POR UM PORTUGAL DIFERENTE

POR UM PORTUGAL DIFERENTE
ABRIL VIRÁ...!!!

EXPERIMENTE... VÁ ATÉ LÁ!

MUDAR...

Estrela - DestaquesNinguém pode ser escravo de sua identidade; quando surge uma possibilidade de mudança é preciso mudar. (Elliot Gould)

Frases e Mensagens -

NÃO HÁ ACORDO...!!!...

NÃO HÁ ACORDO...!!!...
... Português há só UM...!!!

TRADUÇÃO/TRANSLATE/TRADUCION

SEM IMITAÇÕES...

ACREDITE...

"Nunca faça graça de graça. Você é humorista, não político."

A Hora em Poá (BRASIL)

"Nada descreve melhor o caráter dos homens do que aquilo que eles acham ridículo."

VELHO PROVÉRBIO PORTUGUÊS

"Dois olhos vêem mais do que um só."
Veja Frases para Orkut - Kifrases.com

LOVE, love, LoVe

OvEr ThE RaInBoW

1lindoMENINO ...

Verdade, Verdadinha...!!!

zwani.com myspace graphic comments

1lindomenino

Menininhas e inhos venham a mim...

Posting

Photo Flipbook Slideshow Maker
PORTUGAL é "isto"... e MUITO MAIS...!!!

António GEDEÃO


Eu, quando choro, não choro eu. Chora aquilo que nos homens em todo o tempo sofreu. As lágrimas são as minhas mas o choro não é meu.A.GEDEÃO

SEJA ASSIM... COMO EU!

recadosparablogseorkut.com


Mais Um(a)...!!! OBRIGADO...!!!

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Setúbal, Princesa do SADO


Nasci em SETÚBAL nos anos 50 e logo, aos dois anos de idade, me separei dela para ir viver na numa das margens do Tejo (Almada). 40 kWs de distância, nessa altura, era uma distância difícil de vencer até porque, a questão econômica, ditava as suas leis. Mas, mesmo assim, normalmente ia lá passar o mês de Agosto de férias e, de quando em vez, lá voltava com o meu pai e amigos dele (todos SETUBALENSES de “alma e coração”...) para assistir aos jogos do “nosso” Vitória F.C.

Quis o “destino” que tivesse retornado 9 anos depois. Finalmente, estava em “casa”, na “minha casa” e aí continuei os meus estudos e iniciei a minha vida no mundo do trabalho. Algum tempo depois, aos 20 e poucos anos, de lá saí novamente para ir até Angola (2 anos, sensivelmente...) para cumprir o serviço militar obrigatório. Mesmo assim, nesses 2 anos, fui a Setúbal 2 vezes para “matar as saudades” da família e da “minha cidade”.

Posso acrescentar que Setúbal teve um enorme “boom” nos início dos anos 60 com a construção de diversas unidades fabris, com especial realce para as empresas de montagem de veículos automóveis. Setúbal passou, em pouco tempo de 50/60 mil habitantes para o “dobro”, pessoas vindas nomeadamente do Alentejo e, muitas delas, para trabalhar naquelas indústrias emergentes. Isso modificou e muito o dia-a-dia do Setubalense que, até então, vivia essencialmente da pesca, das fábricas de peixe e das frutas (especialmente a “célebre” laranja) que eram uma riqueza de sabor e qualidade. Setúbal era, então, um modelo de “cidade limpa” e de gente simples, generosa e trabalhadora.

Salazar governava e os seus governos não viam com “bons olhos” toda a margem sul do Tejo. Ali, começaram a afluir, os trabalhadores “mais politizados” e, alguns, “militantes” de partidos de esquerda, nomeadamente do ilegalizado Partido Comunista. Os Sindicatos dos Trabalhadores começaram a ser “mais” vigiados e, mesmo nas fábricas, os trabalhadores eram detidos pela Polícia Política (PIDE/DGS) por “atentarem contra a unidade do Estado”. A vila do Barreiro e a cidade de Setúbal começaram a ser “alvos” do despotismo e da barbárie. Numa das fábricas de montagem de automóveis, a IMA, com cerca de 800 trabalhadores (onde eu me incluía...) começaram a “acontecer” paragens durante as horas de laboração... o “ambiente” laboral/político aquecia e os trabalhadores eram “abordados” pela Polícia Política com demasiada freqüência...!!!

