gurus de auto-ajuda vêem seus livros desaparecerem rapidamente das livrarias ao ressaltar que não existe destino e a sorte não é um dom com o qual se nasce, mas algo construído e ampliado. Suas teorias confirmam a visão moderna de que as oportunidades são criadas por quem sabe lidar com sua intuição. Na contramão dessa visão pragmática, uma corrente de psicólogos e filósofos mostra que acreditar em destino, sem que este exclua a liberdade de escolha, pode ajudar a construir significados, aceitar as excentricidades da vida e dar importância aos próprios desejos.

Para boa parte dos psicólogos atuais, a distância entre a sorte e o azar está no esforço que cada um desprende. Depois de entrevistar 400 pessoas, o professor de psicologia Richard Wiseman, da Universidade de Hertfordshire, no Reino Unido, e autor do sucesso "The Luck Factor" (O Fator Sorte), conclui que sorte ou azar são imprevisíveis e, se nada está escrito, as chances de sucesso em qualquer empreitada é diretamente proporcional ao número de apostas que se faz.

"Os que se dizem azarados são os que preferem não investir nas oportunidades", concorda o psicólogo Aloysio DAbreu, que usa como exemplo a piada do pão-duro que todas as noites pede a Deus para ganhar na loteria "até que um dia, Deus atende aos chamados e responde: se quer ganhar, pelo menos se dê o trabalho de comprar o bilhete". Por outro lado, nem sempre basta o empenho. O que explica, por exemplo, o desejo de alguns de ser artistas, palhaços de circo, viver longe do caos e outros perseguirem exatamente o oposto? O psicólogo junguiano, James Hillman, dos Estados Unidos, insiste que "cada qual tem um dom e ambições particulares". Para ele, a noção de sina é muito importante, pois permite que certas excentricidades sejam tidas como sorte.

A filósofa e professora da USP Olgária Mattos lembra da importância da noção de destino na Grécia Antiga. Nas peças gregas, o Oráculo, figura que revelava o futuro dos heróis, simbolizava uma forma de mostrar a singularidade do personagem. "No caso da tragédia grega, o herói, como o Édipo, é aquele que não pode fugir da própria história, mesmo que trágica", explica Olgária.

Para Aloysio DAbreu acreditar na predestinação é uma tentativa do homem de controlar o inexplicável. Nas peças, tudo era ordenado com começo, meio e fim. O destino determinava a continuidade das histórias. Na vida real, ninguém pode predizer a sorte do outro, pois tudo o que é vivo está em transformação interior e sofre influência do acaso. Olgária Mattos lembra de Aristóteles. "Ele dizia que não se pode falar que alguém é feliz, mas que foi feliz. Só a morte confirma o destino de alguém", diz.


Por Simone Muniz


Recebido via e-mail do site: http://www.maisde50.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aquí o seu comentário