O 25 de Abril de 1974 aconteceu “quase naturalmente”, depois de “algumas sérias ameaças” de derrube do regime vindos de setores de extrema-direita e outras de setores progressistas, nomeadamente de de alguns militares das Forças Armadas, descontentes com o regime por motivos profissionais e “não só”...!!! Triunfou a “democracia”... felizmente...!!!

Fiz esta “paragem” a falar da minha cidade de Setúbal para vos poder “situar” nos acontecimentos políticos e na forma como o Distrito de Setúbal foi IMPORTANTE na “resistência ao FASCISMO”. A verdade é que, não sei por que “carga d’água”, este Distrito tem sido em DEMOCRACIA, o Distrito menos “bem visto” pelos Governos de Portugal e, nomeadamente, pelos Governos de Centro-Esquerda e “tem estagnado” fortemente no seu desenvolvimento social, econômico e cultural em relação à maior parte dos outros Distritos. A “fome” também não é palavra vã para muitos dos seus cidadãos...!!!

Até há muito pouco tempo (2 anos atrás...) vivi, casei, fui pai e trabalhei na minha cidade. Tenho a felicidade de receber aqui no Brasil, no interior de SP, da Câmara Municipal de Setúbal, tanto pela Internet como pelo Correio, notícias da minha cidade. Sou um Português interveniente na realidade Brasileira, mas também não descuro NUNCA o que se passa a par-e-passo, na minha cidade de Setúbal e no meu Portugal.

Saudades...?! Muitas...!!! Da Cidade, das pessoas, da Família, dos Setubalenses, do meu Vitória, do Sado (o “nosso/meu” Rio Azul), do peixe fresco (fresquíssimo...”a saltar”...!), do mercado Municipal, dos queijinhos de ovelha e de cabra, dos Pasteis de Nata, das Tortas de Azeitão, do vinho Moscatel... querem mais...?!

Mas há “algo” que me “marca” muito e que é bem o símbolo de Setúbal e dos Setubalenses e que, com SAUDADE, quero aqui RECORDAR para TODOS VÓS e que é a letra da música “Rio Azul” -adotada pela Cidade- como “verdadeira Embaixadora” do “sentir” das gentes da “minha Terra”:


Setúbal, eu tenho pena
de não te poder cantar.
Tu és mote de um poema
que ninguém pode ensinar

Se há beleza em qualquer lado
se valesse algum dinheiro
com a princesa do Sado
comprava-se o mundo inteiro


Onde é que existe um rio azul igual ao meu
que em certos dias tem mesmo a cor do céu,
minha cidade é um presépio é um jardim
queria guardá-la inteirinha só para mim.


Setúbal terra morena
onde tudo fica bem,
tens a beleza serena
do rosto de minha mãe.

Ó rio Sado de águas mansas
que pró mar vais a correr,
não leves as minhas esperanças
sem esperanças não sei viver.



Amo-te SETÚ
BAL... !!!

Só espero que os Políticos te comecem a “entender” e te proporcionem um Futuro bem melhor... !!! Pergunto aos Políticos: que “mal” vos fizeram ou fazem os habitantes da cidade, que “mal” vos fez ou faz a Cidade do Sado, que “mal”... ?! ...

Um abração do tamanho do... Brasil.




E não se esqueçam Setubalenses: “lutem”, “lutem” SEMPRE...!!! Com os “olhos” no Futuro mas relembrando SEMPRE, SEMPRE um passado "heróico"...!!!

Até “qualquer dia”, “minha” Cidade.

3 comentários:

  1. Pois é Rui... te achei aqui.
    Mas no link que vc colocou no spaceblog não vem para cá, pois tá com erro.
    Tem que tirar o "www" do link.
    Estou estreiando os coments aqui huahuha
    Beijus

    ResponderExcluir
  2. Oiii Mell: qual é a sensação da "primeira vez"...?! Sim pq tudo isto é muito "recente" e só a ti e no Blog (mas sabes que as pessoas são muito distraídas..)é que informei...!!!
    Isto é "outro Mundo" em relação ao EspaçosBlog... sem dúvida... e aqui quero começar um Blog "mais intimista", mais a "sério"...!!!
    Espero conseguir.
    Beijão.

    ResponderExcluir
  3. Que lindo Rui, sou brasileira, carioca e filha de portugueses,sei como é essa saudade que chega a doer.
    Não conheço Setúbal,mas as imagens do video, o prédio antigo,a passagem de nível alegram a minha alma.

    Bjssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir

Deixe aquí o seu comentário